domingo, 17 de novembro de 2013

78


























Fórmula 1.

Lembrando de 1978.

6 comentários:

Anônimo disse...

A asa traseira da Sauber de hoje, usa esse mesmo perfil de flecha da asa dessa Ferrari.

Paulo Alexandre Teixeira disse...

O Surtees do meio é guiado pelo Arnoux, portanto, é muito provavel que seja Watkins Glen, pois ele andou nas duas últimas corridas do ano nessa equipa, em substituição do Vittorio Brambilla.

Anônimo disse...

1) Riccardo Patrese - Arrows A1

2) René Arnoux - Surtees TS 20

3) Carlos Reutemann - Ferrari 312 T3

No vídeo abaixo com zoom e slow da pra notar o novato Patrese jogando o Arrows em cima de Hunt que toca em Peterson que sai reto indo direto ao guard - rail. Em seguida o impressionante resgate do sueco no carro em chamas! Depailler percebe que algo esta "prendendo" Peterson no carro, chuta com o pé várias vezes na tentativa de soltar o piloto do cockpit. Hunt agarra Peterson com as mãos e o puxa para fora do carro. Destaque também para o fiscal(ou bombeiro) de pista que ativa o extintor na direção certa ajudando no resgate. Com 1:31 no vídeo, da pra perceber Hunt tirando as luvas e balançando a cabeça revoltado com mais um grave acidente no mundial.

Ronnie Peterson Fatal Crash
http://www.youtube.com/watch?v=1wk7uSuWPkE

No vídeo abaixo o acidente em outro ângulo, com direito a musiquinha macabra! Regazzoni aparece no vídeo extremamente contrariado gesticulando para Bernie Ecclestone! Décadas de 50/60/70 se destaca pela bravura dos pilotos, uma época que deixa as gerações seguintes no chinelo(um dos motivos que não caio nesse oba-oba da platinada). Naquela época, garantia era zero de voltar pra casa depois de uma corrida. Entre treinos e corridas, pelo menos 9 pilotos morreram na década de 1950(sem contar pilotos mortos na Indianápolis 500); 14 na década de 60; 11 na década de 1970; 4 na década de 1980; 2 na década de 1990;

O desespero de Hans Stuck pulando o guard - rail mostra que a coisa era bem complicada, era uma época em que piloto não precisava de marketing idiota pra virar herói- nacional. A meta principal era fazer o que gostava, se possível vencer corridas, ser campeão e voltar vivo para casa...porque perdeu ela, acabou!!!

Peterson's Accident Monza 1978
http://www.youtube.com/watch?v=9v7qGDsa2Wc

Marcelo

Juanh disse...

Hermoso el A1 de Patrese, y el también el TS20, último carro de Surtees en la F1. Último, peor muy bonito.
Abrazos!
Visita mi nuevo blog:
http://juanhracingcars.blogspot.com.ar/

Anônimo disse...

esses pneus de perfil(borda lateral?parede?) muito reto, primeira vez q reparei na F1 foram esses Michelin na T3 de 1978; no Renault turbo do post abaixonão nãoparecem ser assim(1977?).
se bem me lembro, foram os primeiros de construção radial utilizados na categoria.

Fernando

Douglas Zanette disse...

A impressão que a Arrows em qualquer passeio fora da pista iria entupir aquele bico de terra, brita ou qualquer outra coisa.