sexta-feira, 30 de março de 2012

Serpentes






















O piloto francês Jean-Pierre Jarier na temporada de 1983 da Fórmula 1.

Durante a etapa de Ímola aconteceu uma história curiosa.

Jarier disputava posição com a McLaren de John Watson.

E num erro acabou passeando fora pista.

Poucas voltas depois ele parou no box da Ligier.

O motor estava superaquecido.

A equipe francesa descobriu que o radiador estava vazando.

- Uma escapada? - perguntou um mecânico.

Jarier se fez de desentendido e disse que não sabia o que havia acontecido.

Já dentro do motorhome, o piloto francês tomou um susto com a entrada inesperada
de Guy Ligier.

Aos berros, o dono da equipe perguntou:

- Jarier, você não disse que não havia saído da pista?

- É.

Ligier então jogou uma serpente em cima da mesa.

- Olha o que estava nos pedais do seu carro...

11 comentários:

TW disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

era a telemetria de antes!

Daniel Médici disse...

Gente... que bizarro!

fernando disse...

essa foi boa.
tem outra história de serpente em Imola, mas não na pista: um dos jornalistas brasileiros viu uma atravessando seu caminho a pé para o circuito, um dia antes da morte do Senna; o jornalista especulava se não teria significado um presságio do acontecimento (foi o Oricchio ou o Gomes, ambos escreveram crônicas sobre aquele weekend).

Anônimo disse...

Não entendi....
A serpente picou o Jarier e morreu?

)hehehehehehe)


um abraço,
Renato Breder

Danilo Candido disse...

Breder,

Coitado do Jarier, ele não deveria ser tão ruim assim, kkk...

Um abraço,
Danilo Candido.

Anônimo disse...

Atrás do sepentoso vem a Renault de Cheever.
O americano terminou o ano com menos da metade dos pontos do seu companheiro Alain Prost.
Já a Ligier, mesmo com um "cobra" no volante não marcou nenhum ponto em 1983

Abç,
Emerson Fernando

Verde disse...

Diz a lenda que Enna-Pergusa tem um monte de cobras e sapos por causa da proximidade do lago.

Rodrigo Felix disse...

Justo no seu circuito favorito, Verde???? kkkkk

Marco Memoria disse...

No Autodromo de Jacarepaguá, no mato na parte que fica entre a reta dos boxes e o retão, tb era comum encontrar cobras por lá, eu mesmo vi uma vez !!

Anônimo disse...

Coitado do Jarier(sarcástico). . .
E pensar que no começo de 75, com a Shadow DN5 o cara "passeou" em Baires e no Brasil (aqui quebrou. . .)daí toda a imprensa já imaginava que ia ser um "chocolate", mas depois desandou. . .

Zé Maria

walter disse...

Jarier substituiu o Peterson, Na Lotus, em 1978, nos Gps do Canadá e EUA. A Lotus era a campeã, com Andretti, e não dava chance para ninguém.

Nem com essa Lotus Jarier fez qualquer coisa...