quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Rascunho - Perdas & Danos






















Essa coisa de testar de azul não é novidade.

A Sauber já fazia isso há 10 naos.

As duras palavras proferidas por Tony Fernandes causaram um efeito curioso.

O chefe da Caterham que, reclamando dos custos e dos resultados, ameaçou
deixar a Fórmula 1 parece ter assustado seus colaboradores.

Muitos bateram nas portas da McLaren em busca de emprego.

Alguns foram acolhidos e estão trabalhando na nova casa.

No seguimento da empresa que cuida dos carros de rua, que fique claro.

Meados de 2013.

A Lotus tentou o apoio da Renault para renovar com Kimi Raikkonen.

Uma ajuda para cobrir os salários.

O fabricante francês disse não e o piloto acabou na Ferrari.

Estremecidas as relações, a equipe de Estone buscou alternativas para uma nova
parceria.

Conversou com a Mercedes e com  a Ferrari.

Também sondou a Honda.

Quando viu que o buraco era mais fundo, voltou para a Renault e começou a quitar
sua divida.

Agora as duas anunciam que a parceria irá se prolongar.

Pelo menos por mais 3 anos.

Interessante saber mais sobre os bastidores da ida de Felipe Massa para a Williams.

O piloto revelou que negociou diretamente com a equipe, sem a participação de seu
empresário Nicolas Todt.

O pessoal de Grove não queria que Todt, que também é agente de Pastor Maldonado
e parte interessada na época, soubesse de tudo que estava sobre a mesa.

O que lhe daria uma grande vantagem nas conversações.

Isso explica muita coisa.

Quando a notícia dizendo que o brasileiro mudaria de casa vazou, um dos jornalistas
que tentou confirmar a nota foi Livio Oricchio.

Ao buscar informações do staff de Todt a turma negou tudo e classificou a coisa
toda como fantasia.

Mentira?

Não, realmente os caras estavam por fora.

Oricchio publicou as palavras que ouviu e foi bastante criticado no Brasil.

Hoje podemos entender o que aconteceu.

As pessoas se apressam muito em julgar e criticar.

Principalmente aqueles obtusos que não produzem sequer uma linha relevante
sobre automobilismo.

Oricchio, que deixou o jornal Estadão no final do ano passado, era um dos
poucos jornalistas brasileiros que seguia todo o circo da Fórmula 1.

Com boas análises técnicas e entrevistas com personagens interessantes, fazia
uma ótima cobertura in loco e, o principal, produzia conteúdo original.

Perdemos um excelente espaço.

Pena.

Era um oásis em meio a tantos ecos da Autosport.

Que volte logo!

Pergunta.

A confusão na Venezuela vai respingar na carreira de Pastor Maldonado?

19 comentários:

Társio disse...

Realmente Corradi. Realmente no caso da entrevista com o N. Todt foi apenas 1 lado da história. O blog do Livio era dos melhores mesmo.

Você por acaso sabe o que ele está fazendo agora?

Ecos da Autosport foi ótimo... rsrsrs ;)

Humberto Corradi disse...

Társio

O Blog está parado e ele não abriu outro.

Valeu

maxwellman disse...

Belíssima essa Prost!

Unknown disse...

Corradi,

gostei da alfinetada ao Grande Prêmio, embora eu goste do site.

abras

Jaime disse...

Essa foto é da Sauber C14, com motor Ford Cosworth, sendo testada pelo Frentzen, em '95. O local eu não sei dizer.

Alexandre Senges disse...

Amigo, essa era uma Sauber, com o Frentzen a bordo!

Paulo Alexandre Teixeira disse...

É uma Sauber, maxwellman.

Humberto Corradi disse...

Unknown

Não foi uma alfinetada no Grande Prêmio.

Elogiei o trabalho do Oricchio, só isso.

Valeu

Marques disse...

Até achava interessante o blog do Olivio, mas por diversas vezes parecia o Galvão falando que foi almoçar com os mecânicos da Ferrari.

Anônimo disse...

Orichio aquele q disse q Interlagos nunca mais veria a F1... ?

sabe bem esse rapaz, estadão fez bem de se livrar

Anônimo disse...

Como já disseram aí em cima, a foto do post é da Sauber C14, de 1995, com Frentzen pilotando em testes pré-temporada... em algum lugar (???)...
Nos GPs da tempórada, a Sauber trouxe (introduziu!) a Red Bull na lateral dos sidepods.

Mais fotos de testes pré-temporada:
http://fc04.deviantart.net/fs70/f/2012/365/e/f/heinz_harald_frentzen__1995__by_f1_history-d5ps3jv.jpg
http://fc00.deviantart.net/fs71/f/2012/362/7/2/karl_wendlinger__1995__by_f1_history-d5pg34t.jpg

Esse 'bico/asa dianteira' do carro apareceu apenas nas 2 primeiras etapas de 1995 (Brasil e Argentina).
A partir da terceira etapa, GP de San Marino, o conjunto apresentou um aspecto mais convencional...

Mais fotos...

* 1a etapa - GP do Brasil:
http://2.bp.blogspot.com/_MPhlEnKCONM/SnypfMwHk6I/AAAAAAAAECY/0K5VH-bdAN0/s1600/30frentzensaubergpbrazi.jpg

* 2a etapa - GP da Argentina:
http://f1ad.narod.ru/Seasons/1995/Photo/Arg_SauberC14Ford_Wendlinger_01.jpg
http://www.crankandpiston.com/brain/media/2014/01/Ten-Unexpectedly-Cool-Formula-1-Liveries-14.jpg

* 3a etapa - GP de San Marino (o bico do carro foi mudado):
http://fc04.deviantart.net/fs70/f/2013/265/b/7/heinz_harald_frentzen__san_marino_1995__by_f1_history-d6nbldl.jpg

* 5a etapa - GP de Mônaco:
http://fc02.deviantart.net/fs70/f/2013/250/3/2/heinz_harald_frentzen__monaco_1995__by_f1_history-d6le33e.jpg

* 12a etapa - GP da Itália:
http://fc00.deviantart.net/fs70/f/2013/248/7/0/h__h__frentzen___d__coulthard__italy_1995__by_f1_history-d6l53eq.jpg



um abraço,
Renato Breder

Renato Santos disse...

E o Toddynho, qual vai ser a sua retaliação?

Humberto Corradi disse...

Renato Santos

Retaliação??

Por que?

Nicolas Todt recebeu sua comissão sem trabalhar muito!

Quer melhor?

Valeu

RenatoS. disse...

Vida de jornalista tem dessas coisas.

Na maioria das vezes, os furos de reportagem encaixam...em outras não.

E não foi só o Lívio que disse algo em seu blog que não vingou. Outros também.

Por outro lado, Lívio estava lá, in loco, acompanhando tudo de perto. Sabia muito e ainda sabe.

Além do que, a exemplo do Corradi, era um dos poucos blogueiros que respondiam seus seguidores com boa vontade.

Faz falta seu blog.

Anônimo disse...

Gosto muito de seu blog, mas essa parte final sobre o Lívio pareceu um pouco de recalque pelo fim da parceria com o GP.

Rodrigo Goulart

Anônimo disse...

Renato Santos. O Todt tá dando risada. Recebeu duas comissões. A do Massa e a do Maldonado...

O Maldonado fica com a cabeça a prêmio é pelos resultados de pista. A Lotus com staff desfalcado e sem grana corre o risco de ir para o final do grid e aí sim é que o povo venezuelano deve questionar o investimento da PDVSA.

Abraço,
Diog.

maxwellman disse...

Obrigado pelo aviso! Isso me tira a dúvida sobre os motores que a Sauber usava quando chegou na F1.

Anselmo Coyote disse...

Não acredito que o Lívio vá ficar fora do circo em 2014. Afinal foram 20 temporadas acumulando conhecimento e contatos. Com essas mudanças recentes ele seria um canal e tanto p/nós todos.
Abs.

Sandro disse...

Livio Oricchio, onde está você?
Não podemos passar mais do que duas corridas da temporada 2014 sem o seu trabalho!