segunda-feira, 2 de junho de 2014

Rascunho
























Bruce McLaren.

A Escuderia fundada por Bruce pode estar abrindo um acordo de patrocínio
num modelo investidor.

Ou seja, o interessado (provavelmente um chinês) compra um pedaço da
equipe (10% ou 20%?) e ganha o direito de expor sua marca na carenagem.

Tipo isso.

Na India, Vijay Mallya (Force India) sofre ameaças de liquidação judicial de
sua empresa aérea.

Sobre Lewis Hamilton, de que adianta eu ser repetitivo?

Esperemos o fim do verão europeu...

Eu volto!

2 comentários:

Renato Santos disse...

Sobre ser repetitivoÇ O importante não é comunicar, o negócio é redundar! Abelardo Barbosa.

Fabrizio Salina disse...

Sei não, meu caro. Esse ano já é do Luiz Hamilton. Rosberg não é ruim, mas falta um "quê".