terça-feira, 27 de março de 2012

Vermelho & Azul





















Gosto dessas fotos de família.

Austrália. 1997.

6 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

pelo menos os pilotos da Lola apareceram na foto...

Danilo Candido disse...

Vamos à tradicional tentativa de identificação coletiva: De pé, no fundo (da esquerda para a direita): Irvine (contando alguma galhofa, e o Barrichello logo ao lado provavelmente acreditando), Magnussen (só na escuta), Coulthard, Hakkinem (ainda de "mullets", Ralf Schumacher, Fisichella, Rosset e Sospiri (maldita Mastercard, deu o cano...), no meio, de pé: Schumacher, Trulli, Katayama, Villeneuve, Frentzen, Nakano, Panis; sentados: Verstappen, Salo, Diniz, Hill (lágrimas ao lembrar de Hungaroring), Larini, Herbert, Berger e Alesi.

Um abraço,
Danilo Candido.

André Candreva disse...

Corradi,

predominância do azul mas o vermelho deu trabalho...

abs...

Rodrigo Keke disse...

Mika Hakkinen e David Coulthard em posição privilegiada, no alto, na parte central :). Torcia demais pra Mclaren naqueles dias...

fabio disse...

mas está todo mundo muito "certinho"...gosto das fotos em que estão misturados, sem a formação das duplas

Anônimo disse...

Sempre da esquerda para a direita...

* Em pé, fila de trás:
Eddie Irvine (ferrari), Rubnes Barrichello (Stewart), Jan Magnussen (Stewart), David Coulthard (McLaren), Mika Häkkinen (McLaren), Ralf Schumacher (Jordan), Giancarlo Fisichella (Jordan), Ricardo Rosset (Lola), Vincenzo Sospiri (Lola).

* Em pé, fila do meio:
Michael Schumacher (Ferrari), Jarno Trulli (Minardi), Ukyo Katayama (Minardi), Jacques Villeneuve (Williams), Heinz-Harald Frentzen (Williams), Shinji Nakano (Prost), Olivier Panis (Prost).

* Sentados, folgadamente:
Jos Verstappen (Tyrrell), Mika Salo (Tyrrell), Pedro Paulo Diniz (Arrows), Damon Hill (Arrows), Nicola Larini (Sauber), Johnny Herbert (Sauber), Gerhard Berger (Benetton) Jean Alesi (Benetton).


Como bem notou o Marcos Antonio, se demorassem para tirar a foto, Rosset e Sospiri não estariam aí...

um abraço,
Renato Breder