sábado, 7 de novembro de 2015

Números Massa
























Os números podem ser frios.

Manipulados.

E sem sentimentos.

No entanto de uma forma ou de outra eles nos contam uma história.

Ou revelam características.

E quase sempre um padrão.

Veja esses dois exemplos.

As pontuações de Felipe Massa nas últimas temporadas.

2010      144      
2011      118
2012      122
2013      112
2014      134  
2015      117 (até o GP do México)

Interessante a consistência.

Mesmo com a mudança de equipe, o brasileiro mantém um modo regular de
apresentar resultados.

Coincidência?

Outro exemplo curioso.

O aproveitamento dos pilotos ao largarem na pole position.

Repare na tabela abaixo (a partir do ano 2000).


























Entre outras coisas que poderíamos discutir aqui, chama atenção o performance
de Fernando Alonso.

(apesar do espanhol não ser bom em classificação)

Porém retornemos a Massa.

Note que é difícil ver o Felipe perder uma corrida quando larga na frente.

Os números sobre o aproveitamento do driver brazuca me parecem bons.

Num momento em que Massa fala em deixar a categoria máxima do automobilismo,
pode ser que ainda seja cedo.

Por que?

A razão é que as equipes levam em conta as estatísticas positivas.

Ponto é dinheiro, não custa lembrar.

Não sei.

Do jeito que é estável e muito guerreiro (característica dos últimos anos), Felipe ainda
pode continuar encontrando um (bom) lugar ao sol na Fórmula 1.

Pelo menos os números ajudam.

O futuro dirá.

5 comentários:

Anônimo disse...

Acho até mesmo que pra ele é difícil, a última corrida o Bottas foi muito melhor, e esta história de o Massa não se acostumar com o desgaste do pneu está ficando igual a da porca que ele tomou na cabeça. Qual será a causa da falta de perfomance depois da porca? O Massa de 2006-2008 era outro na minha opinião.

Se o cara é bom, se acostuma com o pneu e boa.

No entanto, vc está certo, que ele corra de F1 até se cansar pois é dos nossos sonhos!

Queira ou não para quem acompanha e gosta de F1, 2008 foi um dos melhores campeonatos! E o Massa proporcionou isso.

Abs Corradi

Renato Santos disse...

Massa era conhecido como o homem sem medo, mas era muito afobado, aprendeu a dosar-se.

David Félix Krapp disse...

Eu tb preferia o Massa de 2006 a 2008... era muito aguerrido e intenso... e uma pena que ninguem tenha apelado sobre o resultado do GP de Cingapura, se aquela corrida e cancelada ou desqualificada da pontuaçao teriamos Hamilton bi hoje o que eu creio que sem pachequismos seria o mais justo... de todos os pilotos brasileiros que passaram pela F1 nos anos 2000 o Massa era o unico que merecia um titulo...

E uma pena, como diz o Corradi no inicio, os numeros sao frios e nao consideram as manipulaçoes, so quem conhece e acompanha a historia pode testificar Massa como o legitimo campeao de 2008... pessoalmente eu o considero dessa forma...

politicamente_incorreto disse...

Massa é valorizado pelo mercado e ponto final. Pode não ser - e não é - um fora de série mas está aonde milhares queriam estar portanto é claro que tem o seu valor. A F-1 atual é que é dificil de engolir

Alex Couri disse...


Tem que deixar o pachequismo de lado e cair na real que o Brasil não tem piloto de verdade na F-1 desde que o Alonso dividiu a Ferrari com o Massacrado.. se contentou com os milhões e status de piloto da escuderia em questão.. enfim, tudo tem seu preço..