sexta-feira, 3 de agosto de 2012

IT




































Holanda. 1969.

Graham Hill e a Lotus.

9 comentários:

Cardozo disse...

Discos de freio com arrefecimento radial "on board".

Linda foto, Corradi!

André Candreva disse...

Corradi,

não seria #1 e a letra "T" indicaria "Teste"??

A foto é show!

abs...

Ernesto disse...

E o mais interessante desse carro é que era tração nas 4 rodas.

zamborlini disse...

o modelo clicado é a lotus 63.
mas hill correu com a 49B.
foto dos treinos, inclusive com o numeral 1T.

Marco Memoria disse...

É o obscuro Lotus 63, projeto não muito bem sucedido de Chapman tinha tração nas 4 rodas, participou apenas de 7 provas e foi abandonado. Graham Hill que ostenta o #1 por ter sido campeão no ano anterior treinou com este carro na Holanda, mas correu com o confiável 49B

Anônimo disse...

Corradi e André Candreva,

vou repetir aqui o comentário que eu fiz no "Por Dentro dos Boxes" do André...


Na temporada de 1969 da F1, vários carros 4x4 apareceram (http://8w.forix.com/4wd69.html).
O GP da Grã-Bretanha, então, registra o recorde de participações desses carros; ao todo quatro '4x4' estavam inscritos: Matra MS84, Lotus 63, McLaren M9A e... Cosworth F1-4WD(*)

(*) o nome do modelo não é muito certo. Já encontrei apenas "1", apenas "F1", apenas "4WD"...


O primeiro 4x4, que me lembro, apareceu em 1961 no GP da Grã-Bretanha.
Era o 'Ferguson P99 Climax 1.5 L4', foi pilotado por Jack Fairman. Stirling Moss deu um 'jeitinho' e pilotou o carro um pouco, apenas pra sentir a máquina (a pilotagem compartilhada já não valia na F1).

Outro foi o 'BRM P67 BRM P60 1.5 V8', de 1964. Foi projetado com vistas à temporada de 1966, que dobraria o volume dos motores. Um carro 4x4 aproveitaria melhor o aumento de potência dos novos motores.
Foi testado por Richard Attwood, inscrito no GP da Grã-Bretanha daquele ano. Não se qualificou. Sumiu depois disso.
Acabou sendo bem sucedido nas Subidas de Montanha (Hill-Climb), em 1968, nas mãos de Peter Westbury (com outra motorização).


Em 1969, pelos menos 3 equipes usaram carros 4x4 em corridas válidas pelo Mundial de F1: Matra, McLaren e Lotus.

- O modelo da Matra era o 'MS84'.
Jackie Stewart usou esse carro apenas nos treinos de 6 GPs daquele ano: Holanda, França, Grã-Bretanha, Alemanha, Itália e Estados Unidos.
No GP da Grã-Bretanha, Jean-Pierre Beltoise conduziu o MS84. E, nos GPs do Canadá, Estados Unidos e México, coube a Johnny Servoz-Gavin a condução, incluindo aí o único ponto conquistado por um carro 4x4 na F1: GP da Canadá.

- O modelo da Lotus era o '63'
Graham Hill usou o carro apenas em treinos (Holanda e Grã-Bretanha), assim como Jochen Rindt (Canadá).
As 5 participações de John Miles, naquela temporada, foram a bordo do '63' (França, Grã-Bretanha, Itália, Canadá e México).
Mario Andretti disputou 2 GPs naquele ano com o '63' (Alemanha e Estados Unidos).
No GP da Grã-Bretanha, Jo Bonnier também usou o '63', mas de sua equipe particular, a 'Ecurie Bonnier'.

- O modelo da McLaren era o 'M9A'
Teve uma participação única. Derek Bell no GP da Grã-Bretanha (foto do post).

- O quarto carro 4X4, não chegou a disputar um GP. Era um projeto de Mike Costin (o 'COS' de Cosworth).
Foi bastante testado por Trevor Taylor e inclusive pelo próprio Mike Costin. Estava insctrito para o GP da Grã-Bretanha de 1969, mas acabaram desistindo do projeto.
No entanto, o carro foi apresentado ao público em Silverstone, antes do GP.
Ficou conhecido como 'Cosworth F1-4WD' (http://8w.forix.com/4wd.html)


Em comun, nos quatro modelos 4x4 de 1969, o motor 'Ford Cosworth DFV 3.0 V8'.


um abraço,
Renato Breder

Anônimo disse...

complementando a info trazida por Breder: Andretti se estatelou com o 63 em N¨rburgring, logo no início da corrida, e uma roda de seu carro atingiu a McLaren de Vic Elford, que daí tambem perdeu controle, bateu e foi pro hospital com fratura em um ombro.

pelo q sei dois chassis foram construidos desse modelo: o q Andretti detonou na alemanha e um outro q veio a ser detonado muito tempo depois, no festival de goodwood em 2000, pelo seu proprietário-colecionador que acabou morrendo no acidente, inclusive levando consigo a vida de um fiscal de pista - desse acidente já vi o video no utube.

dizem era um carro muito difícil de pilotar.
mas acho belíssimo, e parece ter as linhas derivadas do 56, o primeiro turbina, o q correu em Indianápolis em 68.
a se notar o bico extremamente achatado, prenunciando a solu definitiva encontrada para o modelo seguinte, o famoso lotus 72, onde os radiadores foram deslocados para as laterais do carro.

Fernando

Anônimo disse...

Fernando,

o registro dos dois chassis do modelo '63' estão aqui:

1) http://www.oldracingcars.com/f1/car.php?CarID=63/1
2) http://www.oldracingcars.com/f1/car.php?CarID=63/2

Nos registros aparecem apenas as participações em corridas. Não constam treinos ou Festivais, como o de Goodwood 2000, que você citou.


um abraço,
Renato Breder

Anônimo disse...

oi Breder.

pois é, quando teve o acidente de Goodwwod, foi noticiado na imprensa especializada britanica que infelizmente o chassi remanescente do modelo 63 tinha ido pra cucuia.

mas anos depois vi um dos chassis num anuncio de leilão de carros antigos de corrida.
ou seja conseguiram reconstruir um dos dois, meu palpite é que tenha sido o do tal colecionador, que após sua morte teve sua coleção desfeita e leiloada - era um australiano que tinha vários carros importantes na história da equipe lotus.
o cara se chamavas john dawson-damer.
aqui o video do acidente:
http://www.youtube.com/watch?v=pjmBFoGxMUc

dizem que o infeliz justamente se atrapalhou quando pos o carro com duas rodas na grama e o sistema 4WD com seus ‘diferenciais diferentes‘ o fizeram perder o controle.
esse acidente provocou uma pequena mudança de regra no festival, que foi não mais se estabelecer oficialmente o mais rápido tempo da subida no percurso de pheasant hill (acho que é esse o nome da colina) durante o evento.
assim se preservou o caráter de exibição do evento, as máquinas, claro, e principalmente a segurança de público e voluntarios de pista - já que dois destes foram atingidos pelo carro, e um com certeza não sobreviveu.

abs
Fernando