domingo, 24 de junho de 2012

Up to date
























Bom dia a todos.

Estranho.

Não é a primeira vez que vi isso acontecer.

A vitória de Fernando Alonso estava escrita.

Sim.

Tudo conspirou para que ela acontecesse.

Quebras, acidentes, safety car...

Por que?

Simples.

Porque ele queria mais que os outros.

Repito: não é a primeira vez que vi isso acontecer.

Certa vez em Interlagos até um dilúvio caiu para favorecer um piloto.

O piloto favorecido também desejava mais o triunfo do que seus pares.

Sorte?

Seria um pensamento pequeno.

Na verdade esse tipo de gente consegue movimentar o mundo em torno de seus objetivos.

Por isso são os melhores.

E se tornam lendas.

7 comentários:

ALEX disse...

Ser campeão de F1 é para os excepcionais, ser BI para os fora de série e de TRI em diante para as lendas! Alguma dúvida sobre quem será próximo tricampeão mundial de fórmula 1?

Ron Groo disse...

Assino onde?
Me lembrei desta história de sorte e azar exatamente olhando a prova de Interlagos que você citou.
E mais, naquele dia, Ele deu um passão num tal Hill que deixou vermelho até o rei da Inglaterra.
Tiveram sorte, mas trabalharam muito.
Gênios.

Paulo Guima disse...

Excelente sacada! É isso mesmo! Parabéns pela análise!

Jobson disse...

Bravo!

zamborlini disse...

falou e disse!!!!!

Ricardo Piva disse...

PQP Corradi!! Foste muito bem nessa análise. A coisa é maior do que se pensa.

Mansur. disse...

E digo mais, se for campeão, e está guiando para isso, entra pra galeria dos maiores pilotos que já passaram pela F1, definitivamente. Esse Alonso lembra o Senna de 93, tá dando aula.