quinta-feira, 9 de março de 2017

Barcelona Testes (7)
























Mais um dia de testes na Espanha.

Vettel comandou.

Fez o melhor tempo, maior número de voltas individuais e uma simulação bem
forte de corrida.

Mostrou que a Ferrari está muito bem.

E escondeu todo potencial da macchina rossa tirando sempre o pé na parte
final dos giros mais velozes.

Sebastian não andou com pouca gasolina .

Tanto que ao parar no box, após suas voltas rápidas, apenas trocou seus pneus
e seguiu em frente.

Cravou sua melhor passagem em 1.19.024 (UltraMacio).

Alguns calcularam que poderia ter chegado facilmente a 1.18.600.

Os novos carros não se destacam pela velocidade final.

O downforce e os novos pneus permitem que todas as curvas sejam feitas sem
deixar de acelerar.

É isso que traz o ganho final.

A Mercedes acha que ainda está 0.5 segundos a frente da Scuderia Italiana.

Christian Horner (da Red Bull) acha que a vantagem não passa de 0.3 segundos.

Já a Autosport não hesita em afirmar que o melhor bólido é vermelho.

As divergências mostram que as coisas estão perto.

Tomara!

Ricciardo fez simulação de corrida também.

Mas o motor Tag Heuer (Renault) estava abaixo das expectativas.

Mas foi melhor que o time de fábrica.

A Renault teve que trocar a unidade do carro de Palmer e cancelou a ida de
Hulkenberg pra pista após o almoço.

A Williams realizou duas maratonas com Stroll e Massa.

Chegaram a fazer juntos 165 voltas.

A Toro Rosso não foi nada mal no relógio, entretanto andou pouco.

A Haas vem impressionando pela aerodinâmica.

Não há notícias boas na Honda.

Até Vandoorne apresenta uma fisionomia triste.

O ambiente não deve estar legal.

Os japoneses falam num motor para sobreviver (sem quebras) na Austrália e um
competitivo apenas quando a Fórmula 1 retornar para a Europa.

Tenso.

Por causa do peso do carro, a Force India quer que seus pilotos percam (cada um)
dois quilos.

Falando nisso Niki Lauda disse que Valtteri Bottas tem sido dois décimos mais lento
que Lewis Hamilton.

Olhando tudo esses detalhes, lembrei de uma passagem.

Em certo momento do ano passado, Rosberg percebeu que teria dificuldades na
etapa seguinte do campeonato.

O tempo alcançado no simulador da Mercedes não era o ideal para derrotar seu
companheiro.

O campeão do mundo trabalhou com seu engenheiro até chegar a solução.

Seu carro precisaria estar mais leve.

Nico resolveu então alterar toda sua rotina de exercícios nos dias que antecediam
a prova.

Com auxílio de sua equipe de preparação, perdeu massa muscular.

Por consequência, peso.

No sábado fez a pole.

E no domingo venceu.








7 comentários:

Jeferson Araujo Pereira disse...

Com o encerramento dos testes amanhã, já dá para se ter uma ideia de quais equipes ocuparão as últimas classificações do GP da Austrália. Após a bandeirada final, poderemos ter dois cenários:

Cenário 1:

17º - Sauber
18º – Sauber
19º- McLaren
20º – McLaren

Cenário 2:

17º -Sauber
18º– Sauber
19º- A McLaren quebrou e não terminou a corrida.
20º- A McLaren quebrou e não terminou a corrida.


Társio disse...

Vettel e Ferrari deram show nos treinos hoje.

Puta merda, será que temos um campeonato?

\O/
Abc
Tarsio

Pedro Evangelista disse...

Corradi,

O Orocchio cantou que a MCL pressiona a Honda, querendo que os japas aceitem a participação de outros profissionais, externos à companhia, no projeto de motor.

Devido à humilhação vivida até agora, será que dessa vez vai? E qual diferença faria?

Abraço

Anônimo disse...

Que imagem!! Rembrandt? Monet?

Miranda

Anônimo disse...

Corradi, manda ela por e-mail pra mim!
paberu@bol.com.br

Lenior Dal Cortivo disse...

Não acredito que a parceria McLaren/Honda irá durar muito tempo. É uma vergonha o que está acontecendo neste time. Não é possível acreditar que a Honda com toda sua estrutura e capacidade técnica não consiga fazer um motor híbrido sem que quebre. A pergunta que fica no ar é: Porque a McLaren não desenvolve seu próprio motor? Possui toda a tecnologia e equipe necessária para tal.

Anônimo disse...

Vai ser interessante a briga do motor Honda 2017 x Ferrari 2016