quarta-feira, 27 de julho de 2016

Aquário
























A Fórmula 1 debaixo d'água.

Ensaio.

11 comentários:

Jeferson Araújo Pereira disse...

Toda vez que assisto uma corrida com MUITA chuva, fica a dúvida: sabemos que uma boa parte da água fica retida no macacão.Mas e a água que fica dentro do cockpit? Existe algum "mecanismo" para fazer essa água desparecer? Ela escorre para debaixo do carro? Existe um "secador" dentro do carro? Alguma coisa é feita pois, suponho, se não for retirada, a água da chuva deve influir na pesagem do carro.

Ou...Ou não!Pode ser que mesmo com chuva bastante intensa o carro "retenha" pouca água e isso não influa no peso.Sabemos que o espaço para esse "armazenamento" de água é pequeno.Enfim: dúvidas.

Danilo Silva disse...

Deve ter furinhos.

Danilo Candido disse...

Toda vez que assisto uma corrida com MUITA OU POUCA chuva, fica a dúvida: largarão com safety car ??? De novo ????

franklin disse...

uma vez o barrichello disse que por causa da velocidade praticamente nao entra agua no maximo eles ficao umidos

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Danny Pinto disse...

Ótima colocação do Danilo. E arrisco aqui a perguntar: quem se lembra da última vez que a F1 largou parada em uma corrida com chuva???
Pois é..nem eu me lembro.
Como eu sempre digo: a F1 tá "fresca" demais !!!

Leandro Legal disse...

Apenas gostaria de registrar aqui minha opinião de que não gosto de largadas na F1 com Safety Car, quando a pista está molhada. É menos divertido e deixa a corrida mais burocrática.

Danny Pinto disse...

Salientando o que o Leandro falou, parece que existe uma discussão para que se mude o esquema: entrou o SC a relargada passaria a ser parada..

Daylson Elder disse...

Eu também prefiro sem parada e ja largar assim no embalo.Fica mais emocionante ver a hora que o carro que lidera vai avançar.Ele pode colocar tudo a perder se dizer até mesmo em curva errada.Da maneira tradicional é bem mais legal.

Eduardo Sacramento disse...

O Adauto, em seu site, explicou o motivo de não ter ocorrido mais corridas com chuva extrema, ficando atrás do safety car. Quando finalizam o treino classificatório, os carros são recolhidos para um pátio, não podendo mais serem ajustados. Se chover muito neste intervalo e antes era outro setup, eles irão correr com setup despreparado para pista muito molhada (carros mais altos). Para minimizar os riscos, largam atrás do safety car e este entra logo que a chuva fica mais forte.
Antigamente, se tinha o warm-up para configurar um setup de corrida. Essa é a diferença.

Também criticava a intervenção do safety car sempre que chove, que era frescura, mas agora entendo o motivo. Podem levar pra frente a idéia da primeira largada ser parada após voltas atrás do safety car.

Danny Pinto disse...

Entendi Eduardo.. Mas continuo achando um banho de água fria isso (literalmente rs).
Vide Silverstone que nem chovendo estava..
Por mais que não se tenha o setup correto, os carros são tão seguros hoje em dia.. Sei lá, ainda acho frescura rs
A F1 não passa mais a imagem de desafio extremo. Essa é a opinião dos próprios pilotos. E isso não significa correr riscos, longe disso. O que se poderia era parar com certas atitudes que chegam a desmoralizar a própria categoria. Exemplo: todo mundo sabe que o "tempo só vem" quando se abusa das zebras.. Aí vem uma regra é proíbe ultrapassá-las. Ora, coloca brita e tira essas áreas de escape ridículas de asfalto pintado, que acaba por beneficiar barbeiragens..
A F1 poderia simplificar tanta coisa..