domingo, 13 de outubro de 2013

Haikai























Suzuka. 2013.

Elegante vitória da Red Bull.

De forma delicada escalou estratégias diferentes para seus pilotos.

Tão sutil que até os comentaristas se perderam.

Quando o rádio disse a Sebastian Vettel que deveria se preocupar apenas com Romain 
Grosjean, tudo ficou claro.

E que temporada vem fazendo o francês!

No ano passado, quando Romain ainda recebia pedradas de todos os lados, o Blog,
de forma acertada, teve outra visão.

Eu acho.

Clique aqui para lembrar

É bom pensar diferente.

No paddock Eddie Jordan colocou fogo nas coisas ao dizer que Pastor Maldonado
estaria deixando a Williams e que Nico Hulkenberg poderia voltar para a Force India.

Voltando para a corrida

Foi interessante ver Kimi Raikkonen fazendo papel de segundo piloto na Lotus.

Seu posto na Ferrari em 2014.

É a dura realidade.

Não briguem comigo e sim com Montezemolo.

Enquanto isso a Honda exige que a McLaren contrate Fernando Alonso.

Na Espanha, durante a semana, deram como certa a saída do piloto da Ferrari ao
final do ano que vem.

Talvez por isso Stefano Domenicali tenha comparado Sebastian Vettel a Michael 
Schumacher e aberto as portas da Scudeira Italiana para o atual campeão.

É, apesar de tudo, 2013 ainda poderá render surpresas interessantes.

4 comentários:

Anônimo disse...

E sobre o aMassa, o Eddie Jordan deu alguma noticia?

Anônimo disse...

Corradi, seguinte:
Penso que Webber poderia ter vencido caso não tivesse ficado preso atrás do franco-suíço por tantas voltas após sua última troca.
Mas como o "se" não vence corrida. . .
Perdeu uma ótima chance de vencer ao menos uma na sua temporada de despedida da categoria.
Zé Maria

Humberto Corradi disse...

Ze Maria

Como vai amigo?

Acho que a estratégia de Vettel destruiu qualquer possibilidade de vitória para Webber.

Ninguém quer arriscar um título.

Vai que cai uma mola na cabeça do Sebastian...

Valeu

Anônimo disse...

Se O Vettel for para Ferrari em 2015, Mc Laren e Red Bull vão disputar o passe do espanhol a tapa.