terça-feira, 14 de outubro de 2014

Estranho Degradée























O plano de Colin Kolles parece simples.

Aproveitar a estrutura da Caterham (que é boa) e o desenvolvimento do bólido
para 2015 (que está bem adiantado).

Ficando para trás o nome e as dívidas (numa confusão jurídica).

Transformando o verde em outra cor.






















Vai dar certo?

Ele pode fazer isso?

Não sei.

Só estou contando a ideia.

6 comentários:

maxwellman disse...

Uma pena. Aquela que no início era considerada a mais promissora das nanicas, acabar dessa maneira.

Paulo Alexandre Teixeira disse...

A FIA pode provavelmente não deixar que tal coisa aconteça.

Anônimo disse...

Como dizia uma antiga personagem da Praça é Nossa:

- Lá veeeem o golpe!!!

É incrível a capacidade que o Colin Kolles tem em atrair negócios obscuros. Midland, Hispania, agora a Caterham...

Abraço,
Diogo.

Ron Groo disse...

Mas a tal Forza Rossa já não era uma certeza?
Torço pra que fiquem as duas. Apesar de achar que serão eternas nanicas.

Anônimo disse...

Então o verdadeiro proprietário da Caterham era Kolles nunca teve um fundo do oriente-médio na compra da equipe.E em relação aos motores permaneceriam os atuais (Renault)ou já seriam Ferrari pra 2015.

Anônimo disse...

Então a Caterham vira Forza Rossa em 2015! Agora faz sentido a permanência de Marcus Ericsson para o ano que vem como você escreveu num dos Racunhos anteriores sobre a Caterham mas que seria o outro piloto? Sainz Jr, Palmer, Ocon, Daly ou teriamos algum piloto que já trabalhou anteriormente com o Kolles por exemplo o Andre Lotterer.