quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Pequenas Passagens
























Monza.

1987.

Coletiva de imprensa para apresentação do time da McLaren.

Ron Dennis poderia ter resumido bem o discurso.

Poucas palavras bastariam.

Talvez algo assim:

"Reunimos vocês aqui para avisar que nós venceremos tudo nos próximos anos.

Obrigado."

16 comentários:

TW disse...

Perfeita a legenda da foto. Começava ali a guerra psicológica entre Senna e Prost. Imagem que aparece no filme/documentário 'Senna'. Ótima recordação.

abs

Ron Groo disse...

SE ele soubesse que o treco iria azedar... Sei não.

Anônimo disse...

Engraçado que o Prost, na foto, parece bem mais preocupado que o Senna...

Carlos Henrique

Anônimo disse...

Prost tá c/ uma expressão do tipo: " Caraca, tô ferrado à partir de agora... ". Rsrsrsrs. Everson Abreu.

David Félix Krapp disse...

Sensacional Corradi...

Pessoal, não sei se o Prost tá pensando isso mesmo, na verdade acho que ele estava tranquilão, em entrevista recente ele disse que vetou a contratação do Piquet que era o verdadeiro alvo do Ron Dennis, ele disse na entrevista que pensava que o Senna ia ser um adicional maior ao time... a realidade na minha opinião era outra... assim... imagine o fim da temporada de 87, voce ve o Piquet destruir psicologicamente o Mansell que era o dono da equipe até então... aí seu chefe chega e diz... eu vou contratar esse cara para ser seu companheiro de equipe... o que voce acha ? Sendo o pragmático de sempre Prost disse não... mas não por que ele pensava que o Senna era a melhor opção, ele disse não por que ele sabia que o Piquet chegando o sossego dele ia acabar com certeza... com Senna era uma possibilidade... com Piquet era certeza...

Claro que ele não esperava que o Ayrton se tornasse definitivamente o melhor piloto do planeta na época e um dos melhores da história... é engraçado isso se voce para pra pensar... é um lance meio Regazzoni/Lauda... Alonso/Hamilton... Webber/Vettel... Schumacher/Rosberg... o piloto mais experiente jamais pensa que vai ser batido e realmente não é sempre... mas quando acontece... vemos história...

Corradi, ainda sobre 87, é verdade que Piquet conversou com a Ferrari para 88 e depois desistiu por um conselho do Lauda ?

Abraço e bom início de ano a todos

Renato Santos disse...

É o Osamu Goto?

zamborlini disse...

o fiel da balança nesta época era o motor honda. e os japas eram fãs tanto do piquet quanto do senna. a honda iria para onde os brasileiros fossem. não acredito muito nesse veto do prost ao piquet. o nelson é que não quis ir para a mclaren pois não queria mais dividir um time, queria ser primeiro piloto. e isso o ron não garantia. mas é verdade que a primeira opção do ron era mesmo o nelson. se o piquet fosse pra mclaren senna iria para a williams, já que na lotus ele não queria ficar de jeito nenhum. o peter warr foi rápido em oferecer um caminhão de dinheiro ao piquet, além de primeiro piloto absoluto. fez o anúncio na hungria, uma prova antes de monza, pra mostrar q tinha o controle da situação. o piquet dizia à época q sabia o que fazer para acertar a lotus. o tempo mostrou quem tinha razão em achar a lotus uma cadeira elétrica. restou ao senna a mclaren. e ele fechou um contrato de 3 anos por 10 mi de dólares, uma fortuna para aquele tempo. e o japa da foto não é o goto, renato santos.

Fidel Miño disse...

O Alain esta segurando o riso, o esta arrotando?

David Félix Krapp disse...

Olha Zamborlini, o próprio Prost na entrevista que deu ao Sky Sports em 2013 no programa F1 legends deu essa declaração e eu cito

"McLaren queria Piquet, eu sugeri Senna"

Pode não parecer um veto declarado, mas todo mundo sabe como funciona a F1...

Com relação ao anúncio do Piquet na Lotus na Hungria eu realmente não sabia, o único que sei e também por entrevista do Piquet é que ele recebia 24 mil dólares por hora, era isso mesmo ? E o Nelsão acabou escolhendo uma barca furada nessa, uma pena... :(

E minha dúvida persiste, houve negociação da Ferrari com o Piquet em 88 ? E com o Senna ?

Abraços

maxwellman disse...

E pensar que poderia ser o Piquet no lugar do Senna...

Jefferson disse...

Caraça!
Perfeito!
Uma salva de palmas para o post do Corradi (como de costume), e onde assino, David Felix?!

Diogo Draeger disse...

Eu li em algum lugar que o piquet disse ao ron dennis q preferia correr contra ele do que para ele.....

Daylson Elder disse...

Sensacinal a imagem.A expressão dos pilotos é intrigante e reveladora ,ao mesmo tempo.Creio sim que Prost estava mais preocupado e sabia que com Senna não seria nada fácil.

Anônimo disse...

Sempre que vejo imagens dessa ocasião me chama a atenção a ausência total de patrocinadores.

Creio que seja porque Senna ainda tinha contrato vigente com a Lotus (Camel), assim como os motores da McLaren (Marlboro) ainda eram TAG-Porsche...

Abraço!
Alessandro.

Danny Pinto disse...

O Nelson disse no Roda Viva, se não me engano, que um dos caras que ele menos gostava (e vice e versa) era Ron Dennis, apesar do reconhecimento deste pelo talento do tricampeão. Rivalidade antiga desde os tempos de F-3.
Não tinha como ir pra McLaren..

E respondendo ao colega ai encima, em meados de 88, pouco antes do falecimento do Comendador Enzo, o Nelson espinafrou a Ferrari, que vivia uma draga de fase, desde o bom momento no final de 87, fechando definitivamente uma porta na Scuderia..
Sem o motor Honda na Lotus, chegou a declarar o que esperava da corrida em Monza: "Que as duas McLaren batam uma na outra...' kkkkk

Pedro Wolthers disse...

O Nelson correu com Mc Larem M23 no começo da carreira, antes da Ensign.