domingo, 15 de novembro de 2015

Piada Sem Graça
























É estranho criar um Blog.

Mostrar seus pensamentos e convicções a todos não é fácil.

Mas também é interessante.

Você aprende a receber críticas e conviver com elas.

Muitos são ignorantes.

Por isso ignorados.

Mas a maioria traz bons argumentos.

O que acaba enriquecendo a ideia original.

Ontem assisti a internet fazendo piadas sobre a situação da McLaren.

Todo riram.

Inacreditável.

Os próprios pilotos puxaram as anedotas.

Fernando Alonso e Jenson Button dançaram sobre a terra assolada.

Me coloquei no lugar de outros.

Dos comandantes da Honda e McLaren.

O investimento dos japoneses foi extraordinário.

Despejaram dinheiro e trabalho para construírem um motor do nada.

A escuderia fez questão de contratar o que havia de melhor no mercado.

Alonso veio para comandar.

Já a manutenção de Button a peso de ouro foi em nome da continuidade.

Os resultados até aqui foram decepcionantes.

A ponto de espantarem patrocinadores.

Onde está a graça?

O time pode ter dado sorrisos amarelos nas redes sociais.

No entanto ser o palhaço da Fórmula 1 deverá custar caro.

A Honda não retornou para brincar.

A meta é conquistar ainda mais o mercado.

McLaren?

É uma empresa que, além de carros de corridas e esportivos, produz
tecnologia de ponta.

Manchas demoram a ser removidas.

Motivo para que todos devam estar comprometidos.

Por isso condeno as atitudes de Alonso e Button.

Está errado

Eles são a vitrine.

E a McLaren Honda não é a Andrea Moda.

Existe uma história muito maior que os dois drivers.

E ela deve ser respeitada.

Assim como todos os que estão trabalhando duro para que a unidade de força
funcione de forma correta.

Vencer na Fórmula 1 não é fácil.

Demora.

Lembremos do tempo que a Mercedes levou para colher frutos com seu time
de fábrica.

Não cabe escárnio.

"Você está muito mau humorado."

"Todos acharam tudo muito engraçado."

OK.

Entretanto penso diferente.

Se não fosse assim, este Blog não existiria.










26 comentários:

Vinicius Rodrigues Fialho disse...

Eu entendo seu ponto de vista, e até concordo até certo ponto. Mas acho que por trás da maioria dos risos, ainda existe um grande respeito, e a certeza de que a Mclaren e a Honda principalmente podem dar a volta por cima. Acho que é importante se manter motivado e alegre nos momentos difíceis, e olha que não foram poucos momentos difíceis esse ano, então acho que acima de "palhaçada", essas atitudes dos pilotos mostram também que eles estão confiantes no trabalho para o futuro, esse ano o que resta é rir, ou chorar..e eu acho que o riso é mais eficaz, até porque foi usado com moderação. A RBR quando andava longe das vitórias costumava ser bem humorada também. Agora...se ano que vem a coisa não melhorar, aí eu acho que fica complicado pra Honda.

LucasCFX disse...

Por mais que eu não queira fazer piadas da McLaren-Honda isso é inevitável.

É muito claro que eles tinham um projeto que estava muito aquém do minimo necessário para correr. O projeto deles foi tão ruim que penso eu seria melhor continuar com outro motor de um concorrente da Honda por mais um ano para preservar as marcas do que ter uma temporada vexatória como a deste ano. Não foi somente um questão de mau desempenho (que se fosse o caso, séria muito mais digna), os motores da Honda parecem sequer quererem ficar ligados.

Decisões foram erroneamente tomadas e agora eles pagam um preço alto (muito além do dinheiro investido) por isso.

Anônimo disse...

Acompanho a F1 desde antes da minha vida profissional. Hoje estou aposentado. Trabalhei 35 anos em uma grande empresa e nunca atingi grandes cargos ou remuneração.
Tive inúmeros motivos para desdenhar da Empresa ou até fazer piada, como esses dois rapazes. Jamais o fiz, não apenas por ser o meu ganha pão, mas porque sempre acreditei naquilo que eu fazia.
Não tenho dúvidas de que a Mc Laren conseguirá resultados bem mais significativos na próxima temporada. Se seus pilotos não têm a mesma opinião, que larguem o osso e abram oportunidades para outros talentosos pilotos.

Rui Amaral Lemos Junior disse...

A verdade é que hoje em cada canto existe uma camera e todos sabem o que acontece...eu não seria tão critico com a situação, pior é toda bobagem dita pela emissora oficial e o descaso que a prefeitura de São Paulo trata o autódromo e nosso automobilismo...Fernando estava bem p da vida sentado naquela cadeira!

Abs

Renato Santos disse...

Eu venho aqui e posto meus comentários que não agregam nada, mas considero esse blog uma joia rara!

Marcos José disse...

A "incompetência" não é dos pilotos e sim da Honda que prometeu "um verdadeiro canhão" pra McLaren (e olha que eles tiveram 1 ano de preparação e diziam que não teriam os mesmos problemas da unidade de potência da Renault, já que nos seus "testes internos" não tiveram problemas). Por isto que escrevo que a Honda foi "soberba" ao invés de ser humilde (e parar de prometer algo que não pode cumprir, as frequentes quebras são o resultado de só confiar em dados de seus "testes internos" e mesmo vendo estes problemas ainda persistem em não corrigir este erro) como ela era nos anos 80 (trabalhava em "silêncio" na sua evolução e não tão "soberba" como é ela agora). A Renault achava que as outras fornecedoras de motores da F1 (Mercedes e Ferrari) teriam os mesmos problemas com as suas "Unidades de Potência"...e o que vimos?? A marca francesa "quebrou" a cara e está pagando caro por isto até hoje por cometer este erro (de só acreditar nos seus dados coletados nos testes de dinamômetro e não utilizar "cobaias" para fazerem o teste prático para conferir se tudo funciona normalmente; Ferrari e Mercedes se utilizaram destas "cobaias" para preparem e coletarem dados de suas "UP" para seu desenvolvimento). A vergonha não é maior porque a Manor utiliza um motor Ferrari-2014 e também por utilizar um chassi antigo (e modificado) para cumprir o regulamento atual (já imaginou o estrago que faria na imagem da Honda se a Manor tivesse o carro novo e andasse na frente da McLaren neste ano?). Veremos em 2016 se os nipônicos aprenderam com os seus erros ou ficaram (ainda) dando desculpas por algo que não conseguem cumprir...

Humberto Corradi disse...

Renato Santos

"...meus comentários que não agregam nada.."

Agregam sim e trazem incentivo.

Outros, ao contrário, só se preocupam em ofender. Usando até mesmo palavras de baixo calão.

Esses sim, serão sempre ignorados!

Valeu

Fabio disse...

Humberto, concordo com vc. Não acredito que os diretores viram isso com bons olhos. Mas se me permite, darei um outro ponto de vista. É evidente que o clima anda pesado. Expectativas, resultados e anseios não foram atingidos, olhe lá se chegaram a 50% do que imaginavam!!! Imagina todo esse tempo cinza e pressionado, dentro do box? Ninguém deve aguentar mais... Honestamente, a atitude dos dois, por um lado me vem como uma válvula de alivio. Do tipo..."somos ruins mesmo...mas vamos conseguir". Pensando por esse lado, acho que é melhor esse tipo de atitude do que ambos, e mais propenso ao Alonso, saírem detonando os envolvidos. São os lados de uma mesma estória. E convenhamos...hoje as coisas estão muito chatas! Pessoas cobram sua opinião, para execrar vc. Parabéns pelo corajoso blog! Abraço

Eduardo Casola Filho disse...

Um ponto de vista bem interessante sobre a McLaren. Claro que a coleção de fiascos faz muito mal para a escuderia e para a Honda.

No entanto, voltando um pouco no tempo, lembro perfeitamente que a Red Bull tinha esse lado de ser "o bobo da corte" nos seus primeiros anos, quando andava no meio do pelotão e quando abusava das galhofas na internet e nas interações sociais.

Apesar desse lado descontraído e descolado, havia um trabalho duro por trás, que passou a render frutos a partir de 2009. O papel de palhaço foi deixado para trás e a turma dos energéticos passou a reinar de forma soberana.

A McLaren pode usar essa premissa. Fazer galhofa de sua desgraça, mas seguir trabalhando nos bastidores para virar o jogo. Talvez não para 2016, mas quem sabe nos anos vindouros. Aí até os sisudos rirão daquela graça de anos atrás.

De qualquer modo, é bom ter alguém ranzinza para abrir os olhos e nos afastar do lugar comum. keep pushing, Corradi!

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o pensamento seu e do Corradi, se está ruim, pegue o boné e vá procurar algo melhor!
Rogério Borges - Goiânia

Tomate disse...

Os tempos são outros. Rir de si próprio é uma qualidade elogiada que não desmerece sua história.

Leonardo Previate disse...

Acho que os pilotos cansaram de ser a piada da vez e resolveram ter a vez de fazer a piada.

Mas eu torço muito pra ver Alonso e Button dano trabalho na frente ano que vem. (Mais é difici)

E torço por esse Blog digno de respeito.

cesar disse...

2016 será o ou vai ou racha da McLaren-Honda! Eu ainda aposto que a coisa vai andar e surpreender muita gente, porque eles já não terão mais a expectativa criada esse ano e, se não aprenderam nada com os equívocos desse ano, não aprendem mais!

Ituano Voador disse...

Corradi, concordo 100% com o que você escreveu. Também pensei nisso, os próprios pilotos, que são a face mais visível da equipe, promovendo o escárnio, sem se darem conta de que, embora longe da perfeição, muitos mecânicos e técnicos dedicaram-se com afinco para lhes oferecer um carro. O fato de a equipe estar atravessando um período ruim não justifica perder o respeito. E são dois campeões mundiais que se prestaram a isso...
Olha, se eu fosse mecânico da McLaren, pensaria duas vezes antes de tentar encaixar o pneu de primeira nos pits...
Abs

Fabrizio Salina disse...

Interessante a colocação do amigo que recordou os tempos de irreverência da RBR (o que é um tremendo contraponto com seu "mau humor" revelado nos tempos que as vitórias sumiram, culminando com o desrespeito e rompimento com a Renault).

Tendo em vista o regime marcial que sempre imperou na McLaren de R. Denis, soa um tanto fora da curva este tipo de abordagem. Mas, considerando que os pilotos devem estar frustrados, e não muito esperançosos para 2016, talvez seja mais construtivo extravasar pela zoeira que pela via do rancor, procurando culpados e desgastando publicamente a equipe, como Alonso tantas vezes já o fez. Afinal de contas, trata-se de corridas, de um ambiente que deveria ser mais leve, mas o formalismo da F1 se tornou tão absurdo, que qualquer atitude que não seja manifesta por assessorias de imprensa ganha contornos de amadorismo. Por uma F1 mais espontânea, a atitude dos pilotos me parece melhor que caras de bunda e notas oficiais.

Daniel Chagas disse...

Sou publicitário e tendo a concordar com vc. Evidentemente não é muito legal uma marca como a Honda ficar virando memes pejorativos pela internet. Mas acho que tanto a Honda como a Mclaren estão encarando esse momento da melhor maneira possível para não piorar a situação. Button e Alonso não perceberam que estão no mesmo barco, se a equipe vira piada, mais cedo ou mais tarde eles tbm podem virar ( se já não viraram) simplesmente pq fazem parte do time.Eles podem até estar sendo engraçados mas não enxergam que estão fazendo piadas deles mesmos, no início é legal mas o perigo é se uma piada vira rótulo.

Felipe disse...

Se querem saber, concordo com o Corradi!

Claro que a fase é péssima, e que ninguém mesmo esperava isso.
Mas rir da própria desgraça nunca foi algo que fortaleceu algo ou alguém.

Mas o "mal" da McLaren chama-se Fernando Alonso. Por onde tem passado, a "uruca" o segue. E já é a segunda vez que ele leva seu pé frio pra McLaren, a primeira foi em 2007. Quanto a Button, já passou da hora de dar tchau!

Queria ver se Magnussen ou Vandoorne iriam levar menos a sério. Tenho absoluta certeza de que levariam a sério e muito toda a dificuldade e aprendizado.

McLaren errou ao dispensar Magnussen e também vai errar com Vandoorne se o mantiver na reserva.

David Félix Krapp disse...

Certissimo Corradi... como na maioria das vezes...

Vettel chegou numa Ferrari aos pedaços e ao inves de fazer piada foi trabalhar... Hamilton chegou numa Mercedes com altos investimentos e com uma singela vitoria de Nico em tres anos e nao fez piadas, foi trabalhar... Massa chegou numa Williams desacreditada e com pessimos resultados, ele nao fez piadas, foi trabalhar...

Vendo isso da pra perceber o por que da melhora de resultados nao vir... Alonso e Button tem que trabalhar mais, muito mais...

Diego Souza disse...

Concordo com Corradi....
Aqui deixo um relato aos nostálgicos....a Mclaren deve estar com saudades do motor peugeout. Será que estes franceses eram piores do que os atuais Honda atuais??

Társio disse...

Eu concordo totalmente, Corradi. Pensei a mesma coisa na hora...

Na verdade no contrato de Button e Alonso deve constar algum termo que os proíbem de prejudicar a imagem da equipe por qualquer maneira que seja.

Pode até ter sido engraçado na hora, e dada a tamanha desgraça na performance deste ano talvez rir seja o melhor remédio, mas é no mínimo desrespeitoso por demais com todos aqueles que devem estar virando noites nas fábricas da McLaren e também da Honda buscando sair desse atoleiro.

OU a equipe descobriu ouro para 2016 e sabe que será campeã e por isso estão apenas cumprindo tabela este ano e rindo da situação (mas eu não acredito nisso, acho impossível na verdade).

Abç
Tarsio

Renato Santos disse...

Corradi, eu venho aqui porque sou egoísta, quero ter a melhor e mais recente informação, escrita de maneira sucinta. Você faz isto, e muito bem, Sempre disse que cheguei aqui pelas imagens, mas fiquei pelas frases. Gosto muito de sua redação, me lembra o grafiteiro ESPO, que está sendo considerado uma revolução na língua inglesa.
Abração! E obrigado pela resposta, pra mim significa muito!
Tuta (Renato Santos)

S.A.C disse...

É verdade, eu sendo diretor acionista presidente chefe ou o que for da Honda e Mclaren não ficaria feliz com essas gracinhas não, o propósito não é divertir e sim vencer, se não esta dando certo, trabalhar pra colher os frutos e não joga graça pro mundo, é idiota isso, querer passar uma sensação de bom humor mediante a situação, além do que eu não vi graça nenhuma, nem nas atitudes deles e nem nas piadas na internet, sinceramente prefiro pilotos como Kimi Raikonen, que age como piloto, fala como piloto, e apesar de não ser apaixonado exatamente pela F-1 e nem gostar de treinos e do trabalho chato de acertar o carro é o tipo piloto de F-1 que gosto. quando eu eu quero ver graçolas eu mudo pro canal de humor

josé ribeiro disse...

acho que a equipe fez uma escolha ruim de pilotos com salario enorme e um ego maior ainda e que ja foram campeões tava escrito que se bons resultados na viessem isso iria acontecer ainda mais com alonso que quer ganhar de um jeito ou de outro, alias torço pra pilotos como estes nao ganhar mais nada na f1. numa equipe que praticamente começou do zero deveriam ter escolhido pilotos como hulkenberg ou kevin magnussen até o roberto merhi que agredeceu a manor a oportunidade que teve, merecia ta no cockpit dessa lenda chamada maclaren no lugar daqueles dois bananas de pijama.

Lenior Dal Cortivo disse...

Concordo em partes Corradi. Entendo o lado da empresa McLaren-Honda onde os seus próprios pilotos (vitrines) estão denegrindo a imagem da empresa, porém, há de se colocar no outro lado na moeda. No lado do piloto. Campeões mundiais (no caso do Button 1/2 campeão). A Honda fez propaganda, falou, falou, prometeu um motor de ponta, um ano inteiro de preparação acompanhando as principais falhas das concorrentes na temporada de 2014 e em todas as entrevistas falando que o SEU motor seria o melhor. Creio que estão pagando por falarem muito e fazerem pouco. Gosto muito da Honda, seus produtos são excelentes, porém o que fizeram é igual a uma atitude no trabalho aonde você diz ao seu chefe: "Pode deixar, eu dou conta, não se preocupe" e no final você não conseguiu.

Anônimo disse...

Erros demais na McLaren Honda, não acredito que as gracinhas em Interlagos sejam piores do que já aconteceu. Do teste de novatos em 2014 depois da última corrida até o 1º treino da pré-temporada, aparentemente não conseguiram fazer o carro sair do lugar... tem a história do acidente mal explicado, até hoje, do Alonso... aquela gracinha da própria Honda de criar um perfil para cada motor dos pilotos no Twitter (aliás, o que será que aconteceu com aquilo?)... o motor de GP2 no Japão... motor que estourou em Interlagos foi o mesmo que nem andou no México... Honda não tem performance, não tem durabilidade...
Ao que parece o Button deve estar sonhando com a virada de 2008 para 2009, o Honda "Earth Dreams" pegando fogo na última corrida, Brawn GP com estreia atrasada destruindo tempos no último teste da pré-temporada.

Cristiano

Rodrigo Vilela disse...

Eu penso que as "piadas" dos pilotos foram autorizadas pela Honda e pela equipe. E mostra até uma certa dose de resignação, respeito, humildade... no sentido de "OK, nossa estreia não foi a melhor, não foi a que sonhávamos, mas não é o fim do mundo e viemos para vencer".

Isso até ajuda os pilotos a tirar aquele incômodo peso e traz uma motivação para seguir trabalhando!