sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Faltando



















E aí?

Alguém saberia dizer o nome dos 6 pilotos que trouxeram muitas alegrias para a
McLaren na Fórmula 1?

45 comentários:

Danilo Candido disse...

Denny Hulme (campeão pela equipe em 1967), Ayrton Senna (1988 e 1990 e 1991), Niki Lauda (1984), Keke Rosberg (não foi campeão pela equipe e tampouco fez algo de relevante), Alain rost (1985, 1986 e 1989) e James Hunt (1976).

Um abraço,
Danilo Candido.

Anônimo disse...

Vamos lá

Hulme

Senna

Lauda

Rosberg

Prost

Hunt

Abraço!

Mauro Santana
Curitiba-PR

Lauro disse...

Denis Hulme, Ayrton Senna, Niki Lauda, Keke Rosberg, Alain Prost e Stefan Johanson

Ricardo Reno disse...

Denny Hulme, Senna, Lauda, Rosberg e James Hunt.

Lauro disse...

Stefan Johansson não, James Hunt. Estava lembrando de Prost/Johansson e escrevi besteira antes.

Marques disse...

Emmerson Fittipaldi
James Hunt
Niki Lauda
Alain Prost
Ayrton Senna
Mika Hakkinnen

Lewis foi campeão também haha e está há apenas 1 vitória do Mika. Acho que quase cabe nesse rol também.

Blog do Júlio disse...

Acho que essa aí é molezita! Então vamos aos nomes (da esquerda pra direita, como num bom livro):

- Denny "Cara de Vovô" Hulme
- Ayrton "Só Interessa Vencer" Senna
- Niki "Chapeuzinho Vermelho" Lauda
- Keke "Sou Melhor que meu Filho" Rosberg
- Alain "Narigudo" Prost
- James "A Vida é Breve" Hunt

Acertei?

Mário Dos Martins Coelho Bessa disse...

Danny Hulme, Ayrton Senna, Niki Lauda, Keke Rosberg, Alain Prost e James Hunt!

Pedro Costa disse...

Campeões pela Mclaren:

Emerson Fittipaldi (1972)

James Hunt (1976)

Niki Lauda (1984)

Alain Prost (1985, 86, 89)

Ayrton Senna (1988, 90,91)

Mika Hakkinen (1998, 99)

Lewis Hamilton (2008)

Na foto deveriam estar Hakkinen no lugar de Hulme e Hamilton no lugar de Rosberg, o primeiro de todos também não está presente(Fittipaldi)

Um abraço.

Pedro Costa

Ricardo Soares disse...

Faltando...claro, Emerson Fittipaldi !!! Vamos lá, na ordem, Denny Hulme, Ayrton Senna, Niki Lauda, Keke Rosberg, Alain Prost e James Hunt !!!

Nelson disse...

Denis Hulme, Ayrton Senna, Niki Lauda, Keke Rosberg, Alain Prost e James Hunt.

Abraços,

Nelson

Anônimo disse...

Vamos "quantificar" essas alegrias, apresentando os números de cada piloto a partir da esquerda...

Denny Hulme (6 vit - 1 pol - 6 mel.vol - 174 pts - 86 GPs - 0 título), entre 1968-1974.
Ayrton Senna (35 vit - 46 pol - 12 mel.vol - 451 pts - 96 GPs - 3 títulos), entre 1988-1993.
Niki Lauda (8 vit - 0 pol - 8 mel.vol - 128 pts - 58 GPs - 1 título), entre 1982-1985.
Keke Rosberg (0 vit - 1 pol - 0 mel.vol - 22 pts - 16 GPs - 0 títulos), em 1986.
Alain Prost (30 vit - 10 pol - 24 mel.vol - 458,5 pts - 107 GPs - 3 títulos), em 1980 e entre 1984-1989.
James Hunt (9 vit - 14 pol - 5 mel.vol - 117 pts - 49 GPs - 1 título), entre 1976-1978


Computando as "alegrias" apenas desses 6 pilotos, temos:
McLAREN (88 vit - 63 pol - 53 mel.vol - 1350,5 pts - 8 títulos), entre 1968-1993.

Compare com o total de "alegrias" da McLaren para o mesmo período:
McLAREN (104 vit - 79 pol - 69 mel.vol - 1957,5 pts - 9 títulos), entre 1968-1993.



Se somarmos aos dados dos 6 pilotos acima os dados dos outros 3 pilotos campeões pela McLaren...

Emerson Fittipaldi (5 vit - 2 pol - 1 mel.vol - 100 pts - 28 GPs - 1 título), entre 1974-1975.
Mika Häkkinen (20 vit - 26 pol - 25 mel.vol - 407 pts - 131 GPs - 2 títulos), entre 1993-2001.
Lewis Hamiltob (19 vit - 22 pol - 11 mel.vol - 840 pts - 101 GPs - 1 título), entre 2007-2012 e ainda contando...

...teremos o seguinte resultado:
McLAREN (132 vit - 113 pol - 90 mel.vol - 2697,5 pts - 12 títulos), entre 1968-2012.

Compare com o total de "alegrias" da McLaren para o mesmo período:
McLAREN (178 vit - 150 pol - 150 mel.vol - 4837,5 pts - 12 títulos), entre 1968-2012.


Quanto pesa um campeão...

um abraço,
Renato Breder

PS: mas é muuuuuito número....

Anderson Lopes disse...

Bruce Mclaren
Ayrton Senna
Niki Lauda
Keke Rosberg
Alain Prost
James Hunt

Anderson Lopes disse...

Ressuscitei o Bruce!!! Hhauhauahuahau

TW disse...

A foto foi invertida: Na imagem aí em cima estão, da esquerda para a direita: Denny Hulme, Ayrton Senna, Niki Lauda, Kek Rosberg, Alain Prost e James Hunt.

Rafael de Paula Costa disse...

Denny Hulme, Ayrton Senna, Niki Lauda, Kek Rosberg, Alan Prost e James Hunt

Anônimo disse...

Faltando o Emerson, dono do primeiro título da McLaren. Não foi convidado?

Kleber

Paulo Heidenreich Jr disse...

Hulme, Senna, Lauda, Rosberg, Proste Hunt.. Que time heim.. Um abraço

Manuel disse...

Faltou EMERSON FITTIPALDI, Campeão Mundial em 1974 pela McLaren

Anônimo disse...

Brabham (?)
Senna
Lauda
Rosberg
Prost
Hunt

Anônimo disse...

hulme, senna, lauda, rosberg, prost e hunt ?

Anônimo disse...

Dennis Hulme, Ayrton Senna, Niki Lauda, Keke Rosberg, Alain Prost e James Hunt, no dia 29 de Maio de 1992, no Monaco, por ocasião dos 20 anos da Philip Morris como patrocinadora na Fórmula 1.

Mateus disse...

Ayrton Senna, Niki Lauda, Keke Rosberg, Alain Prost e James Hunt. O primeiro alí é que não sei...

Mateus disse...

Acho que é o Bruce Mclaren...

Anônimo disse...

Denny "The Bear" Hulme;
Ayrton Senna;
Andreas Nikolaus Lauda;
Keijo "Keke" Rosberg;
Alain Prost.

Hulme ganhou 1, Senna 3, Lauda 3, Rosberg 1 e Prost 4, portanto 12 "canecos' na foto. . .respeitável!

Zé Maria

Anônimo disse...

PS:

Faltou James Hunt, também 1, portanto são 13 os "canecos", embora Lauda tenha vencido 2 pela Ferrari, o único do Keke foi de Williams e o último do Prost também. . .

Zé Maria

Anônimo disse...

Hulme, Senna, Lauda, Rosberg (?), Prost e Hunt.

Walter disse...

Facil: Denny Hulme, Senna, Niki Lauda, Keke Rosberg, Alain Prost e James Hunt.

Treze campeonatos em uma foto.

Anônimo disse...

Hulme, Senna, Lauda, Rosberg, Prost e Hunt. Só faltou o Rato.

Joel Batata

marcello disse...

hulme, senna, lauda, rosberg, prost e hunt

Anônimo disse...

Hulme, Senna, Lauda, Rosberg, Prost e Hunt

Anônimo disse...

Denny Hulme, Ayrton Senna, Niki Lauda, Keke Rosberg, Alain Prost e James Hunt. É evidente que falta Bruce McLaren. Mas nessa foto, falta Emerson Fittipaldi.

Mario

politicamente_incorreto disse...

Só de pirraça também não digo o nome deles em boicote e "solidariedade" pela falta do mais importante piloto da maclaren.

Qual? ora bolas, o bandeirantes, o desbravador em todos os quadradantes do esporte automotor:

EMERSON FITTIPALDI.

Ele transformou a equipe Maclaren em equipe grande lhe dando o primeiro título. Como esse cara tem um "dom" natural para ser o pioneiro por onde passa, tudo que for F-1 passa no seu quintal. E portanto pela falta dele nessa foto não vou citar o nome dos outros.....


Rubem Rodriguez Gonzalez

Celso disse...

Hulme,Senna,Lauda,Rosberg,Prost e Hunt.

Anônimo disse...

Denny Hulme, Ayrton Senna, Niki Lauda, Keke Rosberg, Alain Prost e James Hunt.

Eduardo

Vinicius Netto disse...

O amigo politicamente_incorreto disse TUDO!

Falto o bandeirante-mor dessa história toda

Viva Emmo!!

Marques disse...

Haha entendi errado a pergunta.

fernando disse...

take it easy Rubem!

dessa vez acho que big boss Corradi aprontou uma quase-pegadinha com seus leitores: desconfio que a ocasião da foto não tinha a ver com a equipe McLaren, mas sim com o mega patrocinador Marlboro, de quem todos os da foto receberam algum salário nalgum ponto de suas carreiras profissionais.

hunt, lauda e prost ganharam campeonatos enquanto pilotos da mclaren-marlboro; rosberg foi da equipe em 85 e denny hulme foi companheiro de emerson no ano do titulo deste, 1974, que foi tambem o primeiro ano do paulistano E da própria marlboro naquela equipe.

e tenho o palpite que esse evento foi ainda em 1984, em Monaco, durante o GP, ou seja, ayrton senna ainda não tinha a ver com a mclaren mas já era patrocinado pela philip morris, tinha um pequeno logo de marlboro no macacão dele enquanto correu pela toleman.
ou seja, senna ainda nem tinha vencido sequer uma corrida e conseguiu ser convidado ‘de honra‘ para tal evento e sair na foto com os dinossauros, presentes e futuros.
d‘a pra ver que esse outro paulistano tambem não dava ponto sem nó, viu logo que somente por performance ele não chegaria aonde queria chegar, teria que criar habilidades politicas tambem.

foi na ocasião desse meeting que prost começou a perceber o tamanho da encrenca, quando descobriu que de algum modo senna tinha conseguido trocar de lugar seu nome na mesa do jantar de gala e se colocar ao lado de niki lauda (não sei se era pra ter sido o lugar de prost inicialmente, mas se for a história fica mais saborosa).
prost contou isso em sua autobiografia, e na época chegou a conclusão de que senaa ‘"era um arrivista" .

não tenho certeza se a foto é mesmo da tal ocasião, mas de todo modo serviu pra contar mais uma historinha de senna X prost...

PS: a se notar o mala do lauda sem black tie mas com boné de seu patrocinador pessoal, e hunt, o campeão mulherengo, cervejeiro e maconheiro com óculos de leitura pendurado no pescoço, very british.

Fernando Amaral

Anônimo disse...

Caro Fernando, já lá está atrás a resposta:
"29 de Maio de 1992, no Monaco, por ocasião dos 20 anos da Philip Morris como patrocinadora na Fórmula 1",

politicamente_incorreto disse...

Porra Fernando, porque vc pegou leve com o Hunt? cê acha que ele era só isso? rsrsrsrsr

Tenhoo uma teoria:
O Hunt e o Barry Sheene eram Jupterianos que foram infiltrados na terra para estudar o meio de transporte terrestre mais avançados sa época, em duas e quatro rodas.

Por não possuirem um aparelho digestivo desenvolvido como o nosso se alimentavam de alcool e substãncias químicas diversas, como também tinham muita sensibilidade a luz do sol preferiam a noite.

No início dos experimentos a que foram destinados receberam a missão de estudar a sexualidade dos humanos e se dedicaram com afinco a essa tarefa, provavelmente fazendo sexo até com koalas e ursos panda.

A missão do Hunt durou 46 anos terrestres e a do Sheene durou um pouco mais, se extendeu até os 53 anos.

Ambos foram repatriados a Júpiter aonde são tratados como heróis pela população. Ganharam de presente do governo central o satélite de europa em alusão e homenagem ao local aonde foram enviados. Consta que toda a superfície de europa , uma das luas de Júpiter está toda plantada com cana, cevada, malte, canabbis, fumo e outras substancias alcolóides que foram o seu sustento aqui na terra, é difícil se afastar de certos habitos alimentares...

Rubem Rodriguez Gonzalez

PS. Bem Fernando , essa é minha tese. mas nunca achei uma mais plausível ou fidedigna que essa....

Anônimo disse...

ah bem, foi mal não tinha lido seu comment antes; mas a história da ‘mexidinha‘ nos lugares `a mesa por senna deve ser verdadeira, eu apenas misturei as ocasiões, e a de 84 tambem pode ter sido um evento da phili[p morris.
puxa então pouco tempo depois dessa festa o hunt faleceu.

realmente a marca marlboro entrou na F1 em 1972, e conseguiram sua única vitória com a equipe BRM justamente em Monaco.
valeu
Fernando

Anônimo disse...

caro Rubem

sua tese é espetacularmente apropriada e, porque não, plausível!

sensacional a imagem da lua de Jupiter e seus habitantes de hábitos alimentares peculiares.

você por certo já conhece a história da farra dos dois juntos no hotel hilton de tóquio, apenas duas semanas antes da decisão do titulo da F1 em 76.
era o hotel usado pela british airways para hospedagem de seus tripulantes nas viagens ao oriente, e diz a lenda que os dois paparam trinta e tantas comissarias da companhia - lembrando que a estadia no hotel durou vários dias.

alem de uma natural inveja por essa grande facilidade em curtir o hedonismo na vida, admiro o hunt pois penso que pilotou muito forte e se arriscou tanto quanto o niki lauda naquela temporada de 76 - acontece que a corda arrebentou pro lado do austríaco.
tivesse hunt sofrido uma falha mecanica grave no seu M23, teria provavelmente tambem se arrebentado de um modo ou de outro (incendio ou fraturas, ou ainda pior, como perder a cabeça - vide koinnigg no glen-74).
e chances houveram, pois hunt pilotou tipo ‘balls on the wall‘ o tempo todo.
abraço
Fernando

politicamente_incorreto disse...

Fernando, acompanhei a temporada de 76 inteira. sem internet ou as facilidades de hoje. só as corridas que passavam na tv, jornais , a placar na terça feira e no sábado seguinte o Programa Gran Prix com O Fernando Calmon na extinta TV Tupi, das 12:00 as 12:30.
Lembro que a etapa da Austria foi sui generis: na Globo não passava aí fu procurar algum desneho do pica pau no seletor rotativo- aquele do tec-tec-tec que a maioria hoje em dia jamais soube que existiu - e a corrida estava sendo transmitida na Tupi, na maior!!! sem divulgação , sem porra nenhuma.....

Ainda fiquei puto com a Vitória do John Watson com a Penske-March, me questionava: por que toda as equipes pequenas conseguem bons desempenhos e vitórias e essa merda desse Copersucar não anda?

Mas voltando a temporada de 76 o Hunt pilotou o fino e se comportou como um veradeiro campeão, ainda teve tesão em 77 mas depois foi vencido pelas "atividades jupterianas" ao qual tinha sido designado....

Foi uma temporada fantástica, tirando o desempenho horroroso do Pace e do Emerson escolhi para torcer pelo Hunt para me "vingar" do titulo do Lauda em cima do Emerson no ano anterior. Coisas de criança.

E lebrar que em 76 era apenas a 6ª temporada completa do Emerson, fechou 75 05 temporadas completas com 70 largadas , 14 vitórias, 02 títulos e dois vices. curriculum igual até aquele momento inigualável, acho que só Vettel se aproxima ou se equipara a isso, a diferença é que o Emerson pilotava carros de ponta e com possibilidades de ganhar o campeonato com pelo menos mais uns 05 pilotos, o Vettel foi bi campeão com um carro de outro planeta e mesmo assim quase jogou o primeiro fora. Não dá nem para comparar.....

De quebra ainda acompanhei as naionais F VW 1600 e 1300 e F- Ford, Piquet Plácido Iglésias e Chateaubriand ( torcia para ele ,não me perguntem porquê)

Um abraço Fernando, e obrigado por me permitir expanar o cérebro e tirar a poeira desses fatos e acontecimentos que estavam arquivados aqui na cachola.


Rubem Rodriguez Gonzalez

Anônimo disse...

grande Rubem
agora sei porque eu não tenho lembrança alguma do GP em Zeltweg daquele ano - não passou na RG e não fiquei sabendo que tava lá na Tupi; era o GP que eu especialmente gostava de ver na TV, era uma ótima pista como sabemos.
tambem claro eu tinha simpatia pela McLaren e Hunt, por serem ingleses e por ter sido casa do emerson notitulo de 74 - e antes disso tinha admiração pela historia do criador da equipe, de quem ja conhecia brevemente a historia lida nalgum livro ou revista.
(nunca torci pela ferrari na F1, jamé)

o que mais me decepcionava, mais que o périplo da Copersucar, foi a Brabham ter abandonado a continuidade daquele maravilhoso e quase excelente BT44 para lançar um semipetroleiro sobre 4 rodas que jamais permitiu ao Carlos Pace lutar por uma misera primeira posição naquele ano.

tenho um livro que conta a história da equipeBrabham, e Gordon Murray conta que, a partir do momento que mr. E fechou o acordo com AlfaRomeo, vantajoso pra ele claro está, cessou todo trabalho de desenvolvimento do BT44B; segundo Murray tudo que fizeram na segunda metade 75 foi mudar as relações de marchas dos carros de um GP a outro.
foi esse o presentão que a besta daquele genial empresário nos deu, os fãs do Pace.
o unico ídolo de verdade que tive na F1 foi o Pace - nem mesmo o Emerson ,pra quem sempre torci, claro, mas o aspecto de underdog e a pilotagem espetacular do outro me ganharam.

com a morte do Pace e a continuidade da fraca mesmice da Copersucar aoesar do Emerson, em 77 passei a me interessar por outras atividades humanas e diminuiu o interesse pelas corridas em geral.

pô, eu tambem fui uma boa duzia de vezes a Interlagos nos anos70 - vi super-vê e f-ford lá, inclusive a corrida em que Piquet venceu o titulo nacional de 76.

grande abraço
Fernando Amaral

politicamente_incorreto disse...

PÔ Fernando, fico feliz em conversar em "dinassourês" com alguém e que ainda por cima tem gostos parecidos.

Já escrevi aqui - e mais de uma vez - que o único ídolo que tive foi o Pace, o resto é como você mesmo disse, torcida e admiração.

Mas ídolo só o Moco. tinha também uma admiração enorme pelo Chateaubriand que disputava a temporada de F VW 1600 pela equipe Brahma e a F- Ford também. Se não me engano ele disputou o título com o Amedeo Rossi e ganhou na ultima corridas das 08 do campeonato. torcia também para o Placido Iglésias que segundo soube faleceu a algum tempo atrás, assim como o Chateaubriand que também já faleceu.
A história do motor de navio que colocaram na Brabham tava na cara que era o uncle Ecclestone atrás de alguns caraminguás, o bicho bebia horrores, pesava toneladas e aquecia que era uma beleza, parecia fono de padaria. Uma lástima que o Pace conseguiu domar e desnevolver, aí veio o seu velho estigma de "sortudo" para botar tudo a perder.... histórias e mais histórias...


Rubem Rodriguez GOnzalez