sábado, 5 de abril de 2014

Rascunho - Classificação Bahrein


































Primeiro e segundo pilotos são assim.

A gente reconhece logo.

Não há dúvidas.

As posições podem estar definidas por diversos motivos.

Superioridade de talento.

Resultados melhores apesar do equilíbrio teórico das forças.

Patrocinadores.

Nas temporadas passadas Pastor Maldonado foi o número um da Williams
por conta da grana que levava para a equipe.

Fernando Alonso por dois dos motivos que citamos acima ocupa o posto principal
na Ferrari.

Sebastian Vettel por um apenas é o maioral na Red Bull.

Por que estou falando sobre isso?

O caso atual entre Valtteri Bottas e Felipe Massa chama atenção.

A Williams entregou para o brasileiro o lugar de comandante da equipe.

Uma pista?

Nasr, que paga caro para andar, não treina no carro de Felipe, somente no de
Bottas.

Com isso o finlandês perderá muitos treinos livres até o fim da temporada.

Tempos atrás Bottas treinava no carro de Bruno Senna, e nunca encostou no bólido
de Maldonado.

Privilégios de quem está numa melhor posição.

Só que tudo ficou um pouco desconfortável.

O finlandês é bom piloto e está fazendo sombra no brasileiro.

Depois da confusão do rádio na Malásia, Felipe precisava dar uma resposta
contundente na pista.

Daquelas de não deixar dúvidas.

Mas aí seu companheiro inventa novamente e termina várias posições à frente
do brasileiro na classificação.

Massa não pode ser o primeiro piloto por politicagem.

A imprensa que acompanha o circo não vai perdoar.

Pela segunda vez na carreira o piloto brasileiro tem a chance de provar ser
capaz de liderar seu time.

E precisa realizar seu trabalho com perfeição.

Pra não deixar espaços para questionamentos.

E enterrar de vez a chacota do "...faster than you!"

Esperemos pela corrida.

Falando em marcar território, Nico Rosberg cravou a pole desafiando a estrela
de Lewis Hamilton.

Hamilton é mais talentoso, não canso de dizer, mas Rosberg é uma formiga
incansável e rápida.

Esse Nico não é fácil.

Ninguém derrota Michael Schumacher à toa.

Red Bull e Toro Rosso usando o segundo motor (limite de cinco) no Bahrein.

Enquanto que a Renault confessa o atraso na sua programação.

Fernando Alonso no rádio:

"Onde está o Salvador da Pátria? Que vantagem eu tenho sobre ele?"

O "Salvador" é Kimi, claro.

Então Raikkonen anda dando um incentivo extra ao espanhol?

Esses rádios...

16 comentários:

Rodrigo Keke disse...

Kkkkkk esse Alonso... a caldeira di Maranello está em fogo brando, enquanto não chega a temporada européia. Em Barcelona a temperatura terá subido, imagino.

Você não comentou sobre a Mclaren, 6º com Button/8º com Magnussen. Só eu fiquei com a sensação de que o desempenho só irá piorar com o passar do ano? Não dá pra esperar muito em ano de transição.

E já é a segunda vez que Ricciardo se sai melhor que Vettel em qualificação. Vejamos como o score da RBR evoluirá com o decorrer da temporada.

Em suma: a coisa tá muito mais interessante nos bastidores do que na pista. Tablóides agradecem!

RenatoS. disse...

É...

mas o placar Massa x Bottas está 02 a 01 para o brasileiro em classificações, assim como na Mercedes, Ferrari, McLaren, Force India e Red Bull de Ricciardo.

E a bem da verdade, até mesmo Hamilton, Alonso e Hulkemberg estiveram mal hoje.

Anônimo disse...

Pra mim, Massa é primeiro piloto somente fora da pista, na hora de desenvolver o carro, mas dentro da pista se precisar os dois pilotos receberam ordens de equipe. Vimos isso na Malásia, Bottas recebeu ordens duas vezes para não atacar o companheiro, Felipe uma para abrir passagem. "Tudo o que falamos sobre ordens de equipe vira uma guerra na imprensa. Não quero comentar. Apenas repito o que sempre falei. Os pilotos competem pela equipe e não para eles próprios." Frank Williams.

Não se iludam, Claire Williams comanda o time, mas a palavra final ainda é de Frank Williams.

Em termos de disputa, o brasileiro tem OBRIGAÇÃO de superar o finlandês, são 193 corridas de Massa contra apenas 21 de Bottas. Um piloto com anos de experiência tinha que colocar um novato em seu devido lugar, mas o que vemos é Valtteri dando muito "calor" no brasileiro. Não fiquem dando atenção ao Galvão e Leme pelas batalhas de grid, o que manda é destaque na pista, pontuação e posição no mundial. É normal piloto com anos de F-1 se destacar em cima de uma novato, mas a coisa fica bem estranha quando acontece o contrário. Em 93, o novato Damon Hill botou muita pressão em cima de Prost em várias corridas, mas ordens de equipe decidiam quem ficava a frente.

Massa pode até triunfar no final, mas esse finlandês vai dar muito trabalho, com certeza um dia Bottas vai para um time de ponta, Massa no máximo consegue vaga de segundinho, a idade pesa! Não resta dúvidas, essa geração talentosa com Bottas, Hülkenberg, Kvyat, Magnussen e Ricciardo é a que vão brigar(no futuro) por títulos com a geração de Vettel, Hamilton e Rosberg. A geração anterior com Massa, Button, Raikkonen e Alonso com o tempo vão desaparecer.

Sempre foi assim, uma geração chegando e a anterior sumindo, os pilotos da década de 50 não desafiaram pilotos dos ano 60, o mesmo aconteceu com os de 70 em relação aos 80. Que me lembre, os únicos pilotos que conseguiram o feito de levar título(s) em uma geração a frente foram, Lauda nos anos 80 e Schumacher nos anos 2000. Felipe esta em boa fase, mas Bottas esta faminto pra mostrar serviço, já se destacou na Austrália fazendo grande corrida, na Malásia andou no mesmo ritmo de Felipe, na classificação do Bahrein fez o companheiro comer poeira. Até aqui, Massa só fez uma corrida discreta na Malásia, vamos com calma, em 2009 pachecada vivia detonando que Barrichello ia massacrar Button, e aconteceu justamente o contrário.

Vitórias: Button 6 x 2 Barrichello
Poles: Button 4 x 1 Barrichello
M.Volta: Button 2 x 2 Barrichello
Pódios: Button 9 x 6 Barrichello
Kms liderando: Button 1.322 x 635 Barrichello
Voltas liderando: Button 280 x 125 Barrichello

Lembro de Galvão disparar na primeira corrida em 2006: "Experiência e liderança de Rubinho contra a juventude e velocidade Button", advinha quem chegou na frente no mundial?

Cuidado com esse pessoal da Globo, eles só querem vender ilusões, eles tem a mania de desprezar companheiro de equipe, simplesmente pra tirar vantagem, grande erro...

Vídeo abaixo também serve para quem vivem chorando por outro "herói" na Formula Um! O vídeo é antigo de 2007, Galvão hoje ganha mais de um milhão por mês, pra mim não vale tudo isso. Por caridade, pagaria no máximo mil reais por mês... e pra aparecer no máximo duas vezes por ano!

http://www.youtube.com/watch?v=xEXY0MybKw8

Marcelo

Anselmo Coyote disse...

Se o segundão Raikkonen continuar enfiando mais de 0,5s no Alonso está ótimo. E se o chamarem de terceirão ele vai dizer: I don't care.

A verdade é que eles se equivalem com os carros devidamente acertados de acordo com cada um.

A diferença que o Alonso estava pondo no Raikkonen não era normal, assim como a diferença que o Raikkonen pôs no Alonso hoje também não é. Queiram ou não, os dois são equivalentes.

Abs.

RenatoS. disse...

Marcelo, você está se referindo à equipe Brawn GP, daquele Sr. que tentou fazer Nico de segundão na Mercedes?

(E que só foi mal sucedido na tentativa graças a presença de Lauda e Toto)

Olha, não desmereço o talento de Button e muito menos estou aqui para defender Barrichello.

Agora, não esqueçamos que Ross Brawn é inglês, assim como Button, e tem, desde as épocas de Ferrari, essa mania de privilegiar um.

Talvez até, tenha aprendido isso lá e aplicado em sua equipe.

No mais, vc já considerou a possibilidade das pessoas terem opinião própria e independente a da Globo, mesmo que coincidentes?





Gabriel disse...

Corradi.Aqui estou de novo.
E hoje concordo inteiramente com seu texto,isso que aconteceu hoje não vai destruir a temporada do Massa e não significa tanto assim.É verdade que ainda está 2x1 para o Massa mas depois de toda aquela confusão nada melhor do que dar uma resposta na classificação e mostrar quem comanda o time.Pra mim foi um pouco decepcionante,eu como torcedor brasileiro espero que ele largue bem(como costuma fazer) e possa brigar ali com o Bo77as,ficará feio se o Finlândes chegar a frente dele.Vamos aguardar.Enchi tanto o saco e me senti na obrigação de me apresentar nesse momento.kkkkkkk

Marcelonso disse...

Corradi,

Acredito que Bottas tem boas chances de subir ao pódio. Quanto a Massa, mais uma vez deixou passar a chance...

Já em relação a Alonso e Vettel, ambos tinham problemas em seus carros. Vettel escapou no na terceira sessão livre e danificou o carro para a classificação.

Quanto a Alonso, foi o unico entre os dez a não melhorar o tempo, em virtude da falta de potência.

Tem gente que escrevendo bobagem nos comentários sem ao menos checar o que aconteceu.

abs

Manuel disse...

Bottas de Bobo não tem nada! É rápido, e sabe que tem uma grande oportunidade. Ele está sendo bem orientado ( Mika Hakkinen e Toto Wolf).
Cabe ao Massa ser mais rápido na pista.

Rodrigo Keke disse...

Corradi, foi mal... nem é propaganda, nem nada, apenas um pensamento solto - vais entender, certo? - is not for you ;)

http://blogatauro.blogspot.com.br/2010/10/o-tom-professoral.html

Abraço!

Anônimo disse...

Kimi na frente do Alonso
Bottas na frente do massa
Perez na frente do Hulk
Ricciardo na frente do Vettel
Roberg na frente do Hamilton
Kyvat na frente do Verne

Hj foi o dia do banquete dos pobres (ou segundos pilotos) se é que o Bottas pode ser considerado segundo né..

Alfredo Aguiar disse...

Ficou feio, mas classificação é classificação e corrida é corrida(podre), Faz tempo que os massas se contentam em morar no principado e participar do jet set, capacho, segundão, slower than anyone. Who cares? O importante é estar no picadeiro e receber um cheque no final do mês. No mais, não é de todo ruim, classificação é uma droga, uma volta lançada, duas no máximo, errou si...De repente o Brasileiro larga "intizicado" e passa o Finlandês só de raiva e ainda grita no radinho:-I'm faster than him, suck Claire!
Quanto ao rabichello, não assisto a Globo já fazem mais de 12 anos e mesmo assim sei que ele não passa de um bundão.
Tem coisa que a gente compra com Mastercard, mas ver o espano largando atrás do kimi, priceless!!!

Daniel Chagas disse...

O grande problema de Massa é que ele é equivalente ao Bottas, realmente você tem razão. Não há uma grande diferença ente os dois e acho que eles vão ficar se alternando nas posições. Mas espero que pelo menos ao final do campeonato ele chegue na frente para não ficar feio.

Anônimo disse...

Estive analisando os 3 anos de Massa & Raikkonen na Ferrari (2007-2009)... ou se preferirem os 2,5 anos.

O "modus operandi" de Felipe Massa foi, nos 3 anos: começar abaixo do desempenho de Raikkonen, ir crescendo, e a partir da segunda metade do campeonato andar melhor que o finlandês.

Em 2007, pelas circunstâncias do campeonato, a Ferrari trabalhou para Raikkonen, assim como em 2008 trabalhou para Felipe.

Em 2009, Felipe estava se saindo melhor que Raikkonen, antes de levar a "molada" da Brawn de Barrichello...

Agora em 2014, o começo de temporada é um começo "típico" de Felipe Massa...

Ainda é cedo!



um abraço,
Renato Breder


PS: não torço e nunca torci por piloto algum... só tentei analisar friamente os NÚMEROS...

miguel fernandez disse...

como sempre, o Corradi está certo...
aficionado brasileiro e espanhol son parecidos (ainda que ninguen goste kkk...)

nos andamos fodidos con Raikkonen, f d p larga diante do alonso...e o moleque finlandes so da fo... no massa

a verdade e que é uma tristeza temporada onde o melhor son as brigas dentro das equipas, porque entre elas nao da para brigar nada.

esperemos que melhore, perdan ou ganen as suas briginhas os nossos idolos.

pd. corradi desculpe estar sempre dando referencias os seus artigos velhos, nao á moito que o acompanho, e ademais da leitura obrigada diaria, continuo a procura de textos antigos relacionados co diario...o sistema de tags vejo otimo, mais permito suplicar uma procura por data...

e pedo tamben disculpa a todos por a minha escrita autodidacta...

Humberto Corradi disse...

miguel fernandez

Seja bem-vindo e agradeço as considerações.

E não se preocupe, a linguagem da Fórmula 1 é universal!

Valeu

Ascari disse...

Nenhuma palavra quando Hamilton ganhou na Malásia. Rosberg faz uma pole e lá vem os elogios. Mas na corrida... Levou mais uma na cabeça.