quarta-feira, 30 de maio de 2012

Nostalgia























Stefan Bellof. 1985.

Uma das milhares de fotos do acervo do F1 Nostalgia.

Site do Rian Assis.

Brasileiro e com certeza um dos melhores do mundo quando o assunto é
imagem da Fórmula 1.

Visita diária, obrigatória e básica: Clique aqui .

Desde sempre nos favoritos.

13 comentários:

Speeder_76 disse...

O Rianov é fabuloso! Conheço-o desde os seus primeiros tempos e claro, consegue sempre coisas que ninguém mais se lembra. Quer a foto do primeiro teste do Gunnar Nilsson? Não há problema! E o Colin McRae num Formula 1? Coloca-se também!

É excelente pessoa, tenho-o em mais alta estima.

Migdonio disse...

Belloff ia ser um dos maiores pilotos de todos os tempos do automobilismo!

Marco Memoria disse...

Para mim Bellof é um piloto superestimado, sua morte prematura não deixou claro até aonde ele poderia ir e consequentemente criou-se esta "áurea" de super piloto, um fala e todo mundo repete muitos sem nem terem visto ele correr ??
Fora sua atuação em Monaco numa corrida atipica, vale lembrar que em 1972, Jean-Pierre Beltoise no mesmo circuito e tambem sobre chuva teve uma atuação memorável mas não deixou de ser um piloto meia boca, sua unica vantegem foi que não morreu ainda.
Ja sei daquele blablabla de que ele vinha até mais mais rápido do que o Senna e coisa e tal, mas é pouco pra tanto oba oba em cima dele piloto, não estou dizendo que ele não era um bom piloto, mas apenas isso .

Marco Memoria disse...

Esqueci de comentar, Rianov com certeza é o cara, pena que esta nos deixando meio orfãos no seu blog Nostalgia

Anônimo disse...

Ao amigo Marco Memória: lhe dou total razão ao dizer que apenas exclusivamente por Mônaco/84 não se pode glorificar o cara, vide Beltoise 2 anos antes e vários outros, mais recentes inclusive, Panis, Fisichella e por aí vai. . .mas tem o seguinte, Bellof mostrou serviço, e muito, nos esporte protótipos com as porsche 956/962, tanto que criou-se um clima de animosidade, agora não me recordo se velada ou explicita, entre ele e Ickx, então a prima-donna da equipe, culminando com o enrosca-rabo fatal da Eau-Rouge, quando nenhum dos dois quis saber de aliviar. . .o resto é história. . .e com relação ao Rianov/Nostalgia, assino embaixo, saudades dos tempos em que as novidades, e que novidades, eram mais frequentes!

Abraço do Zé Maria

Anônimo disse...

A pintura do capacete de Bellof foi feita para combinar com a Tyrrel de de 1984?
Hoje isso é comum mas não sabia que já vem desde os anos 1980...

http://www.flickr.com/photos/22099104@N08/2353149268

Emerson Fernando

Anônimo disse...

Retiro a pergunta acima, pois o capacete já era assim em 1983, quando testou pela McLaren.
Será a Tyrrel o primeiro caso de uma pintura de carro inspirada em um capacete de piloto?

Emerson Fernando

Anônimo disse...

Não tive o prazer de acompanhar a curta carreira de Stefan Bellof, nem na F1 nem nos esporte-protótipos... E, quase tudo que leio dele, faz menção ao GP de Mônaco/1984 e ao seu acidente fatal em Spa-Francorchamps...

Em Mônaco, é bom lembrar, Beltoise largou da 2a fila (em 1972) e Bellof largou da última posição do grid (em 1984). Foi, realmente, uma grande apresentação de Bellof..

Bellof e Senna possivelmente teriam uma evolução semelhante na F1. Na temporada de 1984 ambos se destacaram - principalmente no GP de Mônaco. Estavam em equipes pequenas - a Tyrrell estava mais para pequena que média naquela temporada.

Em 1985, Senna deu um salto à frente indo para a Lotus. Já Bellof se enroscou na maracutaia da Tyrrell, em 1984, e permaneceu na Tyrrell, em 1985, numa situação em que a equipe estava pior...

Senna vingou... Bellof não pode comprovar toda a expectativa criada sobre ele... pena...


um abraço,
Renato Breder

Anônimo disse...

Putz!!
Como me esqueci!!

F1 Nostalgia, mesmo em 'marcha lenta' ainda é um blog muito bom...

grande Rianov...

outro abraço,
Renato Breder

fernando disse...

fui lá no F1 Nostalgia pelo link do post, há tempos não ia, e vi hilária foto de Ferraris em duo conduzidas por caminhões-guincho.
muito bom.

Bellof tinha uma ousadia digna de Gilles Villeneuve, mas também a mesma incapacidade de ser consequente - o caso de seu acidente fatal mesmo demonstra isso: ultrapassar Ickx, na frente do público belga, por fora na Eau Rouge...
acredito devesse ter a mesma velocidade de Senna, mas este obviamente usava a cabeça e fazia dosar atitudes 'à Villeneuve' e 'à Lauda', construindo uma consistência vitoriosa.

mas é fato que o cara levou aqueles Porsches a limites que outros não conseguiram (e dois mais morreram pilotando esse carro, o Stomellenn e um austríaco em Mans que não lembro o nome).

Rodrigo Keke disse...

Bellof tinha características que lembravam o Gilles... um bom exemplo disso foi sua participação nos 1000 km de Nurbürgring de 1983, onde, já liderando a prova, continuava a marcar fastest laps até que... destruiu seu Porsche 956 em um dos trechos velozes do Green Hell.

Não acho que ele iria tão longe quanto Senna foi, mas imagino que com o tempo ele ganharia alguns GPs.

P.S: O F1 Nostalgia é uma mina de ouro, só material raro em alta resolução, e um ótimo gosto do Rianov na seleção das mesmas. O movimento lá anda meio baixo mas é compreensível, agora que ele tá ralando na redação do LANCE!, escrevendo, é claro, sobre automobilismo.

Rianov disse...

Valeu, Humberto!

Estou por aqui sempre também! Já foi a época que eu tinha tempo para atualizar o blog... Não consigo fazer mais nada: garimpar, escanear, postar...

Mas sempre que dá uma brecha eu tento algo.

Abração - e continue com seu blog assim, pois tá muito bom!

Humberto Corradi disse...

Mais Bellof?

Aqui:

http://f1corradi.blogspot.com.br/2011/10/bellof.html

Valeu