segunda-feira, 7 de março de 2016

Simulação



A proteção Halo em Spa-Francorchamps (Eau Rouge) e nas ruas de Mônaco.

11 comentários:

João Oliveira disse...

não dá para ver a primeira perna da Eau Rouge e toda subida em montecarlo !!!!

essa simulação já definiu sobre a existencia desse halo.... engavetado !!!

tragam o proximo modelo !!

Marcello disse...

Tenho minhas dúvidas em relação a fidelidade à realidade desse vídeo. Não me parece viável seguir com essa redução de visibilidade.

Marcelo Mason disse...

Meu Deus! Sem noção... Muito ruim...

Mauricio Morais disse...

É...nada feito Sir!

David Félix Krapp disse...

Cara o negócio é feio de doer...

E não adianta, vai atrapalhar a visão do piloto... imagina essa parada na chuva... a verdade é que... hoje com os bicos/carros altos e a proteção em volta do cockpit a visão do piloto já é bem limitada... se colocar esse negócio aí eu honestamente não sei como os caras vão fazer...

Vai ser tipo avião e pilotar apenas com radares ?

Fora que eu ainda acho que esse negocio, se implantado, vai acabar matando alguém... eu sei que dizem que é indestrutível, super resistente e todos os adjetivos desse tipo... mas diziam a mesma coisa no passado com relação a um bocado de equipamentos na F1 e mesmo assim morreu o Senna, o Bianchi, teve o acidente do Massa...

Não adianta, todo esporte apresenta um certo nível de risco ao praticante... esse é o risco da F1, por ser uma categoria Open Wheel e de cockpit aberto... acho que se for pra proteger o cokcpit e fechar o troço, junta logo com WEC e pronto... os carros já tem que ter motores que duram uma eternidade mesmo...

Eu sei que é por segurança, mas os pilotos estavam bem conscientes do risco quando decidiram seguir essa carreira... chorar agora depois de super licença já tirada é muito mimimi...

E Corradi, se isso for implantado mesmo eu desisto da F1, é muita feiura... eu comecei assistir F1 nos anos 80, quando ela era o ápice da tecnologia automobilística, com carros lindíssimos, pinturas incríveis, desde então até na aparencia a F1 vem decaindo... primeiro foi o bico tubarão que eu nunca achei bonito, mas também não era horrível... aí veio 2009 e os carros de F1 pareciam de F3 com asas traseiras minúsculas e dianteiras enormes, eu ainda resisti... aí veio o bico degrau !!! uma das coisas mais absurdas, mas eu fui fiel... o halo não dá cara... o halo é o ralo... finito... desisto...

Anônimo disse...

"...era o ápice da tecnologia automobilística, com carros lindíssimos, pinturas incríveis, desde então até na aparencia a F1 vem decaindo... primeiro foi o bico tubarão que eu nunca achei bonito, mas também não era horrível... aí veio 2009 e os carros de F1 pareciam de F3 com asas traseiras minúsculas e dianteiras enormes, eu ainda resisti... aí veio o bico degrau !!! uma das coisas mais absurdas, mas eu fui fiel... o halo não dá cara... o halo é o ralo... finito... desisto..."

(2)

Disse tudo.
Muito obrigado.

Arthur Simões

Ron Groo disse...

é feio, lembra um chinelão havaiana e aparentemente não é lá estas coisas na segurança.
Henry Surtees teria sido acertado da mesma forma, Massa também.
E não teria feito nenhum tipo de efeito no acidente do Jules.

Ricardo disse...

E a F1 entrou pelo halo...

Daniel Chagas disse...

Sinceramente, não dá para colocar esse troço nos carros! Pelo que vi no vídeo atrapalha a visão do piloto em alguns momentos. Não é possível que não haja outra opção melhor do que desse Halo!

Humberto Corradi disse...

Ricardo disse...
E a F1 entrou pelo halo...

Boa!

Felipe disse...

Mais uma ideia de débil mental:
Evita que uma roda bata na cabeça do piloto e protege contra eventuais batidas entre dois ou mais carros (Alonso, 2012, Spa e Raikkonen, 2015, Austria), mas em compensação tira 30% da visão do piloto sobre a pista, não evita uma mola ou detritos de um carro acertar a cabeça de um piloto. Ou seja, inviável!

Ou cobre inteiro como se fosse um LMP1 ou deixa aberto, ao invés desse lixo chamado Halo.