quarta-feira, 17 de abril de 2013

Up to Date























Bom dia a todos.

Interesses

Alain Prost declarou que Romain Grosjean perdeu a confiança.

A declaração do ex-piloto da Fórmula 1 minando seu compatriota não é gratuita.

Nicolas, seu filho, é piloto de testes da Lotus.

Entendeu?

Genni

A Lotus se levantou e começou a negociar com Kimi Raikkonen sua permanência
na equipe.

A manifestação da Red Bull sobre o finlandês é tratada com cuidado.

Menos pelo que está acontecendo hoje e mais pelos ventos futuros.

Afinal ninguém sabe o que se passa na cabeça de Sebastian Vettel.

O atual campeão parece querer ver como ficará o jogo após o retorno dos motores
turbos à Fórmula 1.

Para a Genni Capital é importante a manutenção de uma figura como Raikkonen.

O grupo movimenta mais de 1 bilhão de dólares anuais em todo o planeta, tendo
inclusive um escritório no Brasil.

Está claro que esporte a motor é apenas uma ponta dos diversos empreendimentos
da Genni que atua também no mercado financeiro e imobiliário.

E atrair mídia e atenção para o seu box usando as vaidades do paddock faz parte
do seu negócio.

O lugar acaba se tornando um clube itinerante que roda todo o planeta com a F1.

Ali grandes empresários nos locais das corridas podem ouvir propostas enquanto
tiram fotos com os pilotos.

Foi dessa forma que a Genni conseguiu fechar contratos milionários e entrar no difícil
mercado de celulares da Índia.

Sem maiores cobranças, do jeito que está rolando dinheiro e com tantos interesses em
jogo, Raikkonen só sairá do time se quiser...

Vendas

Olhando o Mapa-Múndi é impossível deixar de reparar.

Os locais onde a Ferrari mais deseja expandir seus negócios acabam de uma maneira
ou de outra entrando no calendário da Fórmula 1.

Kovalainen

Fácil entender o desinteresse momentâneo da Caterham pelo chinês Ma Qing Hua.

O piloto além de perder seu posto de piloto de testes, ainda ficou sem lugar na GP2.

Basta imaginar a alegria de Tony Fernandes quando viu entre os patrocinadores da
Ferrari a chinesa Weichai Power.

Mas não é motivo para uma dispensa.

Até porque o chefe da equipe concentra seus maiores interesses na Ásia.

Outra coisa.

A chegada de Kovalainen não deve ameaçar Giedo Van der Garde e Charles Pic.

Não é prudente matar as fontes de dinheiro de uma Escuderia.

Na foto: e a Pirelli mudou...

4 comentários:

Anônimo disse...

Esta foto é sensacional. Muito pneu em cima, pouco embaixo. Teria sido problema de desgaste excessivo...rsrs

Anônimo disse...

Uma bela legenda para a foto seria: "IRONIA!"...

"Os locais onde a Ferrari mais deseja expandir seus negócios acabam de uma maneira ou de outra entrando no calendário da Fórmula 1."

O que me faz pensar... Quanto será a comissão que Bernie Ecclestone embolsa nessa "expansões" da F1 rumo a outras praças?


um abraço,
Renato Breder

Anônimo disse...

Prost fazendo o que sempre soube fazer muito bem, além de guiar, claro.

Carlos Henrique

Secastro disse...

Foto genial!!