quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Calouros

























Interessante a história da abertura da FIA para uma nova escuderia na Fórmula 1.

Você já sabia desde julho de 2012...

Clique aqui para lembrar.

Mas o que é necessário?

Mostrar capacidade técnica e de recursos.

Provar ser viável economicamente, ou seja, ter a parte financeira estruturada.

Contar com uma equipe técnica experiente.

E demonstrar que trará valor para a categoria.

Tudo isso detalhado no papel.

Sei que há interessados reais que fizeram sondagens no meio deste ano.

Vamos aguardar.

10 comentários:

Tiago Oliveira disse...

Será que a Marussia, Lotus e Caterham estarao lá no ano que vem?

Eu nao sou contra a historia de equipes satélites (estilo Toro Rosso) e que foi vetada em 2009.

Cristiano disse...

Aparentemente a disputa por uma vaga de equipe no grid é carta marcada? E seria uma vaga só, não pretendem fechar o grid de 26 carros?

David Félix Krapp disse...

Sera que o David Richards vem com a Aston Martin, ele era uma das equipes mas a FIA e o Max Mosley nao permitiram que eles entrassem em 2010, aposto que estariamo fazendo mais bonito que as tres novas que agora sao duas que parece que em um futuro proximo serao nenhuma...

maxwellman disse...

Fico pensando, se a Epsilon-Euskadi tivesse sido aceita em lugar de uma das nanicas, se ela ainda estaria aí no grid, já que a fábrica fechou com a crise espanhola.

RenatoS. disse...

Não seria um filial da Ferrari, aos moldes Toro Rosso?

CPA disse...

com a entrada dos motores V6, a equipa que entrar vai ser sem dúvida uma apoiada por um grande fabricante. ou mesmo um grande fabricante em nome próprio.

Anônimo disse...

** FOTO 1 **
Só poderia ser Espanha ou Bélgica em 1976... por causa da pintura, imaculadamente branca, da March de Hans-Joachim Stuck.

Encoberto pelo carro do alemão está a March de Arturo Merzario, e depois deles vem Jacky Ickx, numa Wolf-Williams FW05, e Ronnie Peterson, numa March.

Acontece que Ickx não se qualificou para o GP da Bélgica. A foto dever ser mesmo de Jarama, na Espanha.


** FOTOS 2 e 3 **

Ambas são de um GP do Canadá.

A primeira é de Mosport Park. Graham Hill pilotando a Lola T370 de sua própria equipe, a 'Embassy Racing with Graham Hill'

A segunda é de Montreal, já no 'Circuit Gilles Villeneuce'.
Roberto Pupo Moreno pilotando a Coloni C3 no GP de estréia do carro... segundo o próprio Moreno, a qualificação foi conseguida praticamente sem andar com o carro antes...

O lançamento do carro foi no pitlane de Montreal, no fim de semana do GP:
==>> http://formulatotal.files.wordpress.com/2009/11/coloni-c3-1989.jpg


um abraço,
Renato Breder

Anônimo disse...

Marcelo ao Renato Breder

Stuck, Merzario, Ickx e Peterson juntos em início de corrida em Jarama 76

Volta a volta do GP da Espanha 1976
http://www.statsf1.com/pt/1976/espagne/tour-par-tour.aspx

Anônimo disse...

Curiosidade eram as tomadas de ar dos 761 de Stuck e Merzário, se comparadas com as do carro do sueco. . .
Zé Maria

Emerson Fernando disse...

Será que Caterham e Marussia marcarão os primeiros pontos em 2014?