quarta-feira, 30 de julho de 2014

Cuidado

























Dê uma olhada nos gráficos acima.

Eles trazem informações comparando as performances de Felipe Massa e
Valtteri Bottas.

Reparou no equilíbrio dos pilotos da Williams na hora da classificação?

As diferenças ocorrem no momento que a luz verde é acionada para a corrida.

Interessante que o brasileiro parece ter percebido que não vale a pena arriscar
tudo no início das provas.

E por isso colheu frutos na Hungria.

Lembro que defendi Romain Grosjean quando na época todos o taxavam
como louco.

Clique aqui.

O francês tinha um bom histórico nas categorias de base.

Reparei naquele momento que seus acidentes sempre ocorriam na primeira volta.























Ao se tornar mais cuidadoso, os resultados na Lotus vieram e levantaram
sobrancelhas mesmo no comparativo ao badalado Kimi Raikkonen (seu
companheiro na época).

O experiente Felipe Massa não deveria ter que passar pelo mesmo processo.

Estranho?

Até que não.

Pois isso pode provar que a experiência na Williams tem sido realmente um fato
novo para o vice campeão de 2008.

Principalmente por ter que lidar com um companheiro mais novo e tão competitivo.

Ao entender o cenário, fico com a impressão que Massa será mais paciente após
o verão europeu.

Espero.

Isso deverá trazer equilíbrio aos seus resultados e pontos importantíssimos para o
time de Grove na briga dentro do Mundial de Construtores.

5 comentários:

Mauricio Morais disse...

Corradi, me parece que o Massa sofre da "Síndrome do Segundo Piloto", (acabei de inventar).
O piloto passou anos sendo escudeiro e quando se espera que ele seja o campeão tudo o que sabe fazer é ser escudeiro.
Não digo que Massa seja um mal piloto, não é o gênio da raça mas também tem seu talento.
O tempo entortou o raciocínio do Massa como o hábito de fumar cachimbo entorta a boca do fumante.
Felipe tem diante de si uma oportunidade única de ser o Nº 1, mas como não foi exercitado para isso não tem o traquejo, a tarimba e a "malícia" para sê-lo.

E o pior é que não darão a ele tempo para mudar essa história.

Marco Memoria disse...


Resumindo os gráficos, Felipe está tomando uma lavada do Bottas, nunca me simpatizei com Felipe, mas não sou de tacar pedra, acho ele um piloto bom e só isso, pra mim o destaque é o finlandês, vem da escola do gelo, pilotos frios, discretos e velozes, vale lembrar que a Finlândia contando com Bottas só teve 7 pilotos que participaram regularmente de uma temporada de F1 e desses 3 foram campeões do mundo uma media impressionante, Valtteri pra chegar lá também só falta gostar de um goró, se assim for vem ai mais um campeão do mundo para a terra do gelo.

Danilo Candido disse...

Pela primeira vez tenho uma leve impressão de que Felipe Massa tem alguma possibilidade de superar Bottas na pontuação da temporada.
Veremos...

Unknown disse...

Corradi,

Vermos o problema do Felipe como sendo apenas na primeira volta é pouco, até pq ele só teve problema em uma corrida em que foi culpado. Credito um pouco a falta de sorte e outra pela "falta do diferencial" (braço de campeão).

Como vc msm disse no início da temporada, dependendo dos dois pilotos tlz não saibamos o real potencial da Williams. A diferença é que o Bottas vem em constante evolução, enquanto o Massa me parece estagnado, mesmo com margem para evoluir. Como o Maurício Morais citou, parece uma Síndrome do Segundo Piloto, rs.

marcio jose disse...

A conclusão que chego com a F1 de 2014 é :

se Alonso estivesse na Ferrari desde 2007 teríamos um tetra campeão a mais na história da F1. mas Schumacher fez pressão e não deixou isso acontecer.