quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Riqueza


























Bom dia a todos.

Toda a exuberância de Spa-Francorchamps.

7 comentários:

André Candreva disse...

Corradi,

ótimas imagens... toda a nostalgia de Spa-Francorchamps...

abs...

zamborlini disse...

parecem postais.
muito legal.

Cardozo disse...

O circuito fantástico. A cada volta, uma subida e descida de serra.

Podem imaginar uma coisa destas?

Abraço,

Peter

Luís Almeida, Portugal disse...

Lindo. Belas imagens.

Anônimo disse...

Dê um bom zoom na primeira foto e confira (hehehehe)...


Jochen Rindt (Lotus 'Gold Leaf' vermelha) largou melhor que os 'companheiros' de primeira fila e já lidera entrando na Eau Rouge..,
Chris Amon (March 'STP' vermelha) vem ao lado de Rindt e Jackie Stewart (March azul, da equipe Tyrrell) mais atrás.

Atrás deles, Jacky Ickx (Ferrari vermelha, claro!) está ladeado por Jack Brabham (Brabham nas cores nacionais australianas).

Na terceira fila, Pedro Rodriguez (BRM 'Yardley') largou melhor, deixando Rolf Stommelen (Brabham branca, lado interno da pista) e Ronnie Peterson (March amarela, que veio da quarta fila) para trás.

Ignazio Giunti (Ferrari), que estava na terceira fila, largou mal e 'embaralhou' o grid todo... ficou lá pra trás...

Atrás de Peterson, vem Jean-Pierre Beltoise (Matra azul), tendo a seu lado e um pouco atrás, Piers Courage (De Tomaso vermelha).

Jackie Oliver (BRM 'Yardley') veio por fora e, da penúltima fila, ganha muitas posições. A seu lado, e um pouquinho atrás, estão lado-a-lado Henri Pescarolo (Matra azul... largou em último!) e Jo Siffert (March 'STP' vermelha).

Seguindo Oliver, também por fora, vem Graham Hill (Lotus azul escuro, do 'Rob Walker Team'). Na mesma linha dele, mas do outro lado da pista, próximo ao final da mureta do pitlane, está o 'quase-estacionado' Giunti. E preso atrás dele, está John Miles (Lotus 'Gold Leaf' vermelha).

E, lá atrás, talvez pior que Giunti, está Derek Bell (Brabham do 'Tom Wheatcroft Racing'), talvez já enfrentando problemas na transmissão ou no câmbio... abandonou o GP depois de apenas uma volta por esses problemas...


E depois dessa prova, em 1970, Spa-Francorchamps voltou ao calendário da F1 apenas em 1983... 13 anos depois!!!
Um pecado, sacrilégio e outras coisas mais...



OBS: é claro que eu usei uma outra foto que tenho para identificar mais precisamente os carros...

um abraço,
Renato Breder

Anônimo disse...

E complementando o Breder (existe isso?!?!?!) o vencedor foi Pedro Rodriguez, de BRM P 153, zebra total e absoluta, acho até que foi a única dele , primeiro porque o mexicano mesmo sendo o rei dos esporte-protótipos nunca brilhou na F1 (que eu me lembre, ok!) e segundo que a BRM depois de uma temporada desastrosa em 1969, com os P 139, jamais poderia imaginar que em Spa/70 as coisas seriam diferentes. . .e como!!
Depois venceria também Áustria e Itália/71, com Siffert e Gethin, também única do britânico, sendo que o canto do cisne seria Mônaco/72, outra super-zebra com Beltoise, também primeira e única!!

Em resumo, a BRM foi a equipe das "primeiras e únicas' de uma pá de gente. . .

Zé Maria

Rodrigo Keke disse...

Zamborlini

Podem ser postais se tu quiser, basta imprimir no formato de um cartão. O cenário é um desbunde.