sábado, 9 de novembro de 2013

69


























Fórmula 1.

Temporada de 1969.

Um pouco de nostalgia hoje.

Nada muito diferente.


10 comentários:

Maxwell disse...

Não sabia que as empresas de Bruce Wayne já construíram um fórmula 1.

Fotos espetaculares, como sempre.

Abs

Danilo Candido disse...

Na última foto temos o Cosworth F1 4WD, projeto autônomo de Mike Coston e Keith Duckworth para um carro de tração integral. Infelizmente não vingou.

Um abreaço.
Danilo Candido

Anônimo disse...

Não sabia que tanque de guerra já tinha corrido na F-1?

Abs.

Rodrigo Medeiros

Anônimo disse...

E o nariz da 49 do Siffert então. . .
Alguém tem idéia do que houve
Abs.
Zé Maria

Jaime Boueri disse...

A primeira foto é sensacional!

Anônimo disse...

Essas experimentações na F1 fazem uma falta danada!!

Na última foto, o carro projetado por Robin Herd, que utilizava uma transmissão 4WD (ou 4x4, vai!) projetada por Keith Duckworth.
Essa transmissão era diferente da transmissão '4WD Ferguson' utilizada por todos os outros F1 4x4 da época.
Além disso, Duckworth produziu uma versão especial do 'célebre' motor DFV em magnésio, para equipar o carro.

Esse carro estava inscrito para o GP da Grã-Bretanha de 1969, e seria pilotado por Trevor Taylor (o piloto na foto do post).
Mas, nos testes visando o GP, Trevor Taylor e Mike Costin (que testaram o carro exaustivamente) detectaram um problema incontornável no projeto, que culminou com a desistência da participação no GP britânico.

Duckworth e Herd até conseguiram que Jackie Stewart andasse umas voltas com o carro e desse seu parecer sobre o problema. Com um parecer negativo do escocês, o projeto foi engavetado.

Robin Herd partiu para outra e se juntou a Max Mosley na formação da March Engineering.

Aqui, outras fotos do 'exótico' (e belo!) Cosworth F1 4WD... com variações na configuração (parece que em todas as fotos, é Mike Costin que está pilotando):

==>> http://www.boxthislap.com.au/blog/2012/April/Ugly%20F1%20noses/lotus63(2).jpg
==>> http://img161.imageshack.us/img161/7412/cosworth4wde02d57mx3.jpg
==>> http://img845.imageshack.us/img845/9205/scan048.jpg
==>> http://img462.imageshack.us/img462/9263/cosworth4wd2e03621rr7qi6.jpg
==>> http://i.imgur.com/CTw6u96.jpg
==>> http://i.imgur.com/GH0VxZT.jpg
==>> http://i296.photobucket.com/albums/mm197/MarkTurismo/Formula/cosworthawdf1.jpg

E aqui, um bom texto, com a história:
==>> http://8w.forix.com/4wd.html


um abraço,
Renato Breder

Mauricio de Freitas disse...

A 1° foto é espetacular com Jo Siffert.

Catanho disse...

Caraca, bom nasci dois anos depois e não tinha visto estes carros, olhando bem não posso mais falar aue os carros otoricos são feios, pois dá uma olha neste carro de duas asas muito feio. Mais valeu pelas fotos história é sempre história é acho super cabana, valeu mais uma vez seu post PARABÉNS

Juanh disse...

Gran temporada la de F1 de 1969.
Aquí el Matra de Stewart en el GP de Holanda:
http://juanhracingteam.blogspot.com.ar/2011/11/023-matra-ms80-ford.html
Y la Ferrari de Amon en el GP de Francia:
http://juanhracingteam.blogspot.com.ar/2012/03/073-ferrari-312-f1.html
Abrazos!

Anônimo disse...

Piers Courage com o Brabham (BT ?) que Frank Williams adquiriu de outro inglês que pretendia disputar a F5000 naquele ano de 69 mas q desistiu da empreitada; era o modelo mais recente da Brabham, e o tricampeão nao vendia a ninguém na F1 para nao ter q enfrentar concorrentes com a mesma arma que sua equipe.
obviamente nao desceu bem com Black Jack a presença de Williams com um modelo atual de sua fabrica - ainda mais com um bom piloto como Courage, que mesmo conseguiu um segundo lugar no resultado do GP de Mônaco daquela temporada, também assinalando novo recorde de volta para o circuito monegasco.
mais ainda, Jack Brabham teve q enfrentar diretamente Courage por boa parte da corrida em Watkins Glen, o britânico abusando de manobras defensivas - justamente algo pelo que o australiano tinha fama - para garantir o segundo lugar, novamente, ao final; Brabham chegou em quarto, e q ao final retornou ao paddock (um mero terreno de piso de terra, na verdade) dando pisadas no acelerador para abrir caminho dentre os muitos penetras e para externar sua raiva por ter de engolir a derrota para Courage.
--------------------------------------------------------------
na foto do post, Courage em Clermont-Ferrand, a sinuosa pista francesa situada ao redor de um vulcão extinto, onde Jochen Rindt sentiu enjôos, ainda consequência da concussão sofrida no acidente de Montjuich, então optando por nao utilizar o capacete de frente integral, q aliás detestava de todo modo, e pedindo emprestado a Courage o capacete de frente aberta, mas de pintura idêntica ao q se vê na foto acima.

Fernando