sexta-feira, 3 de março de 2017

Testes Barcelona (4)


























O último dia da primeira etapa de testes foi sobre a água.

Pelo menos na maioria do tempo.

Muito atípico.

Mas serviu para a Pirelli dizer que mudará o seu composto de chuva.

A novidade estará disponível quando a categoria máxima do automobilismo
desembarcar na China.

Um resumo.

Mercedes e Ferrari foram as mais sólidas.

A Red Bull parece esconder algo.

Verstappen declarou que em momento algum houve preocupação com
aceleração final.

Todos aguardam que Newey apresente suas armas na semana que vem.

Espera-se que a unidade Tag Heuer empurre.

Falando nisso, a Renault pensa em derrotar a Force India.

Missão difícil.

Haas e Sauber fizeram bonito.

A primeira possui muitas semelhanças com a máquina da Scuderia Italiana.

A genética explica essas coisas.

Já a Sauber pode acelerar sem dó.

É a vantagem de se ter um motor experimentado da temporada passada.

Mesmo sem lugar no grid, Antonio Giovanazzi (Sauber) e Alfonso Celis Jr.
(ou Fonz - Force India) andaram muito!

Uma oportunidade de ouro.

Vale dizer que o substituto de Wehrlein causou boa impressão.

A Williams andou pouco.

Os acidentes de Lance Stroll causaram as interrupções imprevistas.

Calma com o Rookie.

Estamos nos testes.

Porém.

Se a coisa se tornar rotina nas primeiras qualificações e corridas...

A Honda pede paciência.

O objetivo ainda é alcançar os primeiros lugares.

(acredite, palavras de Hasegawa)

Alonso (desesperado, triste, decepcionado?) só deve achar consolo
na conta bancária.

Daqui uns dias todos voltam para os detalhes finais.

Aí poderemos ver um pouco da verdade.

Enquanto isso, em Abu Dhabi, a Prema fazia seus experimentos para
a GP2.

Com cores e formas muito interessantes.








4 comentários:

Renato Santos disse...

Grande Corradi! Obrigado pelo update na madrugada!

Anônimo disse...

Minha opinião é que teremos brigas pelas vitórias entre as três grandes. Ontem vi um vídeo dos testes em Barcelona, mostrando uma parte bem sinuosa da pista, com Raikkonen ao volante. Sinceramente, fiquei bem animado. O finlandês mergulhava nas curvas de baixa, atacando as curvas, como há muito tempo não se via. Acho que os macarrões acertaram a mão nesse ano. Esperar pra ver...

Jakson Gomes

Jeferson Araujo Pereira disse...

Haseguawa: "O objetivo ainda é alcançar os primeiros lugares".

Eu posso explicar essa declaração.Nove equipes estão vivendo em um mundo real, em março de 2017.Haseguawa e a Honda estão vivendo em um universo paralelo, nos anos em que Senna e Prost eram os pilotos da McLaren.

McLaren: quando um carro não é bem nascido, a tendência é o fundo do pelotão o ano todo.Fundão mesmo: a Sauber está bem melhor que a McLata, apesar da asa dianteira ser a mais bela de 2017.

Alonso é milionário há muito tempo e já comprou tudo o que ele queria: como é que um cara bicampeão consegue suportar tanta mediocridade? Como é que o ego dele consegue suportar o tetra do Vettel e o tri do Hamilton?

Daylson Elder disse...

Tenho muita pena do Alonso.
O cara tem fibra.