sábado, 31 de março de 2012

Vinho























Anos 70...

Fórmula 1.

Olhe a paredes.

O chão.

Você deixaria seu carro numa birosca assim?

Mas era acolhedora!

Repare no fundo a dupla tomando vinho.

Jogando conversa fora?

Não...

Fazendo planos.

Clique aqui .

9 comentários:

Speeder_76 disse...

Engraçado ver os mecânicos a repararem o motor flat-12 da Ferrari, com o Niki Lauda e o Luca di Montezemolo a discutirem descontraídamente sobre - provavelmente - o carro, a classificação, o campeonato ou outras trivialidades...

Anônimo disse...

Interessante também é o calçado dos mecânicos: sapatos comuns!

De cara, um motorzão 12 cilindros 'flat'... foto dos anos 70...
Dos 'bebedores de vinho', o da esquerda foi rapidamente identifocado: Niki Lauda.
Sendo assim, o da direita veio por tabela: Luca di Montezemolo.

Na lateral direita dos boxes, há o bico da Ferrari desnuda, ostentando o número 12. O ano é então 1974 ou 75.
Afirmo ainda que, pelo formato do bico, é de uma Ferrari 312B3/74.
Mas, como esse era o carro de 1974 e ainda correu nos 2 primeiros GPs de 1975, não dá pra eu dizer que ano é...

O volante também está despido... aliás, despido não... está normal... é um volante e não uma botoeira (ou joystick, se preferir)!

Acima do bico da Ferrari, na parede direita, parece que há um poster de alguma corrida de carros de turismo...

Talvez este tenha sido o primeiro de muitos anos em que a 'cúpula' da Scuderia Ferrari pôde concentrar seus esforços exclusivamente na F1...
Por isso, tinham tempo até para um vinhozinho...


um abraço,
Renato Breder

Anônimo disse...

Deve ser a "birosca" da Ferrari de Niki Lauda. Em 1974?
Mario

Anônimo disse...

Quem vê uma foto como essa deve pensar com certeza:

"Eu era feliz e não sabia. . ."

Bons tempos que infelizmente não voltarão jamais!!

Zé Maria

Joel Marcos Cesetti disse...

Os velhos tempos de garagistas.

walter disse...

Não sou saudosista, mas gosto de julgar: esse box dava gosto de ver. Peças, motores, suspensões. Os pilotos eram humanos... Não! Não eram humanos, eram super - homens, mas que agiam como humanos.
Não era chato ver isso. Muito ao contrário, foi vicieante e não me livro do vício até hoje.

Julgo a F1 de hoje uma chatisse, especialmente do ponto de vista tecnológico, e os pilotos de hoje são apenas humanos.

politicamente_incorreto disse...

Sou saudosista pra cacete, mas também acho que não precisava ser esculachado desse jeito, afinal era a categoria top do automobilismo. O que não quer dizer que gosto desse clima de centro cirúrgico de alto nível de hoje em dia.
Acho honestamente que um pouco melhor do que está na foto ficaria legal, mas hoje em dia é uma viadagem sem precedentes, provavelmente em pouco tempo só aceitarão mecânicos com pós graduação em neurocirurgia.
Quem inaugurou o estilo UTI na categoria foram os japas na Mclaren, se não me engano inauguraram a moda de pintar o chão dos boxes para transmitir clareza e limpeza ao local,mas hoje o misto de ambiente de filme ficção cientifica com centro de operações da NASA é ridículo, afinal são apenas carros. os melhores é verdade, mas apenas carros.

Rubem Rodriguez Gonzalez

TW disse...

Vendo tudo tão rústico e comparando com as instalações de hoje, até para a menor equipe do grid, nem parece que se trata da mesma categoria.

Até se trata, mas com muito mais dinheiro envolvido.

Yuri disse...

Sinceramente,eu acho meio sujo demais nessa foto.Hoje em dia não curto também.Se cair um pingo de suor do mecânico já tem outro passando cera de novo no carro.

Acho legal na Indy isso,pelo menos na prova aqui em São Paulo,geral fica em um galpão enorme,parece mais humano e não ficção cientifica. ( Não sei como é nas outras provas da categoria. )