quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Clipping


























Imagem da máquina dos sonhos.

Novo Patrocinador

A Toro Rosso procura um apoiador que queira batizar a sua unidade de
força.

Tipo a Tag Heuer com a Red Bull.

É Renault mas não é.

Ah, sim.

A equipe de Faenza já foi aprovada no crash test da FIA.

Finalmente

Começa a se encerrar o ciclo de Kimi.

Trainees

Santino Ferrucci será o piloto responsável pelo desenvolvimento da Haas
em 2017.

Depois de um ano de aprendizado intenso com várias oportunidades,
o mexicano Alfonso Celis Jr. espera continuar na Force India nesta
temporada.

Olho nele.

Fonz tenta juntar recursos para encontrar um lugar em 2018 na categoria
máxima do automobilismo.

Antonio Giovinazzi se tornou o terceiro piloto da Ferrari.

Não se assuste se o italiano alcançar um lugar na Sauber nos treinos livres
do ano que vem.

Início Difícil

A Renault já admite dificuldades na construção de seu motor.

O modelo que será apresentado na estréia na Austrália deverá ser substituída
por uma outra versão.

Mas somente quando a Fórmula 1 voltar para a Europa.

O Lugar

A Williams parece ter endurecido o jogo com a Mercedes.

O time de Grove quer motores de graça em 2017 para liberar Valtteri Bottas.

Vamos ver como ficará o acordo.

Interessante que a imprensa alemã diz que Lewis Hamilton vetou o nome de
Pascal Wehrlein para ser seu companheiro.

Sobre a escolha, o inglês disse recentemente que "Eles precisam falar comigo".

As palavras de Toto Wolff também são reveladoras.

"Pascal e Lewis seria uma mistura explosiva.

Devemos ter cuidado para que não ocorra uma situação parecida  como a da
McLaren em 2007 (Hamilton e Fernando Alonso) ."

Wehrlein foi o piloto que mais testou com os novos compostos que a Pirelli.

E impressionou positivamente em todas as oportunidades.

No box da Red Bull, Helmut Marko ficou sem entender os motivos que levaram
Wolff a deixar Pascal de lado.

"Wehrlein é um tremendo talento."

Entretanto talvez Bottas seja mais cordato.

Biblioteca

Sobre a polêmica da troca dos mecânicos, Nico Rosberg revelou que quando
Hamilton desembarcou na Mercedes ele teve que ceder dois de seus principais
engenheiros para Lewis.

"Existem outras histórias malucas e interessantes..." disse o campeão.

E completou "Talvez eu escreva um livro para contá-las."

OK.

Hamilton já avisou que poderia contar suas memórias daqui uns dez anos.

E Toto Wolff afirmou que também gostaria de revelar algumas coisas antes disso.

Pois é.

Daqui um tempo teremos várias leituras intrigantes.

Test Track

Há um barulho sobre Paul Ricard sediar os testes de inverno da Fórmula 1.

Para isso a pista teria que ter um sistema de aquecimento artificial por conta
das baixas temperaturas.

Como seria isso?

Uma ideia abaixo.










15 comentários:

Daylson Elder disse...

O Hamilton não quer o Pascal como companheiro porque sabe que o cara é bom e prevê que eles não vão se dar muito bem.Pascal é um cara de personalidade forte.E dois bicudos não se beijam.
Achei interessante esse sistema de aquecimento que o circuito de Paul Ricard pretende adotar e instalar.Não sei como eles vão fazer isso.Intrigante a imagem.
Muito bom clipping Conrad.

Daylson Elder disse...

Já ia esquecendo.
Alguém poderia me indicar um livro interessante sobre algum piloto de F1?Existe algum?Em português?Fora Senna claro...

Jeferson Araújo Pereira disse...

Corradi: A Renault já admite dificuldades na construção de seu motor.

Well...a Renault teve bastante tempo para se preparar.A "tradução" da frase acima pode ser: mais um ano perdido, andando no pelotão intermediário.Mas como a temporada ainda nem começou, vamos dar tempo ao tempo e esperar.

Jeferson Araújo Pereira disse...

Eu adoraria ler os livros que serão escritos por Hamilton e Wolff, mas não tenho nenhum interesse no livro do Rosberg.

Raciocinando por hipótese, também conhecido como achismo, ou ainda, exercício de futurologia: provavelmente Rosberg aparecerá no box da Mercedes em alguma corrida européia.Eu fico em dúvida se o Niki Lauda irá cumprimentá-lo.Pode até ser que sim, mas acho que será só um olá e tchau.

Anônimo disse...

Rosberg é bom...mas apesar do título, sempre foi o segundão e ai fica falando o que quer também. Foi citado que o Hamilton copiava ajustes mas o Rosberg também copiava, basta procurar no google, inclusive ficava analisando a telemetria do Hamilton, pois na pista mesmo não consegue, precisa estudar, copiar...enfim, tem menos braço. Fato.
Se aposentou da mesma forma que o Prost que ganhou o título em 89 e saiu da Mclaren pois achava o ambiente com Senna insuportável. E depois em 93. Pois sabia que o Senna era melhor e apenas uma combinação de fatores dariam o título para ele.

Renato Santos disse...

Corradi, grato pelo clipping! Feliz 2017 para toda a família F1Corradi

Danilo Silva disse...

dá pra imaginar a quantidade de gatos deitados nessa calçada quando o aquecedor ficar pronto..................

Jeferson Araújo Pereira disse...

O que eu achei incrível sobre a aposentadoria do Rosberg é que praticamente 99% da imprensa mundial acreditou em tudo que ele disse, ou seja: ele apresentou como único motivo o fato de querer ficar em casa com a mulher e a filha. Os jornalistas não questionaram o fato de que na verdade ele também é um piloto inferior ao Hamilton e sabe que será muito difícil ser campeão novamente.

Pilotos de F1 mentem o tempo todo em entrevistas.Cabe à imprensa questionar e duvidar das declarações que eles dão diariamente.A pergunta que nenhum jornalista teve coragem de fazer ao Rosberg é:a sua aposentadoria não é também um ato de covardia?

Marcos José disse...

Peraí...Corradi...mas...não seria o contrário?? Que Hamilton trabalha para a Mercedes promover o Wehrlein!? O Totto Wolff acha que o Pascal é muito novo para assumir o posto na equipe alemã (no lugar do Nico Rosberg) neste momento e que ele (Wolff) escolheria (talvez) Bottas para assumir a vaga deixada por Rosberg. O que "pega" na negociação entre a Mercedes e a Williams é que a equipe inglesa só liberaria Bottas com uma bela "compensação financeira" (a Williams quer os motores Mercedes de "graça" e...a Mercedes cederia as suas "UPs" por um preço bem mais "camarada" para a equipe inglesa) pela troca, para "fecharem o negócio". Sergio Marcchione voltou a falar da volta da Alfa Romeo novamente (e desta vez com uma equipe B da Ferrari mas com uma mentalidade bem diferente do que é adotada hoje pela Red Bull em relação à Toro Rosso) e pelo jeito...o projeto do retorno da Alfa para a F1 será (mesmo) pra 2019 (a FCA seria "sócia" da Diageo e "compraria" a Force india ou a FCA compraria a Toro Rosso da Red Bull em 2018) mesmo com o atual presidente da Alfa Romeo; discordando da decisão de seu "chefe" da FCA.

Samuel Meduki disse...

A máquina - 'sobre a vida de Michael Schuhmacher. Livro top com prefácio do Fábio Seixas.

Ricardo disse...

Daylson, boa noite!

F1 Pela Glória Pela Pátria de Eduardo Correa. Aborda os três pilotos brasileiros Emerson, Piquet e Senna nas suas respectivas épocas.

Jeferson Araujo Pereira disse...

Corradi, se for possível, favor lançar luzes sobre notícia veiculada na mídia italiana: Ron Dennis e empresários chineses querem comprar a Manor.Fato ou boato?

David Félix Krapp disse...

E o Nasr Corradi ? A pé ainda ?

Fabrizio Salina disse...

Meu Deus! Os caras não percebem que Rosberg é tão bom que a Mercedes não consegue perfil igual no mercado? Se fosse mero "segundão" nunca teria vencido Hamilton.

Anônimo disse...

Obrigado pelas indicações.Vou procurar sim.

Ass:Daylson