quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Nascar























Qualquer imagem de Bristol lotado causa espanto.

Impressiona.

Assim como os números que envolvem a Nascar.

"Aquelas corridas idiotas em que os caras ficam rodando e rodando?"

Podem parecer idiotas para alguns.

Mas é um modelo de sucesso.

Uma aula de gestão.

Tudo girando em torno de um sobrenome.

France.

A família que controla a Nascar tem apenas um objetivo.

Viciar as pessoas na categoria mais popular do automobilismo americano.

Para isso não poupam esforços.

Estão sempre construindo uma nova pista nos Estados Unidos.

Ou comprando uma já existente.

Tudo para facilitar o contato dos fãs.

Das 23 pistas usadas hoje pela Nascar, a família France através da International 
Speedway Corporation controla 12.

No seu portifólio estão circuitos como Daytona, Watkins Glen e Talladega.

E chove dinheiro.

Suas receitas anuais giram em torno de 3 bilhões de dólares.

Os recursos chegam de todo lado.

Somente a Nextel paga mais de US$ 74 milhões por ano para dar nome a uma
única prova.

Além disso dentro da pista os carros são considerados placas de propaganda.

É o modo americano de fazer as coisas.

Você pode não gostar dos ovais e nem do exagero comercial.

Porém não falta dinheiro para as equipes, conservação dos circuitos, organização
das provas e pilotos.

Público e competidores felizes.

O que dizer?

Olhando dessa forma fica difícil arrumar argumentos contra esse troço.

Algo que eu sempre digo.

Quer coisa mais ingrata do que tentar brigar contra os números?

14 comentários:

Ron Groo disse...

Sinceramente? Só americano para gostar de nascar...

Luís Vieira disse...

Adoro a Nascar, assisto sempre que posso. Tinha um enorme preconceito, mas "dei uma chance" para as corridas em ovais e nunca mais deixei de acompanhar. O acerto dos carros que muda ao longo da prova, a engenharia, o "sentimento" do piloto em relação ao carro e à pista, a experiência... corrida de Nascar é pra quem gosta de corrida... e acostumou com os ovais.

ALEX COURI disse...


Adoro a Nascar e Indy.. sem PREconceitos

Secastro disse...

Gosto muito mais das corridas em circuitos mistos, mas...

Não adianta ficar lamentando grids magros, autódromos virando conjuntos residenciais, categorias falindo, pilotos abandonando o esporte e ignorar que o automobilismo em geral tem de aprender muita coisa com estes caras. Não exatamente o formato das pistas, mas o conceito do público podere enxergar as disputas. Não exatamente aquela configuração mecânica, mas uma fórmula de equilíbrio barata e que promove disputas acirradas. Não exatamente os shows americanos meio bregas, mas dando entretenimento para o público, contato com os pilotos, visitas aos boxes, shows de música, local para acampamento. Não exatamente os macetes de aplicar bandeira amarela quando ao corrida está chata, mas parar de "investigar" e "punir" qualquer manobra mais ousada (nos dias de hoje aquela disputa de Arnoux e Villeneuve na França daria licença cassada para os dois).

Se tiver muito público, pode-se diluir o custo e vender os ingressos mais baratos. E aí tem mais público. Mais investimento.

O que temos aqui mais próximo disto é a Fórmula Truck. Por acaso é a única categoria no Brasil que vai bem, apesar de problemas técnicos.

As corridas NASCAR são um Espetáculo com E maiúsculo, gostemos ou não.

Até que eu gosto um pouco.

Eduardo Casola Filho disse...

Eu tinha meus preconceitos com a Nascar, mas com o tempo, me familiarizei com a categoria. Pode parecer estranho, até pela nossa cultura do "automobilismo europeu", mas a categoria ainda consegue manter um pouco a essência das disputas. Se consegue entendê-la, você começa a gostar e a amar. estranho, mas é assim.

Anônimo disse...

GRUPO NASCAR SÓ PARA FÃS...
https://www.facebook.com/groups/357877004224836/
PARTICIPE!!!

Fabiani C Gargioni #27 disse...

Sou fã e acho que os caras dão uma aula de gestão, tanto dentro qto fora das pistas respeitando o público, os pilotos e todos os envolvidos em todas as categorias e não apenas na principal. Seria uma aula p/ os nossos "comandantes" do esporte que eu amo e anda tão carente!!!

Anônimo disse...

Recentemente li um artigo sobre o Joe Gibbs, caramba o cara é foda, um daqueles poucos seres humanos que o que toca vira ouro! Fica a sugestão para um futuro post!
Abraço
Francisco M.

Rubens disse...

Gosto da Nascar! É no popular! Sem essa de fulano fazendo fita.

Acho que o formato de Oval é estranho apenas pq estamos acostumados com outra cultura, mas se olharmos bem, é o formato ideal para casar com o ambiente de Arena, povão, casa cheia.

Verde disse...

Tenho enorme curiosidade em assistir a duas corridas em especial. Uma delas, as 500 Milhas de Indianápolis. A outra, qualquer uma da NASCAR.

Porque gosto de ovais? Não só por isso. Embora seja um entusiasta do automobilismo "puro", aquele visto numa modesta corrida de Fórmula Ford em Thruxton, aplaudo de pé o modelo "espetacular" que os americanos adotaram para o automobilismo.

A filosofia é clara. Você pode até não gostar de automobilismo, mas achará o evento o máximo porque há muitas coisas para fazer: comer, beber, andar pelo autódromo, comprar, se divertir, assistir a várias atrações e até acompanhar uma corrida. Trata-se de algo feito não para meia dúzia de xeiques, mas para o espectador, ainda a pessoa mais importante para o esporte a motor.

Um exemplo? Que tal Kelly Clarkson e Seal juntos cantando Star-Spangled Banner enquanto um grupo de caças da Aeronáutica americana passa por cima do autódromo? Pode parecer até meio brega, mas dá para sentir daqui a emoção dos que estão no autódromo.

Você pode até não gostar dos EUA, mas deve reconhecer: os caras sabem fazer as coisas.

https://www.youtube.com/watch?v=Tgaq3L5HPXU

Ricardo Reno disse...

Os números são impressionantes, o campeonato é um sucesso, mas para mim é o tipo de prova que dá sono. Acho a Nascar, e suas intermináveis bandeiras amarelas, um porre.

TW disse...

Esses caras sabem mexer com grana. E que bela imagem de Bristol!
Impressiona de fato.

Carlos Del Valle / Podcast F1 Brasil disse...

Por isso seu blog é imperdível! Que foto absurda. Total respeito aos caras

Fabiani C Gargioni #27 disse...

O VERDE resumiu tudo em poucas linhaqs, concordo plenamente com ele!!!