quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Casa Arrumada























Quer saber quanto Kimi Raikkonen vai receber na Ferrari?

A bagatela de 30 milhões de dólares por temporada.

É bom esse Steve Robertson.

Deu sorte.

Porém fez sua parte ao conduzir e manipular a imprensa, a Red Bull e a Lotus
para chegar a um número tão expressivo.

O contrato é de dois anos.

1 + 1.

Significa que a Scuderia Italiana precisa confirmar sua opção para 2015.

E o piloto também.

Pois existe uma cláusula de performance.

A equipe também deve terminar entre as três melhores no ano que vem.

Não cumprindo, estão todos liberados.

Mais uma coisa.

Fernando Alonso continua como o número um da equipe.

Com direito a usufruir das melhores estratégias a cada grande prêmio.

Tanto é que Maranello deverá dar um aumento de 7 milhões de dólares ao
piloto espanhol.

Um incentivo.

Ou uma prova que o amor e a confiança ainda existem nesse relacionamento.

5 comentários:

Carlos Gil disse...

Apesar de todos os "discursos" de racionalização/redução de custos na F1, esta é cada vez mais um actividade que só duas ou três equipas puderão protagonizar, as outras continuarão fazendo figuração.

No cenário que o Corradi nos apresenta, a Ferrari vai gastar pelo menos 60 milhões de USD por ano nos salários dos seus dois pilotos.
KR e FA fazem parte do top dos actuais pilotos de F1, mas até hoje a mestria do asturiano não conseguiu compensar as insuficiencias dos carros da Ferrari face aos Red Bull.
Essa foi também a realidade de Hamilton (outro piloto que foi contratado a troco de um contentor de USD) na Mercedes.

É irónico que duas marcas tão prestigiadas, e com um passado tão marcante na história do desporto automóvel, torrem toneladas de dinheiro, e desesperem, para tentar vencer uma jovem equipa baseada numa marca de bebidas energécticas.

Na F1 de outros tempos uma equipa com um técnicos competentes e pilotos virtuosos, conseguia vencer as equipas com técnicos virtuosos e pilotos competentes.
Esse tempo acabou, e não há maneira de saber se algumas vez voltará.

A Red Bull conseguiu para si o actual mago da tecnologia de projecto da F1 (pessoalmente considero que Rosso Brawn é mais competente nas artes de Maquiavél do que nas artes de projecto), juntou-lhe um piloto competente (talvez um virtuoso), muito dinheiro, e fez uma equipa vencedora.
Qual a diferença para a Ferrari e Mercedes?

CG


miguel fernandez disse...

nao é novidade...tamben o contrato do Alonso tem esa clausula de validade nao???

o certo é que o espanhol deu a garantia a Ferrari da luta en estos anos e o finlandes so deu prejuicio!!!!

venha ja 2014!
tenho a certeça que alonso nao esta preocupado...venha Raikkonen venha...

saudos

zamborlini disse...

humberto
não acredito q kimi foi pra ferrari pra ser escudeiro de alonso, nos moldes de massa. é ruim, hein!!??
a ferrari não pagaria esta fortuna pra ter um cara q somente faça os pontos q massa não fez.
ele foi contratado para fazer uma sombra ao alonso.
e, pra quem conhece kimi, pra fazer o dele, sem se importar muito com alonso, suas estratétias e xororos via rádio.
2014 vai ser muito interessante!!

Anônimo disse...

30 milhões para ser escudeiro do Alonso!??!?!?!?!?!?

Queria ter o faro do Kimi para ganhar dinheiro.

Em 2010 o cara ganhou algo em torno de 25 milhões de euros, sem fazer nada, depois que saiu da ferrari. Agora 30 milhões de doláres pra ser o irmão chato do alonso.

Por muitos menos eu seria companheiro do capeta, imagina do Alonso, ehhehehehehehe

TW disse...

Mas Kimi se sujeitará a apenas acompanhar o espanhol. Não creio.