quarta-feira, 23 de julho de 2014

Rascunho - Mercedes & Lewis


































O lugar!

Está divertida essa discussão sobre para onde irão os pilotos.

A Mercedes conversa com o pai de Lewis Hamilton.

Você já leu isso por aqui.

Hamilton, pela pedida salarial, quer ser tratado como primeiro piloto.

A proposta ideal para o inglês?

Três temporadas -  2015 (25 milhões), 2016 (30 milhões) e 2017(35 milhões) -
mais uma opção (caso chegue ao título) para 2018 (40 milhões).

Valores em Euro.

Os alemães vão topar?

O que eu sei.

As conversas também foram abertas com Fernando Alonso.

E na Alemanha dão como certa a ida de Sebastian Vettel para a Mercedes ao
final da temporada que vem.

Sobre isso, uma notinha.

Dinheiro por dinheiro a proposta da McLaren para o multicampeão alemão é
muito (mas muito) maior.

Voltando.

Hamilton não está numa situação confortável.

Todo mundo descobriu em 2014 que Nico Rosberg dá conta do recado com
muita segurança.

Coisa que Mark Webber nunca fez na Red Bull, por exemplo.

E isso faz toda a diferença.

Fica a pergunta.

Por que gastar milhões com Lewis se a solução caseira está dando resultado?

Lembrando que Toto Wolff, um dos donos do Team Mercedes AMG F1,
controla a carreira de Valtteri Bottas.

Outra.

Uma dupla formada pelo finlandês da Williams e pelo filho de Keke Rosberg
faria tão pior assim que a (milionária) atual?

Digo que o motorista inglês e campeão de 2008 é um talento incontestável.

No entanto acho que deixou de ser indispensável.


10 comentários:

Renato Santos disse...

Estou ficando dependente destes rascunhos... grato, Corradi!

Renato Santos disse...

E aquela história de que se a Ferrari clssificar em 4º lugar no campeonato de construtores, o Alonso está livre para picar a mula?

Marques disse...

Como o próprio Lauda disse, o inglês trouxe velocidade ao time.. Se sair vai levar embora.. Um dado interessante é ver como estavam Mclaren e Mercedes anos atrás e como estão agora. Por óbvio, o piloto não é o principal responsável por isso, mas que ele tem sua participação tem. Rosberg é um outro Button, anotem.

Felipe disse...

Excelente reflexão Corradi. Concordo com vc. Abraço.

Marques disse...

Hahaha e sim, Bottas e Rosberg é muito (mas muito) pior que Hamilton e Rosberg. Bottas tem muito (mas muito) a que provar ainda.

Társio disse...

Corradi,

Sabe que eu não tinha pensado no Alonso na Mercedes? Já que o Lewis quer muita grana mesmo, melhor para a Mercedes ir no melhor de todos. Seria sensacional!

Agora a Mercedes com Rosberg, e ainda mais com Bottas teria o mesmo problema da Red Bull. Um ótimo piloto, mas que não encanta o público, não causa identificação como é o caso do Vettel. O Ricciardo só venceu uma corrida, e ele tem muito mais simpatia do publico do que o Vettel e seus recordes e titulos mundiais (na minha humilde opinião).

Caras como Alonso, Hamilton, Kimi e até o pobre Felipe Massa atraem mídia, atraem atenção. Caras como Rosberg, Bottas ou Vettel vencem sem que ninguém perceba.

A qual tipo será que o circo da F1 gosta (e paga) mais?

Abç
Tarsio

Fabio disse...

Lewis é talento, mas muito mal gerenciado fora das pistas, a grana tem que vir depois, antes tem mostrar que vale.
Rosberg é foco, trabalho, repetição, trabalho braçal, e entrega mais do que se espera. Torço por ele.

Alfredo Aguiar disse...

Corradi

O que eu acho é que o Hamilton fecha menos, a não ser que a McLaren ofereça mundos e fundos, muitos fundos e que vai ainda depender de como se desenrola o campeonato daqui pra frente. Ficarei surpreso se ver o espanhol na Mercedes, não que ele não queira ir, se vagar um banco no time Alemão ele senta sem pestanejar, ele tá cansado de saber que a ferrari com o monte-zé-mula não vai vencer um campeonato tão cedo, a não ser que: O Brawn aceite o cargo e possa mexer onde quiser. Difícil hem? Na fogueira de vaidades que é o time italiano. Na Mercedes ainda tem o problema de o time não ter acenado pro espano e do Lauda e o Wolf não serem do tipo que vão dar almofadinhas coloridas e contratar massagista especial pra ego de piloto mimado!!!

Anônimo disse...

Acho que a Mercedes vai ficar com a mesma dupla para 2015.

Mas se tivesse que apostar...

Mercedes.
Rosberg-Vettel

Ferrari.
Hamilton-Raikkonen

McLaren.
Alonso-Magnussen

Williams.
Massa-Bottas

Red Bull.
Ricciardo-???

Force India.
Hulkenberg-Perez

Lotus.
Maldonado-???

Se Hamilton não ficar na Mercedes,vai para Ferrari ou volta pra McLaren.

Se voltar,Alonso permanece em Maranello.

Não feço ideia de que pega a vaga que Vettel deve deixaria na Red Bull...

Arthur Simoes

Unknown disse...

Hamilton teve problemas mecânicos em três corridas, sendo que em duas resultaram em abandonos. Rosberg, apenas uma.

Para mim, a grande questão é como o Hamilton lida com seus problemas. Faz de uma briga interna uma crise externa, podendo desestabilizar a equipe inteira. Qual a relação custo-benefício do inglês? Aqui mora o X da questão.