segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Clipping
















































A Fórmula 1 vai para as mãos dos americanos.

A CVC Capital de Donald Mackenzie passará o controle para a Liberty Global
de John Malone.

E Bernie Ecclestone?

Acho que continuará.

Penso que a mão dele esteve conduzindo essa mudança desde o princípio.

De qualquer maneira, Ecclestone possui 5,2% dos direitos da categoria máxima
do automobilismo.

Além disso, a Bambino Holding (empresa de sua ex-mulher e filhas) detém 8,2%.

Sergio Perez.

O mexicano declarou outro dia a respeito de seu futuro:

"Parece que o que vai acontecer é o que eu sempre quis, por isso estou muito feliz
por isso."

Então é o que ele sempre quis.

Olhando o cenário qualquer um diria que ele vai desembarcar num time de fábrica.

Pela lógica, a Renault.

Aí o Eddie Jordan joga que Perez deverá ficar na Force India.

É isso que ele sempre desejou??

Ron Dennis arrumou uma maneira de retirar Button e ainda impedir que ele fosse
para a Williams.

Stoffel Vandoorne assume a titularidade em 2017 e Jenson fica com a parte do
desenvolvimento do carro.

Reserva.

Um plano B para o caso de Fernando Alonso abandonar o barco.

Realmente Ferdi me parece doente com a performance da McLaren.

A Ferrari continuará seus testes com a Pirelli em Barcelona.

Vettel e Raikkonen estarão presentes.

Pela Mercedes quem vai guiar é Pascal Wehrlein em Paul Ricard, circuito que
pertence a Bernie Ecclestone.

Interessante.

Marcus Ericsson, Kevin Magnussen e Felipe Nasr (nesta ordem) são os pilotos
que mais ganharam posições nesta temporada.

Romain Grosjean espera pela confirmação de quem será seu companheiro na
Haas na próxima temporada.

Três linhas.

Toto Wolff quer ajudar a Manor.

Ao mesmo tempo quer determinar a escalação da time.

Stephen Fitzpatrick poderia vender sua escuderia para o dono da equipe Mercedes.

É isso.

Olhando toda a movimentação até aqui, pode ser que a coisa não
fique ruim para Felipe Nasr.

Não estou mais sozinho, grandes jornalistas já citam Lance Stroll.

Por fim.

Ninguém pode errar.













12 comentários:

Gabriel Pereira disse...

Meu caríssimo CORRADI
Sou um grande admirados desse Blog mas dessa vez você errou feio.
Cravou Button na Williams e errou.
Cravou Perez na Renault e errou.
Cravou Kimi fora da Ferrari e errou.
Vamos ver se você acerta o Ocon na Renault e o Stroll na Williams.
Normal,essas coisas acontecem.
Meu palpite é o do Nasr na Hass.Não me pergunte o porquê, é FEELING.
Um grande Abraço.

Ricardo disse...

Esse ninguém pode errar vale mais para Nico do que para Hamilton. Nico é aquele que aproveita, e muito bem, as oportunidades que a Fortuna lhe dá. Hamilton não precisa contar com a sorte. A não ser que aconteça um hecatombe nuclear, venha outro dilúvio ou formos invadidos por alienígenas, Hamilton vai dar xeque mate em poucos lances.

Carlos disse...

Também esta incluindo a FIA errou bastante em cima do Nico e carimbou e colocou as mãos da cabeça do Hamilton.

Tardellisanches Sanches disse...

Conradi boa noite,
Alguns detalhes dessa decisao do massa de parar?tinha alguma proposta pelo menos das pequenas?ou ele sentiu que ja na acelera como antes?axei estranho o massa tem valor tecnico,button se nao fosse a braw nunk seria nada demais,conte me algo ...

Jaime disse...

E aí, Corradi!
Tô curioso para ver a McLaren em 2017. Já pensou se o novato Vandoorne começa a dar calor no Alonso? Fantasmas de dez anos atrás voltariam a atormentar o espanhol...

Jeferson Araujo Pereira disse...

CORRADI: "Ninguém pode errar".

Hamilton não errou na largada.A Mercedes já declarou que o problema foi o software da embreagem que deu pau.

Fico imaginando como deve ser "difícil" ser Nico Rosberg.Em 2017, ele, o Mark Webber da Mercedes,sem nenhum título, estará correndo ao lado de um tetra-campeão.Nico já e milionário e não precisa passar por esse vexame...

Jeferson Araujo Pereira disse...

Sejamos sinceros: Sergio Perez é burro? Acho que não.Insistir em ficar o resto da vida na Force India é aceitar o fato de que NUNCA será campeão mundial.Na Renault essa possibilidade é pequena,mas existe: mesmo que demore uns cinco anos.

No quesito $$$$$$$$: o que a Renault tem pra gastar nos carros deve ser, no mínimo, dez vezes mais do que a Force India tem no caixa.Se é que a Force India vai estar no grid nos próximos cinco anos...

Unknown disse...

Problema no software da embreagem... por essas e outras pataquadas tecnológicas a F1 vai perdendo a graça, tomate que esse novo investidor mude a visão...

Humberto Corradi disse...

"'Nunca iremos culpar ninguém. Eu nunca vou permitir que alguém seja responsabilizado. Não é culpa do piloto. Não é culpa do engenheiro. Ninguém é culpado. "

Toto Wolff

Humberto Corradi disse...

Tardellisanches Sanches

Massa tinha um opção na Sauber. Mas como muitos comentaram, neste caso seria melhor parar (pensamento dele).

Sem opção na Renault e na Williams (apesar de ter tentado).

Valeu

TheRavenno disse...

E esse caso do Button hein?
Deu a entender que ele e o Vandoorne irão dividir o carro.

Marcos José disse...

Foi confirmado a compra da parte das ações da F1 que pertenciam a CVC Capital pela Liberty Global!! A Force India poderá ser comprada por Carlos Slim (daí a não confirmação de Sergio Perez na Renault por enquanto)...mas o mexicano dono da Telmex nega que comprará a equipe indiana (dizem que a compra da equipe indiana poderá ser anunciada perto do GP de Cingapura...veremos o que acontece)!! Especulações ligam os nomes de Sergio Perez e Valtteri Bottas à Renault e o anúncio oficial pela equipe francesa,será na semana do GP em Cingapura. Se a confirmação da Renault for mesma concretizada com Sergio Perez e Valtteri Bottas; Felipe Nasr poderá conseguir uma vaga na Williams (e correrá ao lado de Lance Stroll) e Pascal Wehrlein (ou Esteban Ocon) poderá substituir Sergio Perez na Force India. Kevin Magnussen também poderá aparecer na Manor, envolvido numa troca com o Esteban Ocon com a Renault também. Acho que a McLaren "segurou" Jenson Button no caso de Fernando Alonso "abandonar" a equipe inglesa no caso do MP4-32 não for competitivo na pre-temporada de 2017. E pra terminar...não ficarei surpreso se a Renault anunciar Felipe Nasr e Carlos Sainz Jr (com Pierre Gasly assumindo o seu lugar na Toro Rosso e tendo como companheiro na equipe italiana, Daniil Kvyat) pra 2017!!