quinta-feira, 21 de novembro de 2013

No Começo




















Interessante a tabela da Fórmula 1 sobre a performances dos pilotos na
primeira volta de cada corrida deste ano.

Colocamos algo assim outro dia por aqui.

Mas essa está mais completa e atualizada.

É legal ver quem perde e quem ganha posições no primeiro giro.

Algumas observações.

Note que os motoristas latinos costumam ser bem aguerridos no início de cada
prova.

Sebastian Vettel, por ser ótimo em classificações, não possui números expressivos.

Kimi Raikkonen, que historicamente não se dá bem no sábado (igual Alonso),
costuma ir mal no início. O finlandês compensa com sua regularidade.

Repare também os últimos números de Romain Grosjean. O apoio da equipe fez
toda diferença.

As estatísticas de Lewis Hamilton e de Mark Webber chamam muita atenção pelo
lado negativo.

Numa categoria cheia de detalhes esse tipo de informação ajuda a entender os
motivos de certos resultados e as diferenças entre companheiros de um mesmo time.

E, claro, podem clicar que a imagem amplia.

7 comentários:

Tiago Oliveira disse...

Corradi, voce poderia publicar tambem o status dos embates dentro das equipes, qual piloto esta batendo seu companheiro em treinos e classificacao mais regularmente.

Anônimo disse...

Essa tabela é um tapa na cara aos críticos de Maldonado, não existe pior lugar pra disputar uma corrida que o pelotão de trás, com um bom carro e mais experiência o venezuelano pode produzir mais. É o que esta acontecendo com Grosjean, impressionante como evoluiu depois que Raikkonen teve problemas com os pneus de Kevlar e problemas pessoais com a equipe. Largando mais a frente os problemas com acidentes diminuem e o piloto pode fazer mais a diferença usando a cabeça. No fundo do pelotão é puro desespero, o piloto não tem opção tem que atacar sempre, os acidentes são mais frequentes e nem sempre tem carro pra ganhar posições. Maldonado, Gutiérrez e Pérez pode se dizer que são fantásticos em início de corrida.

Com carro de ponta seria interessante ver eles em início de corrida. Já pilotos extremamente bajulados pela torcida como Hamilton e Raikkonen, são um verdadeiro desastre em início de prova, e ambos tem ótimos carros em relação a quem larga do fundo.

Observe que Webber é pego no pulo pelas largadas ruins, já Kimi e Lewis ficam "camuflados" pelos erros nas primeiras voltas. Os números mostram mais a realidade ao volante, por isso não caio nessa de tal piloto é melhor de todos os tempos só porque fez "meia-dúzia" de corridas espetaculares. Tem muita coisa por trás disso, a primeira volta é só a ponta do iceberg. Vettel é um caso a parte, oportunista não joga nada fora, muito pelo contrário, esse número 5 quer dizer vitórias, momento que não largou na pole e pulou pra liderança logo de cara. Vettel tem outra característica, ele raramente larga mal!

Senna com um carro fenomenal em 88/89 largou por 26 vezes na pole, mas o brasuca era aquela coisa, no Sábado dava show, mas tinha Domingo que fazia cada besteira, começando com largadas ruins. Foram as pixotadas jogando vitórias e corridas no lixo. Com Vettel não acontece isso ele é Veloz, Preciso e Cerebral ao volante, com apenas 26 anos o alemão esta em um nível avassalador. Depois de 18 corridas, Vettel não cometeu uma única pixotada em 2013, observe quantas besteira Senna fez em 88 e principalmente 89. Depois de mais uma pixotada de Senna no GP de Portugal-89 comprando briga com Mansell de bandeira preta, Prost cutucou:

"Ele é rápido mas erra, e quando errar estarei por perto pra herdar seus pontos. Senna é muito bom em classificação, mas em corrida nunca me impressionou, erra muito"

Alonso esse ano jogou a toalha, e teve que admitir o nível do alemão ao volante: "A RBR mereceu o título tudo funciona como um relógio, Vettel também esta pilotando em alto nível, o que impressiona é que ele não erra ao volante, isso garante muitos pontos durante o ano. Resta a nós na Ferrari fazer um trabalho melhor"

Alonso não podia dizer outra coisa, o espanhol jogou duas corridas fora ao se envolver em toques na primeira volta no GP da Malásia e Índia, fora a prova patética em Mônaco(tomou várias ultrapassagens), Vettel não erra e não tem queda de desempenho ao volante, e isso faz diferença na tabela. O que adianta largar 13 vezes na pole se o piloto só consegue pontuar em apenas sete provas? Não é a toa que o francês ganhou apelido de "professor" em 89, deu uma verdadeira aula de regularidade em cima de Senna, basta ver a tabela...

Anônimo disse...

É por isso que Mark Webber está deixando a F1?
Ele afirmou que o lado negativo está maior que o lado positivo para ele... hehehe...

um abraço,
Renato Breder

juniorcaixote disse...

Aff... Prost já tinha esse apelido antes disso meu caro.

Rodrigo disse...

Alguma alma boa me lembre aí o que aconteceu no GP do Canadá que fez Felipe Massa ganhar 14 posições por favor.

Valeu.

Rodrigo Medeiros

TW disse...

Até Giedo van der Garde ganha mais posições que Felipe Massa e olha que o brasileiro não larga lá na frente

thlemos disse...

É, em monaco, Massa teve algo no qualify e largou em 21, só a frente do Chilton.

Na volta 1, Massa estava em 18o. Ou seja, na primeira volta ele ganhou 3 posições.

Fonte: http://www.statsf1.com/en/2013/monaco/tour-par-tour.aspx