sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Menos Manor

























Retratos das pequenas.

Lucas di Grassi com a Virgin e Daniel Ricciardo com a HRT.

As menores possuem um papel importante na Fórmula 1.

Pelo menos eu penso assim.

Podem ser espaços para ideias inovadoras.

E portas de entrada para jovens pilotos poderem amadurecer seus talentos.

Outra vez temos uma escuderia menor em apuros.

A Manor está perto do fim.

Tipo assim, só um milagre salva.

Stephen Fitzpatrick (dono da equipe) já entregou a administração para
a FRP Advisory.

Uma empresa que presta serviços de reestruturação e insolvência e é
reconhecida como uma das maiores especialistas do Reino Unido na
área de recuperação empresarial.

Fitzpatrick afirmou que o destino da Manor foi selado no Brasil.

Os pontos conquistados por Felipe Nasr para a Sauber impediram que
Fitzpatrick continuasse a negociar a venda de sua escuderia.

A classificação final na décima posição era parte do acordo.

Fontes afirmam que alguns dos duzentos funcionários já buscam emprego
em outros lugares.

Apesar de já ter realizado o crash test da FIA, a Manor não teria condições de
participar dos testes de Barcelona e muito menos da abertura do campeonato
na Austrália.

O dinheiro acabou.

Uma pena.

Pois mesmo com os problemas, andando sempre atrás e as limitações, a maioria
dos  pilotos que estão fora da Fórmula 1 daria um olho para estar ali.

Pode ter certeza.


9 comentários:

maxwellman disse...

O jeito é Nars buscar uma vaga de 3º piloto e dar uma de Grosjean, voltando às categorias de base.

Jeferson Araujo Pereira disse...

Corradi:Tipo assim, só um milagre salva.

Se o Ron Dennis comprar a equipe, esse seria o milagre .Mas acho que esse boato dele estar interessado em comprar a Manor não passou de apenas isso: um boato.A Manor é pequena demais para o ego gigantesco dele.

No momento eu acredito que Felipe Massa está 99,9% confirmado na William (ainda falta o anúncio oficial). Portanto, tudo leva a crer que ainda teremos um brasileiro na F1 em 2017.Já em 2018....(?????)

Jeferson Araujo Pereira disse...

Apenas um sonho, nunca acontecerá, não está no regulamento, etc, mas sonhar é grátis: para ocupar as duas vagas da Manor, a Mercedes, a Red Bull e a Ferrari teriam 3 pilotos. Por que só as três? Porque eles têm dinheiro sobrando.Mas,como disse, é apenas um sonho.

Daylson Elder disse...

Como aqueles pontos conquistados pelo Nars fizeram uma grande diferença.
Depois que se nota a importância deles.

Anônimo disse...

Paradoxal!!!
os pontos de Nasr npara a Sauber no GP-Brasil, fizeram ele ficar sem a vaga na Sauber e sem a Manor na F1.

Cleiton
Concordia-SC

Jeferson Araujo Pereira disse...

Apenas uma curiosidade, um detalhe, uma "bobeira numérica": o número 2, que aparece duas vezes nesse fim da Manor.Os 2 pontos de Felipe Nasr e sua relação com os 200 funcionários da Manor que, no momento, estão desempregados. Isso poderia gerar até um manchete esquisita de jornal: 2 demite 200.

Danilo Candido disse...

Só abnegados se importam (ou ao menos sabem da "novela") com a busca de Felipe Nasr (Nasr, "Nasser", e não NARS...) por uma vaga. Tanto que a maioria nem sabe escrever corretamente o sobrenome do piloto...
E assim definha o automobilismo nacional.

Um abraço,
Danilo Candido.

Anônimo disse...

Tbm sonho com uma f1 com 3 carros por equipe. O papel das equipes pequenas (desenvolver tecnologis e dar espaco para jovens pilotos) estaria suprido? Acredito que não, mas ver um GP com 3 Ferrari, 3 Mercedes, 3 Williams, 3 Red Bull... seria interessante!!!

Cleiton

Dr. Fábio Leite disse...

E Corradi!
Boa tarde. Parabéns pelo blog excelente como sempre... mas me diz...
Este Tordo não pia não?
Como ficou a dança das cadeiras afinal?
Quem vai? Quem fica? E a volta do que não foi?

Abraços.