sábado, 16 de julho de 2016

Praia

























Bom dia petrolheads!

Circuito de Zandvoort.

7 comentários:

Jeferson Araujo Pereira disse...

Nelson Piquet foi o único brasileiro que venceu em Zandvoort, com a Brabham, em 1980.

Danilo Silva disse...

Nelsão, chegado numa praia kkkkkkkkkkk

Carlos Gil disse...

Circuito com muito vento, e com muita areia, e frequentemente o primeiro transporta a segunda até aos nossos olhos.
E se pensarem em ir ao banho na praia logo ali ao lado, informo que a água é tão agradável quanto o clima da zona, ou seja é óptimo para focas, leões marinhos, pinguins e demais adoráveis criaturas associadas...

Anônimo disse...

Alguma chance desse circuito voltar à F1, com essa "Maxmania"? Com algumas adaptações, acho que ficaria ótimo. Sem o dedo do Tilke, por favor (utopia). Tem-se visto, ultimamente, um rumor sobre a inclusão de Assen no calendário, mas acho que teria de haver modificações em demasia para adaptá-lo ao circo, a ponto de afetar seu status na MotoGP, da qual é considerada a "Catedral". Sem contar que as elevações e curvas rápidas (ah, Scheivlak!) de Zandvoort e seu visual seriam bem mais proveitosos ao calendário atual, carente de traçados desse naipe.

Abraços,

Eduardo Moreno

Claudio Guerra disse...

Alguém pode ou sabe explicar por que o circuito de Zandvoort foi diminuído?
Agradeço a quem puder ou souber explicar.
Abraços a todos.
Cláudio

Anônimo disse...

Cláudio, o que sei é que, na segunda metade dos anos 80, devido a pressão dos moradores da redondeza por conta da poluição sonora causada pelas competições, os administradores do circuito resolveram eliminar a parte mais rápida do circuito, que antecedia a reta dos boxes, para que se pudesse compactar o traçado. De início, ele foi realmente reduzido, mas uns anos depois, foi criada uma nova seção, tanto que sua distância atual é um pouco maior que a original.

Eduardo Moreno

Claudio Guerra disse...

Entendi perfeitamente.
Muito obrigado, Eduardo Moreno.