domingo, 29 de março de 2015

Rascunho Hot
























A Mercedes claramente subestimou a Ferrari.

Mas resumir a vitória da Scuderia Italiana assim seria simplista demais.

O bólido vermelho trata os pneus com mais carinho.

E tem uma forma diferente de carregar suas baterias nas retas.

As soluções de Maranello mais a competência de Sebastian Vettel fizeram a
diferença.

Me impressionou o ritmo de corrida da Ferrari semelhante (por vezes melhor)
ao da Mercedes.

O calor em Sepang também castigou.

Lewis chegou a queimar as mãos ao tocar seu volante.

A Honda parece ter entregado os pontos.

A unidade de força e a gestão da equipe responsável não estão funcionando.

Ouviremos falar de intervenções mais agressivas da McLaren.

Bernie Ecclestone chegou na Malásia cheio de ideias.

Pontuação para a classificação com grid invertido.

E uma categoria exclusiva para as mulheres.

Nesta última, Susie Wolff foi sagaz ao questionar onde Bernie encontraria
tantas meninas...

Atenção para o mercado financeiro.

Toro Rosso indo para a Renault.

Red Bull se aproximando da Audi.

E os direitos da Fórmula 1 parando no bolso de Dietrich Mastechitz.

A CVC Capital Partners (atual detentora da F1) moveria seus investimentos
para a moderninha Fórmula E (e sua impressionante rentabilidade).

Parece novela, porém a Sauber ainda não se acertou legalmente com Adrian
Sutil.

Eram quatro por temporada?

Mudou.

Agora são cinco motores pra cada piloto.

Nico Rosberg?

Desisto amigos.

Arrego.

Está se tornado dia após dia um novo Gerhard Berger.

(quem viveu a Era Senna entende bem o que estou falando)

Uma pena.








11 comentários:

TheEltonToptec disse...

Ah essa primeira foto... ...os semblantes, dos dois lados, dizem tudo por si só. As vezes o mundo gira bem rápido mesmo. Que coisa!

nicholas carvalho disse...

O porque de gerhard berger?
Por favor explique

marcio gil disse...

Essa foto do post foi boa! (chupa alonso)

Ron Groo disse...

há alguns anos quando sugeri que a Renault, mesmo atendendo por Infiniti poderia comprar a Toro Rosso, disseram que não, que era inviável.
Bom...

Anônimo disse...

A expressão de "tirando um sarro", dos mecânicos da Ferrari na foto do post, é demais!
E olha que, nessas alturas, a corrida ainda não tinha chegado à metade!


* Perguntado por Martin Brundle (se não me engano) ontem, sobre a quase certeza da vitória da Mercedes em Sepang, Lewis Hamilton disse que as Ferraris estavam muito rápidas, e que tudo podia acontecer num GP... Não estava errado...

* Um dos problemas da Honda é de projeto. Segundo ouvi, a MGU-h (geração de energia pelo calor) dos japoneses tem de ser jogada no lixo e começado um novo projeto do equipamento a partir de uma folha em branco... será permitido?

* Bernie Ecclestone é um retardado... um espertalhão que faz tudo para ganhar mais dinheiro, apenas isso!
Duvido que ele goste de Formula 1!

Tenho lido bastante sobre a F1 do final dos anos 70, e já naquela época dizia-se que a F1 estava perdendo 'sua alma', os 'Grandes Prêmios' já não mereciam ser assim chamados, passaram a ser corridas de F1 apenas...

Tudo isso pela crescente influência e intervenção de uma tal FOCA, cujo 'cabeça' era um certo Anão Tenebroso, que foi cada vez mais apertando sua mordida até se apoderar totalmente da categoria e seguir na transmutação dela em algo que nem ele mesmo sabe o que é...

Precisamos novos velhos ares...


Apesar do Bernie, a corrida da Malásia foi bem interessante...


um abraço,
Renato Breder

cesar disse...

Rosberg entrará para história como novo Barrichello. Anote...

David Félix Krapp disse...

Vettel e a Ferrari foram incriveis... fica cada vez mais claro que o grande problema e decadencia da Ferrari nas ultimas 4 temporadas estava entre o volante e o banco do piloto... um certo espanhol...

A McLaren pra mim ja começou mal contratando Alonso Corradi, continuou errado ao apresentar esse carro de pintura horrenda pensando em atrair patrocinios...

Corradi voce acerta em 85% dos furos, mas o grupo Red Bull iria vender a Toro Rosso para a Renault no meio da guerra exatamente contra a montadora francesa ?

A paquera entre a Audi e a Red Bull ja acontece faz um tempo, o que impede o grupo Volks de entrar e a presença do tio Bernie... com o Dietrich comprando a F1 nao vamos ter um certo conflito de interesses ?

Porem com certeza com o tiozinho gagá largando o osso o grupo Volks vem de sola, pode acontecer ate que mais montadoras venham...

Rosberg, me desculpa Humberto, mas ele e veloz mas nao creio que tenha "cojones" suficiente pra levar uma taça de campeao do mundo... sei la, nunca acreditei, nem no ano passado... e honestamente vejo o Bottas na mesma, assim como Hulkenberg... sao otimos pilotos, velozes, seguros, mas nao vejo o dna de campeao... ja o Verstappinho... o muleke e bota...

Humberto Corradi disse...

Nicholas Carvalho

Clique aqui:

http://f1corradi.blogspot.com.br/2012/03/esforco.html

Valeu

nicholas carvalho disse...

Ok, obrigada Humberto, ótimo blog

Reube Reis disse...

Pessoal o Rosberg deveria ter jogado sujo para ser campeão o ano passado "like Shummy 1994", quem me garante que se o Schumacher deixasse aquele primeiro título escapar ele seria esse multi campeão? ele sacaneou o Hamilton na Bélgica, mas não teve coragem de ir além disso, já entregou o ouro na corrida seguinte em Monza, peso de consciência sei lá...

Agora o bonde da história já passou pra ele, mesmo caso de Webber em 2010, Irvine 1999, Massa 2008 e tantos outros pilotos medianos que tiveram a chance de título e não aproveitaram...

Társio disse...

Vettel e Ferrari foram sensacionais!

Foi muito interessante ver a vibração em todo o time, coisa que antes realmente não havia. Vettel no mínimo trouxe um melhor astral para a equipe, mas é importante lembrar que muito disso são os frutos do trabalho do ótimo James Allison. E claro, foi emocionante ouvir o hino alemão seguido pelo hino italiano. Não dá para não pensar em Michael Schumacher...

Para a Williams a corrida deve ter sido um soco no estomago, pois eles descobriram que estao bem distantes da Ferrari como 2ª força...

SE nosso ilustre moderador fosse admirador de Lewis Hamilton ao invés do Vettel, diria que o Hamilton aliviou o pé durante a corrida por isso não venceu, abrindo mão da vitória pensando nos $$ a mais em sua renovação de contrato... SE até o GP da China a renovação sair é um sinal que a estratégia possa ter funcionado...

Abraços!
Társio