segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Avulsas






















Avulsas

Imagens e palavras.

Sergio Perez (e seus 15 milhões de Euros) ao que tudo indica arrumou um
lugar no grid de 2014.

Deve fazer dupla com Adrian Sutil (vai pra Sauber?) ou Nico Hulkenberg.

Martin Withmarsh confirmou que o plano era manter Sergio Perez (o Blog falou!),
mas a equipe que iria abrigar Kevin Magnussen em 2014 rompeu o acordo.

Lembrete mental: não confiar em Vijay Mallya.

O chefe da McLaren até hoje cospe marimbondos por conta disso, porém está
aliviado já que o mexicano arrumou uma casa nova.

Hulk conta na quarta-feira (prazo Quantum-Lotus) qual será seu cockpit do ano
que vem.

A Sauber está uma zona!

O time de Monisha espera pelo dinheiro Russo via Rosneft.

Se você não sabe, a Rosneft é uma das maiores petrolíferas do mundo.

Uma gigante estatal com pedaços que pertencem também a Gazprom, que
aquece quase toda a Europa no inverno, e a Lukoil.

Aí a coisa vai pro lado do Petrov

Se o plano russo falhar a alternativa número um é um piloto pagante com
um saco de dinheiro (Perez ou Maldonado?)

Se nada (se, se, se...) disso der certo a Sauber abre um leilão pelas duas vagas.

Quem pagar mais vai levar.

E se (se de novo!) aparecer uma boa oferta o controle da escuderia pode até
trocar de mãos.

Como foi o Kovalainen nas duas últimas provas de 2013?

Espero que não tenha assustado Tony Fernandes e estragado seu acordo com a
Caterham pro ano que vem.

Há motivos para uma desconfiança?

Só sei que o nome do americano Alexander Rossi apareceu no pior lugar possível
pro finlandês e voltou a ser cotado.

A Red Bull que irá bancar uma etapa da Fórmula 1 no ano que vem vai acabar
pagando duas corridas em breve.

A Tailândia, local de sua principal matéria-prima, é a barbada.

Paul di Resta dançou.

Na Itália colocam Brawn na Ferrari.

Outra fonte diz que ele estaria indicando mão de obra especializada da
Mercedes para a Honda.

Projeto Verão 2 em breve...

10 comentários:

Anônimo disse...

As mudanças na F1 serão e já estão sendo drásticas...

Observação: como o dinheiro russo é complicado!

* Foi complicado com a Midland (oficialmente MF1), já em 2006...
* Do grupo de pilotos reservas ou de testes da MF1 (prefiro Midland), o único que não participou de pelo menos um treino livre de sexta-feira na temporada de 2006, foi o russo Roman Rusinov por... falta de pagamento dos patrocinadores do piloto russo...
* Lembro do Mikhail Aleshin, afirmando que estava com lugar garantido no grid de 2011, e por falta do dinheiro russo que o acompanharia, dançou...
* Vitaly Petrov teve seus problemas com atrasos e posteriormente com a falta do dinheiro russo..
* Sergey Sirotkin parece estar enfrentando os mesmo problemas com o dinheiro russo...

Exceção é a situação do novato Daniil Kvyat... para sorte dele, a Red Bull assumiu seu "apadrinhamento"...


Mas, isso não é um "privilégio" apenas dos russos...


um abraço,
Renato Breder

André disse...

Nossa, é tanta informação, tanta especulação, tanto "ses" que a cabeça fica fervendo. rsrs

Anônimo disse...

Espetacular a primeira foto!

Filipe Catarino

Anônimo disse...

Pois é, pensando em tentar uma boca melhor que a caterham ano que vem, demonstrando serviço na Lotus, Kovalainen pode ter perdido a única vaga que lhe era possível.
Bom, ao menos foi homem o suficiente para admitir que errou.
A bem da verdade, Valsecchi não teria feito melhor, já que ambos estavam enferrujados.

Tuta Santos disse...

Ah, que delícia de blog. Obrigado, Corradi!

Anônimo disse...

Christian Danner - Zakspeed 871
O 871 é o modelo da Zakspeed da temporada de 1987 da F1. Foi guiado por Martin Brundle e Christian Danner. Com esse chassi, Brundle marcou 2 pontos com o 5º lugar no Grande Prêmio de San Marino, os únicos pontos na história da equipe alemã.

Chico Serra - Fittipaldi F9
O F9 é o modelo da Equipe Fittipaldi, antiga Copersucar, da temporada de 1982 da F1. Foi guiado por Chico Serra. Foi o ultimo modelo da Fittipaldi na F-1.

François Cévert - Tyrrell 006
O 006 é o modelo da Tyrrell das temporadas de 1972, 1973 e 1974 da F1. Foi guiado por Jackie Stewart, François Cevert, Patrick Depailler, Chris Amon e Patrick Depailler.

Marcelo

Jaime disse...

Que foto do Danner com a Zakspeed! Me lembro de como era difícil encontrar as embalagens de cigarros West na época de colecionador. E nem por isso fui fumante. Ótimo post, Corradi. Abraço.

Anônimo disse...

Complementando o Marcelo, o sul-africano Jody Scheckter também pilotou o 006 em 1974, enquanto ele e seu parceiro Depailler aguardavam a estréia do 007 da dobradinha em Anderstorp.
Zé Maria

Anônimo disse...

Alguém poderia me explicar o fato do Zakspeed estar praticamente desprovido de carenagem? A foto foi tirada em um daqueles testes no Rio que precediam a temporada?

Anônimo disse...

Ao Anônimo das 21:00
Pelo fato do logo da "West" estar camuflado, é em algum dos países que haviam banido a publicidade de cigarros na época, tipo Alemanha ou Inglaterra.
Está sem a lateral direita provavelmente por haver se envolvido em algum acidente durante a prova. . .pois se fosse em treinos, teria recolhido imediatamente aos boxes. . .
Zé Maria