segunda-feira, 30 de maio de 2016

Rascunho Casino













































Imagem de Baku.

Um bólido da GP3 experimentou as linhas do nova pista de rua da Fórmula 1.

Lewis Hamilton fez sua parte e venceu.

(os pneus Pirelli macios, supermacios e ultramacios são iguais, não?)

Na transmissão, o Leme disse que a estrela inglesa é sempre favorecida nas decisões.

Concordo.

Dou um exemplo.

Já houve várias ocasiões em que Hamilton liderava e a direção de prova optava por
um safety car virtual (que preserva as distâncias) ao invés do carro de segurança real
que costuma embolar tudo.

A coisa costuma se inverter quando Lewis precisa ganhar posições.

Mas isso sempre aconteceu com os protagonistas.

Charlie Whiting (que foi funcionário de Ecclestone na Brabham) sabe preservar os
atores especiais e agradar quem manda no circo.

No Principado, Hamilton ainda foi auxiliado pelo erro horroroso da Red Bull na parada
de Daniel Ricciardo e protegido na disputa com Nico Rosberg.

O líder do campeonato (obedecendo ordens) abriu caminho para seu companheiro.

Rosberg cometeu uma falha, no meu entender.

Principalmente se ele esperar um reciprocidade no futuro.

Ainda sobre Nico, a Mercedes abriu tratativas com ele para uma renovação.

Antes do tempo.

Sinal que Rosberg possui uma proposta real (e boa) de outra equipe.

Quem não tinha obrigação nenhuma em permitir passagem era Felipe Massa.

E assim a corrida de Sebastian Vettel foi pro sal.

Verstappen bateu.

Mas antes do infortúnio, passava os outros como se estivesse num circuito normal.

Impressionante.

A prova foi uma tragédia para Sauber.

Devendo a Ferrari, com complicações junto a TelMex e sifrendo um processo movido
por Adrian Sutil, a escuderia suíça se encontra numa situação periclitante.

A Red Bull e a Toro Rosso usarão motores Renault em 2017.

Entretanto o projeto Aston Martin-Red Bull se encontra adiantado.

Adrian Newey vai desenhar um esportivo para a marca.

E já se fala na construção de motores de competição através da parceria.

Jenson Button possui duas opções neste instante para permanecer na F1.

McLaren e Williams.

A Williams colocou na mesa um contrato de 8 milhões de euros para o campeão
de 2009 substituir Felipe Massa.

Button recebe o dobro disso hoje.

Sua situação na McLaren permanece aberta.

Ele conta com a simpatia da Honda e do banco Santander.

Jenson é o garoto propaganda da instituição financeira na Inglaterra.

Além disso, apesar da insistência, Stoffel Vandoorne não tem conseguido obter
uma resposta final sobre sua situação para 2017.

Com o desejo declarado de Button em permanecer sob a tutela de Ron Dennis
por mais uma temporada, fico com a impressão que o belga Stoffel Vandoorne
(ainda sob contrato na McLaren) está mais perto de uma reserva do que de uma
titularidade.

Manter o status quo se mostra uma tendência.

Inclusive no caso de Kimi Raikkonen.

Por enquanto.

Por fim.

O piloto americano Alexander Rossi escreveu seu nome na história ao vencer as
500 Millhas de Indianápolis.

Fiquei pensando no feito de Nico Hulkenberg em Le Mans.

No caso de Nico, nada mudou.

(como previmos, apesar do oba-oba da imprensa na época)

Acho que a situação de Rossi é diferente.

A mídia americana cultua seus ídolos e adora uma história.

Um Rookie vencer em Indianápolis preenche todos os quesitos.

O reserva da Manor se encontra numa posição favorável para um retorno à
categoria máxima do automobilismo.

Reconhecido pelo público ianque (um importante mercado) e com reais
possibilidades de despertar os corações de grandes anunciantes.

Villeneuve (o Jacques), Montoya...

Posso imaginar Bernie cerrando os olhos e imaginando outra oportunidade
de invadir o coração da América.

Dessa vez com um piloto americano (herói!) puxando a turma.












17 comentários:

Fidel Miño disse...

Cuanta maldade nessa foto do Michael, Corradi.
O Rosberguinho tava muito lento... não é o caso do Nasr, por comparar.

Tardellisanches Sanches disse...

conradi e sobre o massa na renault?sinto que ainda pode ajudar no desenvolvimeto de uma carro,campeao axo dificil,seu tampo ja passou...

leof1 disse...

O que é mais constrangedor, esse parágrafo sobre a Mercedes ou o desempenho do Rosberg em si? Vejamos: Ele largou em segundo, deixou Ricciardo abrir 14 segundos, cedeu a pressão do time e deixou o inglês passar (coisa de quem não será campeão nunca), mudou para o intermediário e continuou muito lento, virando tempos piores que o companheiro com pneu de chuva, foi ultrapassado por Perez e Vettel na tática e ainda protagonizou o vexame de ser ultrapassado em Mônaco, na última volta, na última curva por um carro bem mais lento... curiosamente nem citado no post! Vai ser fanboy assim em Mônaco

Plinio disse...

Nasr agiu bem ao não permitir a ultrapassagem. A sauber já não oferece perspectivas, mas o piloto precisa mostrar posição firme. Como os dois pilotos da equipe são pagantes e nenhum parece ser um gênio da raça não há razão pra ficar abrindo caminho.

Renato Santos disse...

Kvyat, não esquenta o banco que o Rossi vem aí...

Társio disse...

O Rosberg devia ter algum problema no carro não citado até agora. Não faz muito sentido ele estar tão lento.

Ricciardo e Lewis protagonizaram uma bela disputa!

Interessante que nesta corrida pouca gente saiu em alta (Lewis e Force India) e muita gente que saiu em baixa:

- Rosberg viu a vantagem na liderança do campeonato cair pela metade;
- Red Bull, com pole e carro para vencer a corrida só carimbou 18 pontos. Falha da equipe com o Ricciardo e falha do Verstappinho;
- Ferrari, aquela que esperamos reagir em todas as corridas e nunca reage, apenas um 4º lugar. Vettel se segurou como deu e Kimi falhou;
- Williams em Monaco é um fiasco;
- Na Toro Rosso Kvyat será rebaixado pra Gp2 agora...
- Na Renault Palmer aquaplanando sozinho na reta...
- Sauber. Aff...

Canadá promete!

Sobre a Indy500, os ponteiros da corrida eram Hinchcliffe, Castroneves, Kanaan, Ryan H Ray e o Bell. O Bell se enroscou com o RHR no pitstop e sairam do pareo. Os demais apostaram numa bandeira amarela que nao veio nas ultimas 30 voltas e todos precisaram parar por falta de combustivel. O Rossi mal apareceu ao longo de toda a corrida, mas como não tinha nada a perder a vitória caiu em seu colo. Bom piloto, tomara que esta vitória traga boas oportunidades para ele.

Abç
Tarsio

Diego Souza disse...

O Leme disse que o Massa esta conversando com a Renault. Isso procede? Vejo um bom caminho para 2017 na Renault.

Fabrizio Salina disse...

Corradi, essa atuação rosberguiana merece análise a parte. Fez jus ao prêmio "Bambi" recebido. Só um problema no carro minimiza. Como cumprir ordem de equipe com campeonato em aberto? Não é dito que na guerra e no amor não existem regras? Se tivesse uma boa proposta na mesa, seria hora de travar o Hamilton o maior tempo possível. Na pior das hipóteses, um enrosco deixaria tudo como ficou em Barcelona. Infelizmente, agir dessa forma, com todo esse fair play, não condiz com atitude que se espera de piloto que deseje ser campeão a qualquer custo.

Marcos José disse...

Mas o contrato entre Red Bull (e Toro Rosso também) e a Renault vai até 2018 (então você acha que em 2019 o motor turbo da "Aston Martin" estréia, por isto a renovação tão "curta" com a Renault? é isso?)!! Alexander Rossi pode "aparecer" na Haas (equipe americana, piloto americano) em 2017 (claro se Grosjean não for substituir o Raikkonen na "Scuderia") e a equipe (Haas) poderá ser aproveitar muito bem disto (a vitória de Rossi nas 500 Milhas de Indianápolis) para trazer patrocinadores para ela. Acho que o Vandoorne já "está de aviso" na McLaren, no caso de uns dos pilotos titulares saírem da equipe em 2017 (se a boataria for mesma concretizada na saída de Button na McLaren). Button só chega na Williams se ele levar junto o Santander (a equipe precisa de muito dinheiro neste momento, daí a "economia" no desenvolvimento do FW38 neste ano, já que no ano que vem a "construção" do FW39 será muito mais "cara" pelo novo regulamento de 2017), se o piloto inglês "conseguir" (levar o patrocínio do Santander); a vaga é dele. Outro boato que surgiu em Mônaco : a Renault estaria interessada (e muito) em Felipe Massa...e pra terminar, mais 3 questões...ou o Grupo FCA compra a Sauber neste momento ou já "era", Kvyat já sabe que não ficará na Toro Rosso em 2017 (e também não voltará pra Red Bull, mesmo com Ricciardo "saíndo" da equipe-taurina) e eu não ficarei surpreso (e poderei está errado sobre isto) se o Ricciardo aparecer em uma nova equipe em 2017...

Anônimo disse...

Essa conversa de Massa com a Renault é verdade ou somente boato?

Jeferson Araujo Pereira disse...

Não gosto de Rosberg como piloto, mas a sua Mercedes teve problema com os freios.Isso foi dito logo depois da corrida.E quanto a deixar o Hamilton passar, rola aqui um óbvio ululante: se ele não deixa, a Mercedes não renova seu contrato.Simples assim.

Fui adolescente nos anos 70 e cresci ouvindo os deuses do rock progressivo: Yes, Genesis,Emerson,Lake & Palmer,Gentle Giant, Renaissance, Jethro Tull etc.Portanto, ao ver o Hamilton oferecendo champanhe ao Justin Bieber, quase vomitei.

Jornalista inexperientes e incautos, que afirmaram que o Verstappen é o novo Senna, hoje devem estar envergonhados...

Alexander Rossi: acho que existe 0,001% de possibilidade de, devido ao patriotismo,à nacionalidade, ele conseguir uma vaga na Haas em 2017.Fora disso: esqueçam.Não acontecerá mais nada.

Rafael Puerto disse...

Acho que o Rosberg foi ridículo nessa prova (muito provavelmente pelo baixo rendimento do seu carro).
E acho impossível o Rossi voltar pra F1. Não por falta de convites, acho mesmo é que ele não vai querer!

Marques disse...

Que isso Corradi, favorecido é o Rosberguinho, escapou de punição pelo menos umas quatro vezes. Monaco 2014, Canada 2014, Spa 2014, Espanha 2016. Olha a quantidade de punições e reprimendas que Hamilton tem, dizer que é favorecido é brincadeira. Além disso essa história de VCS e SC não fez diferença nenhuma na corrida, em todos os momentos o Ricciardo encostou no Hamilton da mesma forma. A gente sabe a sua preferência pelos alemães, mas que isso, a corrida que o inglês fez foi espetacular, do jeito que você escreve parece que deram a vitória pra ele. A decisão de mandar passar foi acertadissima, caso contrário nem no pódio as Mercedes terminariam, dada a falta de ritmo do Rosberg. Além disso o stint com full wets foi absurdo, sem falar em manter os ultra macios ainda rápidos depois de tanto tempo. Vitória merecidissíma assim como teria sido para Ricciardo também.

S.A.C disse...

Hamilton é sempre favorecido?

Gp da alemanha 2014, Rosberg lider, Bottas segundo, Hamilton em 3 e ainda teria que fazer mais parada, um carro quebrou e ficou a perigo mas mesmo assim não chamaram safety car justamente pra não alterar o resultado da corrida e quem era o lider? Rosberg, mas o favorecido é sempre Hamilton?

Gp canadá 2014 rosberg usa algumas vezes a area de escapa pra fugir de hamilton e foi investigado? Foi punido? Não

Spa 2014 rosberg tira ham da corrida, foi punido? investigado? não

E ele que é favorecido? Você acha mesmo isso? eu hein


Sobre Vettel eu concordo, os pilotos que andam na frente dele andam destruindo muito a corrida dele haha, se ele não ficasse atras deles eu acho que ele vencia todas rs

Eu tenho a solução pra Vettel ser tão bom quando você acha que ele é, bota um grid cheio de mark webber e carros feitos por newey, e claro manter o Ricciardo bem longe dele rs

Gerardo Furtado disse...

Como se diz aqui na Austrália, "he did a Bradbury".

CPA disse...

Rosberg provou mais uma vez que é um team player. E com isso arruinou, para mim, as hipóteses de ser campeão.
Bastava-lhe imitar o "i'm not slowing down for nico" de hamilton o ano passado na hungria.
Um campeão é um animal implacável. Coisa que Rosberg não tem sido..

Jefferson disse...

Eu tinha um monte de comentários a fazer sobre este otimo post, mas como estava desconectado...
Felizmente o restante dos amigos da velocidade acima também viram a mesma corrida que eu e ja o fizeram.
Corroboro com as opiniões de LEOF1, FABRIZIO SALINA, JEFERSON ARAUJO (principalmente quanto ao champanhe!) MARQUES, S.A.C.
Ressalvo que realmente creio em um defeito no carro de Rosberguinho, mas o motivo de ceder posição foi a besteira que o seu 2o. predileto fez na corrida passada.
Acho também que essa reação da red bull vai dar animo ao campeonato e pode minar ainda mais as chances de titulo do piloto alemão.