quinta-feira, 22 de março de 2012

Capacete






























Bom dia a todos.

O piloto italiano Ivan Capelli.

Österreichring. 1987.

9 comentários:

Anônimo disse...

Bom piloto.
Surpreendeu com a March 88 (by Adrian Newey) em algumas corridas, mas a máquina só andava bem em pistas lisas como tapete.

Sobre Newey:
" Vale cada centavo dos cerca de R$ 22 milhões que recebe por temporada - salário que só seria menor que o do espanhol Fernando Alonso e o do alemão Michael Schumacher.

Curiosamente, apesar da fama e de toda a tecnologia disponível atualmente, o gênio da engenharia ainda trabalha como em 1980, quando começou sua carreira na equipe Fittipaldi, dos irmãos Wilson e Emerson. Em tempos de supercomputadores, Newey ainda desenvolve seus projetos revolucionários com um lápis e um pedaço de papel.

“Ele é meio que um dinossauro, porque é a única pessoa da Red Bull que não sabe usar o computador. Ele trabalha em um pedaço de papel, na única mesa de desenho que temos na fábrica. As pessoas costumam usar a palavra ‘gênio’. Ele está sempre um mês na nossa frente, e cabe ao resto do pessoal da fábrica tentar alcançá-lo”, diz o chefe da Red Bull, Christian Horner, em entrevista ao site da equipe. "

Abç,
Emerson Fernando

Danilo Candido disse...

A Ferrari arrancou essas orelhas (literalmente) em 1992...

Um abraço,
Danilo Candido.

Marcelonso disse...

Corradi

Faz tempo que não vemos um sujeito bem humorado na categoria...


abs

Anônimo disse...

Quase que o nariz dele nao deixa fechar a viseira .... Kkkk

Yuri disse...

Ele fez o GP com a orelha? o.o

Não né?

Anônimo disse...

Mais um 'detalhe' aerodinâmico do Adrian Newey? Ou, em 1988, esse detalhe foi eliminado pelo projetista?

Emerson Fernando,

"Em tempos de supercomputadores..."

As máquinas são apenas rápidas... não têm criatividade alguma.... não entendem coisa alguma de qualquer assunto...

um abraço,
Renato Breder

Ron Groo disse...

Sensacional... O casco ficou muito legal.

Marcos Antônio Filho disse...

hahahahaahah boa! O Capelli era palhaço mesmo. Pena que não era lá essas coisas, se não fosse a March do Newey...

Roberto Taborda disse...

e mesmo assim, não escapou da pequena e inexpressiva batida da largada huahsaushaush