quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

AMG























Alguém saberia dizer quem é o piloto conduzindo a Mercedes?

12 comentários:

André A. S. disse...

Schumy, o aniversariante??

Anônimo disse...

Essa é fácil Corradi!

M. Schumacher!

Abraço!

Mauro Santana
Curitiba-PR

Nelson disse...

Michael Schumacher em 1990 (HWA AG) ou 1991 (Zakspeed).

Nelson

hurbanos disse...

Schumacher, tem cara de 1990.
Meu sonho é uma 190E Evo1 de rua dessas aí, pretinha e AMG, claro.

Sacco disse...

Marquinhos Sapateiro, se me permite.

Sacco disse...

Michael Schumacher. Ou Marquinhos Sapateiro, se me permite.

Anônimo disse...

Gostei do senso de humor do Sacco. . .
E tava bem frio, vejam a quantidade de fita aluminizada bloqueando o radiador da barata!!
Zé Maria

Danilo Candido disse...

Michael Schumacher em sua Mercedes Benz 190E EVO I DTM, na última etapa da temporada de 1990, disputada em Hockenheim. Largando em 15°, Schumy involuntariamente acabou decidindo o título daquele ano, já que estampou a traseira da BMW M3 de Johnny Ceccoto logo na largada, eliminando o venezuelano da corrida e da disputa pela taça, conquistada então por Hans Joachin Stuck, da Audi.

Um abraço,
Danilo Candido.

Danilo Candido disse...

P.S.: Adendo: o mesmo carro na mesma prova, por outro ângulo:

http://www.dtm-archives.com/images/car_id12/90-3.jpg

Anônimo disse...

Começo de ano, as coisas ainda não entraram nos eixos...
Tô chegando atrasado, mas vai o comentário assim mesmo...


A foto do post é da 11a e última etapa do campeonato da DTM de 1990:
'ADAC-Preis Hockenheim', disputado em Hockenheimring em 14 de outubro daquele ano.

Michael Schumacher está pilotando um 'Mercedes 190E 2.5-16 Evo2', #65.
Schumacher participou apenas dessa etapa e como convidado da Mercedes-Benz, pela equipe 'AMG Motorenbau GmbH'.
E aprontou...

Na largada da primeira de 2 baterias, na primeira curva, a 'BMW M3 Sport Evolution' de Johnny Cecotto foi atingida pela Mercedes de Schumacher.
Detalhe: Cecotto era o líder da tabela de classificação do campeonato até o começo dessa última etapa...
Com a pancada sofrida, Cecotto teve que relargar no carro reserva e da parte de trás do grid.

A primeira bateria terminou com uma trinca de 'Audi V8 quattro', todos da mesma equipe, a 'Schmidt Motorsport Technik':
1o - Hans-Joachim Stuck
2o - Frank Jelinski
3o - Walter Röhrl

Cecotto foi apenas o 11o...

Na segunda bateria, em melhor posição no início, Cecotto tentou atacar, mas foi detido pelos companheiros de Stuck - Jelinski e Röhrl.
A bateria teve o mesmo pódio (Hans-Joachim Stuck, Frank Jelinski, Walter Röhrl) com Cecotto, dessa vez, em 4o lugar a 0,5 segundo de Röhrl.

Com esses resultados, Hans-Joachim Stuck terminou a temporada como campeão (189 pontos) e Johnny Cecotto amargou um vice campeonato (177 pontos).
Essa virada na última etapa teve 'participação' decisiva de Michael Schumacher...


No ano seguinte (1991), Michael Schumacher voltou ao DTM.
Só que, nesse ano, ele pilotou uma 'Mercedes 190E 2.5-16 Evo2' com o número 20...
Depois da 5a etapa, a equipe 'Zakspeed' resolveu substituir o piloto Fabien Giroix por Michael Schumacher.
Schumacher participou da 6a e 7a etapas com resultados bem ruins...

* 6a etapa: 30 de junho de 1991 - '200 Meilen von Nürnberg', em Norisring
Bateria 1: 25o a 3 voltas do vencedor
Bateria 2: abandono

* 7a etapa: 4 de agosto de 1991 - 'Flugplatzrennen Diepholz', em Diepholz
Bateria 1: abandono
Bateria 2: 14o a uma volta do vencedor

A 8a etapa (Großer Preis der Tourenwagen, em Nürburgring) ocorreu em 8 de setembro de 1991.
Mas nessa ocasião, Schumacher já era piloto da F1... desde o final de semana de 23 a 25 de agosto: Grande Prêmio da Bélgica, em Spa-Francorchamps...


um abraço,
Renato Breder

Cardozo disse...

Como eu gosto destas Mercedes antigas travestidas para competição...

Anônimo disse...

Curiosa a vedação da grade de ventilação frontal.


Carlos Henrique