sexta-feira, 24 de junho de 2016

New Kids




























As imagens acima podem mostrar o futuro da Fórmula 1.

Nelas estão jovens pilotos que parecem estar em caminhos que findarão na
categoria máxima do automobilismo.

Alfonso Celis Jr. é um deles.

O mexicano conseguiu um programa de testes espetacular com a Force India.

Na próxima etapa (Áustria) ele estará mais uma vez conduzindo o carro do time
de Vijay no primeiro treino livre.

Pelo plano, Fonz fechará a temporada de 2016 com participação em 7 treinos
livres.

(lembrando que no início do ano ele conduziu dois dias nos testes de Barcelona)

Parece claro que nos próximos anos haverá mais um conterrâneo de Gutierrez
e Perez no grid.

Outro que penso estar fazendo tudo certo é o brasileiro Sérgio Sette Câmara.

Por outra via.

Aqui a vereda se chama Red Bull.

Câmara (competindo na F3) está no programa de pilotos do time do energético.

O menino é agressivo e possui talento.

(quem acompanha o espaço sabe que não puxo sardinha pra brazuca)

Com Pierre Gasly vacilando, talvez surja uma boa oportunidade para o brasileiro
aparecer e se tornar uma aposta na interessante pra Toro Rosso daqui alguns anos.

Agora é vez de falarmos do monegasco Charles Leclerc.

Membro da academia de pilotos da Ferrari e piloto de desenvolvimento da Scuderia
Italiana.

Leclerc foi selecionado para mergulhar de vez no mundo da Fórmula 1.

Nos próximos finais de semana de 2016 da F1, ele estará conduzindo em 5 treinos
livres o bólido da Haas.

Coloque em sua mente a esperança de repetir Jules Bianchi.

(um jovem piloto, companheiro ideal e um plano B para reserva emergencial)

Essa é a função da academia.

Se Leclerc entender seu papel, repetirá Massa e Barrichello.

Por último, mas não menos importante, Lance Stroll.

Rico, talentoso e com uma ligação com a Mercedes.

Stroll atualmente lidera a F3 europeia com atuações sólidas.

Nos últimos dias ele colheu elogios de Toto Wolff que disse que ele será o
próximo canadense na Fórmula 1.

Toto sabe do que fala.

Pois está muito bem informado.

É ele quem fornece os motores Mercedes (através da sua empresa HWA AG)
para o time de Stroll, a Prema.

Lance ocupa a função de piloto de desenvolvimento da Williams e não causaria
espanto se ocupasse um dos cockpits do time de Frank daqui uns anos antes de
desembarcar na Mercedes.

Entenda.

Não estamos falando aqui do mercado para 2017.

Até porque nenhum desses nomes citados chegou sequer na GP2.

Entretanto são jovens que claramente traçaram uma meta.

E com cuidado vão subindo a montanha.

Para não chegar de qualquer jeito.

Mas da maneira certa.

Para tentar o mais difícil.

Ficar na Fórmula 1.

9 comentários:

J. Xavier disse...

Boa noite!! gostaria que algum colega aqui do blog ou o próprio Corradi me respondesse uma dúvida: Todos os carros de F-3 que vejo desde a década de 1980 até hoje tem essa espécie turbina na lateral..qual o motivo? Abraço a todos!!

Pedro Teixeira disse...

7 câmara não vem tendo um desempenho de encher os olhos. Só fica ali quem disputa título. Ele está longe disso.

Plinio disse...

O tal de stroll, endinheirado como é, se continuar minimamente competitivo vai chegar na F1 com certeza. O Câmara vai ter que mostrar algo mais. Até agora não fez grandes coisas.

Ituano Voador disse...

O Câmara foi alvo de críticas do Helmut Marko, em recente entrevista dada ao Livio Oricchio (http://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/livio-oricchio/noticia/2016/06/verstappen-kvyat-sette-camara-e-pistas-de-risco-marko-fala-de-tudo.html). Chamou a atenção esse trecho: "Sérgio é rápido, sem dúvida, mas precisa aprender a trabalhar sob pressão. Nos treinos livres demonstra sempre velocidade, mas quando vem a classificação e a corrida seu desempenho não é o mesmo. Já falei com ele a esse respeito e ouvi que vai procurar reagir de outra forma. É necessário. Nós funcionamos com resultados e Sérgio sabe disso.”
"Nós funcionamos com resultados"... é uma advertência que cheira a batata assada...
Abs

Julio Cintra disse...

Criaram muita expectativa em torno do Sette Câmara, tem potencial, mas é preciso esperar mais um pouco.

Pedro Teixeira disse...

Helmut não espera. Não deu resultado no primeiro ano, cai fora.

Adalberto Camargo disse...

Isso aí é a admissão. Como o motor é inclinado ele não fica acima do piloto. Pode ver que no lugar só existe o santantonio.

J. Xavier disse...

Opa!Obrigado por responder, Adalberto!!

Anônimo disse...

Olhando que somou pontos para a Superlincença, Sette Câmara vai ter que engrenar temporadas muito boas e ainda tentar salvar a metade que falta da F3 Euro, porque ele está no zero ainda. Ele é o próximo após o Gasly,até porque os outros estão na faixa dos 15-16 anos. Agora imagina se os Torinos Rossos resolvem partir para outros ares, Kvyat com rublos e Sainz com seus euros, a Red Bull vai ter que corre atrás dos que andou dispensando nos últimos anos, ou pegar alguém que já está na F1.

Cristiano Buratto