quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Rascunho Desconfiado



















Team Canadá.

Interessante.

A FIA liberou os zerinhos.

Olha isso torcida brasileira!

Felipe Nasr está no precipício de ser anunciado como parte da equipe Williams.

O apoio do Banco do Brasil está empurrando o rapaz barranco abaixo.

Algo em torno de 10 milhões de Euros.

É muito.

Ainda mais para um piloto de testes.

O cara leva um caminhão de dinheiro desse pra andar nas sextas-feiras?

Alguém aí conhece o Bottas?

Fala com jeito.

Aos poucos pra não assustar.

Tipo assim: avisa pro cara que a titularidade dele está muito agitada e anda
subindo no telhado.

A Infiniti outro dia cantou pra quem quisesse ouvir que a parceria com a Red
Bull foi a melhor coisa do mundo.

Houve um retorno midiático inacreditável.

Mas deixou claro que não quer estender a relação após o término do compromisso
daqui a dois anos.

As coisas na Fórmula 1 são assim mesmo.

Nem tente entender.

Viu os testes no Bahrein?

Esquentando.

Muito.

Tanto que a cada momento aparece um furo num lugar diferente no carro de
Vettel.

Falei.

Red Bull e Renault só em Barcelona.

Uma notinha.

Fernando Alonso começou a olhar para os lados.

E a grama do vizinho parece mais verde.

A Ferrari precisa mostrar competitividade para manter seu piloto principal.

Pontos em dobro.

A terceira posição em Abu Dhabi vale mais que uma vitória em Mônaco?

Pra pensar.

15 comentários:

Renato Santos disse...

Posso entender a Infinity.

Ela não deve crescer mais do que seu mercado.

O que é para poucos perde seu valor se chegar ao muitos.

Meu Deus, estou escrevendo no estilo do Corradi!

Tuta

Anônimo disse...

- Para piorar a situação, com TANTAS corridas por temporada, só falta as "cabeças pensantes" da F1 instaurarem o ridículo e 'nascariano' playoff nas últimas 'x' etapas do campeonato...


- Eu sei que "quem tem muito tá querendo mais e quem não tem tá no sufoco", mas com a situação financeira mais ajeitada neste ano, o Bottas não estaria menos inseguro na Willimas? E a ligação dele com Toto Wolff (leia-se Mercedes-Benz)?

- "E a grama do vizinho parece mais verde."... Verde Petronas?

- Vamos ver agora o trabalho da "dupla" Newey-Vettel na solução dos problemas da Red Bull...

- E a Lotus E22 andou apenas 8 voltas em Sakhir... problemas de aquecimento do motor Renault também?


E a Brabham BT42 do Epie Wietzes (GP da Canadá 1974) na foto do post é muito bonita, hein?


um abraço,
Renato Breder

Anônimo disse...

Corradi, qual o apoio financeiro que o Bottas leva para a Williams?

Abraço,
Diogo.

Humberto Corradi disse...

Diogo

Sei que ano passado ele levou algo em torno de 3 ou 4 milhões de Euros.

O principal apoio de Bottas é Toto Wolff (acionista da Williams e principal elo de ligação da equipe com a Mercedes).

Valeu

RenatoS. disse...

Massa, Petrobrás, Nasr, Banco do Brasil...Williams está se tornando uma equipe anglo-brasileira.

Ei...mas o Toto não vendeu a parte dele na Williams?

Ron Groo disse...

Como governos de esquerda gostam de patrocinar a Williams não?
Venezuela, Brasil...

Humberto Corradi disse...

RenatoS

Hove boatos, mas não vendeu.

Tanto que a Susie (sua esposa) continua por lá.

Valeu

Anônimo disse...

Ron, é o contrário. A Williams é que tem uma habilidade incrível de buscar dinheiro na periferia. Desde os tempos da Saudi Air Lines.

Anônimo disse...

Abu Dahbi é um fiasco em termos de automobilismo, então, tiveram que criar esta regra besta, e que torna uma prova como Mônaco perder um pouco de seu glamour.

Lamentável!

Abraço!

Mauro Santana
Curitiba-PR

Anônimo disse...

Corradi's F1; Bottas não levou mais dinheiro pra andar nas sextas que Senna pra ser titular, né?
É natural que as equipes tenham um salto de qualidade na temporada europeia, é sabido que a rbr cresce também na parte final, na fase asiática.
Acho difícil questionar a titularidade do Bottas, hein? Você acha mesmo que Nars vai andar como fez Bottas quando Senna era titular?
Alonso vem olhando pros lados desde que seu empresário esteve na rbr, depois disso até o Dennis elogiou o espanhol, nenhuma novidade aí, né?

Anselmo Coyote disse...

"A Ferrari precisa mostrar competitividade para manter seu piloto principal." Qual é o piloto principal da Ferrari? Qualquer resposta é mera especulação, óbvio. Exceto para quem leu os contratos.
Abs.

Charles disse...

Corradi,

Supondo as perspectivas, teríamos, pela ordem:

- McLaren
- Mercedes
(meio segundo depois)
- Ferrari
(um segundo depois)
- Williams
- Force India
- Red Bull
- Toro Rosso

Procede?

Humberto Corradi disse...

Charles

Cada equipe possui um planejamento nos testes.

É fácil perceber que o motor Renault está um pouco atrás dos outros.

No entanto é difícil cravar diferenças mais evidentes entre as unidades da Ferrari e da Mercedes.

Valeu

Humberto Corradi disse...

Anselmo Coyote

Cada trata com a informação que tem.

A minha diz que Alonso é o piloto número 1 e que terá a estratégia da equipe ao seu favor.

Valeu

Anônimo disse...

MAIS UM BRASILEIRO PRA BANCAR A CARREIRA DO BOTTAS !!!