quinta-feira, 26 de julho de 2012

Up to date

























Movimentos

Parece que o Santander resolveu opinar.

Por isso o nome de Jenson Button esquentou em Maranello.

Explico.

O banco quer concentrar forças na Ferrari.

Existe a certeza que a dupla Button - Alonso trará mais visibilidade para a marca.

Vale reparar que Lewis Hamilton vem elogiando muito Heikki Kovalainen.

Talvez um possível lobby para o retorno de seu ex-companheiro na McLaren.

Felipe Massa segue na briga.

Com redução de salário, já que hoje sua relação custo/benefício é a pior da Fórmula 1.

Por fora corre Paul di Resta.

Uma coisa está clara.
 
Mark Webber bagunçou tudo
ao decidir ficar na Red Bull ...

13 comentários:

Nelson disse...

Patati, Patatá e Massa no começo de carreira. Os palhaços estão indo bem, já o Massa cada vez pior.

Nelson

politicamente_incorreto disse...

Sempre tive pavor de palhaços, acho eles assustadores. não sei quem inventou que esses estropícios são engraçados.....
Ainda acho que a Ferrari não abrirá mão de um segundo piloto brasileiro, não tenho nenhuma fonte mas apenas intuição que seja uma recomenação da Fiat. Se não ajuda, não atrapalha. Afinal falamos da filial que sustenta a matriz e o Alonso não vai querer pedras na sapatilha.

Rubem Rodriguez Gonzalez

Vinicius Netto disse...

Putz hein.....DiResta na Ferrari? Isso sim é piada de mal gosto hein.

Ricardo Reno disse...

Só para apimentar, quem sabe na última hora não vem o Kobayashi.

Seria bem bacana, além do que, seria a primeira vez de uma japa numa Ferrari.

Cardozo disse...

Rubem,

apesar de sua lógica estar correta, não vejo vantagem comercial em manter um brasileiro correndo pela Ferrari. Apenas os entendidos sabem da ligação Fiat/Ferrari e não acho que um piloto de outra nacionalidade iria impactar na venda dos Palios e Unos da vida.

Marques disse...

A Mclaren precisa se concentrar principalmente em um piloto (seja ele Button ou Hamilton), uma mudança assim seria interessante. Caso Button for para Ferrari não me surpreenderia em ver Di Resta em Woking.

politicamente_incorreto disse...

Concordo em parte contigo Cardozo, mas como eu mesmo comentei não ajuda e nem atrapalha, pois a Ferrari é uma equipe de um só piloto isso é fato. Não faz parte da folosofia contemporânea da equipe a equiparação de piltos. o que ocorreu entre o Massa e o Kimi foi um ponto fora da curva e demonstra realmente como o piloto brasileiro acabou depois do acidente.
Já que colocaram o DiResta habilito o Senna sobrinho e os GP2 boys, Cardoso pode ser coincidência, mas há mais de dez temporadas que a Ferrari tem um piloto brasileiro em suas fileiras.
Deve ter alguém lá achando que manter um piloto brasileiro acaba se tranformando em uma atitude "simpática" para o mercado. é só palpite, com o disse não tenho nenhuma informação privilegiada em relação a isso, mas que é sintomático, é.

Rubem Rodriguez GOnzalez

Rodrigo Felix disse...

Bom, o que está pesando contra Massa é a "ajuda" dele no mundial de construtores. A Ferrari deve estar coçando a cabeça para arrumar um piloto que não atrapalhe Alonso, mas que também seja capaz de chegar pelo menos em 2/3.

fernando disse...

o raciocínio do Marques é interessante.
A McLaren continuaria com dois ingleses nos cockpits e di Resta está na F1 por causa da Mercedes, por quem correu no DTM.

e, claro, Button numa Ferrari seria muito interessante de se ver.
mas e o Vettel então, iria pra lá em 2014? bom, acho que sim, Button pode fazer dupla com qualquer outro campeão, taí alguém que sabe como não criar problema dentro da equipe.

TW disse...

E eu que acreditava que Michael Schumacher desempenharia esse papel chave na dança das cadeiras...

Anônimo disse...

O Massa é muito lento! Não esta no nível de uma F1... Só fica na categoria pagando como a uva do Bruno Senna.

Seu futuro é tomar pau do Cacá Bueno na Stok... Assim como o Rubinho esta tomando dos braço duro da Indy!

Rodrigo Keke disse...

Silly Season pegando fogo!! Paul di Resta na Mclaren acho possível, bem mais do que um retorno de Heikki Kovalainen, que já passou por lá e não deixou boa impressão. Pra falar a verdade eu nunca entendi o porquê da Mclaren o ter contratado em 2008. Nada contra o cara, o acho um bom piloto, mas não o suficiente para pilotar para o time de Woking.

Vinicius Netto disse...

Ricardo Reno

Concordo! O Koba tem talento. Não que qualquer piloto japonês que passa pela F1 fazendo m****