quarta-feira, 3 de julho de 2013

Fila Indiana









































Um pouco de Targa Florio pra desintoxicar.

O mundo anda muito doido...

2 comentários:

Ron Groo disse...

Este numero vinte nem parece carro né?

fernando disse...

é isso aí Corradi.
bela imagem de uma época de ouro das corridas de carro - um evento e tanto a Targa Florio, legítima até a medula: competição disputada pela primeira vez em 1906!

nessa foto (1970), quatro máquinas maravilhosas e seus respectivos grandes pilotos a bordo: uma Alfa Romeo 33/3 com (pelas letras que dá pra ler no capacete branco) o holandês Toine Hezemans (que fez carreira na Endurance em protótipos, GTs e carros de turismo); em seguida, o londrino VicElford num 908/3 da equipe Salzburg (equipe criada por uma 'dissidência' na diretoria da Porsche, insatisfeita com o apoio oficial dado somente ao britânico John Wyer, o homem dos Gulf racing cars).
depois, mais uma 33/3 da AutoDelta - braço de competição da marca italiana - com o desafortunado Piers Courage, que alguns meses depois morreria no GP da Holanda; e, finalmente, um 908/3 da Gulf-Porsche/John Wyer.
neste não reconheci o capacete, então pesquisei no racingsportscars pra ver que os pilotos eram Björn Waldegaard, sueco (rally star, mas piloto ofcial da Porsche), e o britânico Richard Attwood (que seis semanas mais tarde venceria LeMans em dupla com Herrman num 917).
os 4 908/3 de fábrica (3 de John Wyer e um da Salzburg austríaca) tiveram pinturas especialmente criadas para este evento, e com uns poucos adesivos de patrocinio somente nas laterais entre-eixos.
mas para ajudar na identificação dos carros å distancia nas montanhas da Sicilia, adesivaram em cada um, na frente da carenagem å direita, os quatro signos dos naipes das cartas de baralho - Siffert/Redman. os vencedores, tiveram Copas - Elford/Herrmann, Ouros - Waldegaard/Attwood, Espadas - Rodriguez/ Kinnunnen, Paus.
-----------------------------------
a se notar uma diferença de concepção mesmo nos carros, entre italianos e alemães: a simplicidade extrema dos Porsche e o detalhamento quase 'barroco' das Alfa Romeo.
porém se levando em conta que o carro alemão tinha motor regrigerado a ar, dispensando assim grandes radiadores para refrigerar água, que nas Alfa vemos nas laterais do cockpit å frente do eixo traseiro (solução primeiro utilizada por Jim Hall nos Chaparral).