sábado, 26 de janeiro de 2013

Portimão























Acima uma bela imagem do Autódromo Internacional de Algarve em Portugal.

Correram boatos de que a Formula 1 poderia realizar uma prova aí.

E ainda nesta temporada.

Só por um milagre!

Falta estrutura na região e, o principal, dinheiro.

Tem jeito?

8 comentários:

Marcelonso disse...

Corradi,

Também não creio que aconteça. Sem estrutura e sem grana, não vai rolar.

abs

Rafael Schelb disse...

Pois é... É difícil. Mas se rolasse, ia ser muito bom, porque a pista é excelente...

Fernando Rhenius disse...

Infelizmente a pista de Algarve é muito "rápida" para os atuais padrões da F1, uma pena....

Roberto Taborda disse...

Impressionante como o traçado é irmão de Estoril e de Barcelona original...

Jobson disse...

Uma ótima oportunidade para a região se desenvolver, o circuito é muito bom!

Quanto mais corridas melhor!

TW disse...

A1Ring não conseguiu a vaga pela falta de estrutura ao redor também. Não deve passar da vontade, infelizmente. Seria bom ter a F1 de volta a Portugal.

Carlos Gil disse...

Roberto, a pista de Portimão só é parecida com a pista do Estoril num plano bidimensional, ou seja em fotos , Google Earth ou plantas de projecto.

Portimão e Estoril são bem diferentes quando se vai para o pavimento e se faz uma volta a cada um dos circuitos.
A pista de Portimão tem muito mais relevo no seu traçado sendo que o mesmo faz parte de várias das suas curvas, é um circuito que requer muito das balls... :D

Corradi, a foto é antiga, os equipamentos anexos e a sua envolvente estão muito diferentes agora.

Infraestruturas: hotéis, hospitais, acessos rodoviários, aeroporto, comunicações digitais é coisa que não falta no Algarve, e deixam vários dos seus concorrentes europeus bem mal na comparação, já para não falar do que acontece no GP da Coreia.

Dinheiro: esse falta mesmo, e quando é assim até a cor do céu é problema, e é daí que vem todo o bateboca acerca das limitações disto e daquilo...

CG

Mário Ferreira disse...

A região onde se situa o circuito é a principal zona turística de Portugal e uma das importantes da Europa - o Algarve.
Se há coisa que não falta no Algarve são hotéis para receber quem faz parte do "circo" da F1, assim como quem o segue.
A região tem sido a sede do WRC Rally de Portugal nos últimos anos, ou seja, as referências que o Algarve tem na FIA são as melhores.
O circuito é servido por autoestrada, directamente ligada ao Aeroporto Internacional de Faro (a uns 60 kms), a Sevilha e a Lisboa (a uns 200 km).
O circuito, ao nível de acessibilidades e infraestruturas, é muitíssimo superior ao circuito do Estoril, aliás como seria de esperar de circuitos construídos com quase 40 anos de diferença.
Quanto a dinheiro, o investimento é muito grande, mas com a sede de velocidade que existe em Portugal, pode compensar.

Parece-me difícil que haja investimento público para a realização de um evento destes, mas o que é certo é que o Autódromo Internacional do Algarve precisa deste tipo de provas para ser rentabilizado.