segunda-feira, 9 de junho de 2014

Rascunho com Escolhas para o Futuro


























A Ferrari está tendo toda a paciência do mundo com Kimi Raikkonen.

Mudou até o seu engenheiro de pista para que o finlandês se sinta ainda mais
confortável dentro do time.

Mas a coisa parece que já deu.

E dentro de Maranello surgem vozes falando ter sido um grande erro o retorno
do campeão de 2007.

A Scuderia Italiana já tem um plano.

Uma decisão que poderá levar a duas opções.

O caminho é, na renovação de seu contrato, reduzir drasticamente o salário de
Kimi para a temporada do ano que vem.

Aí entrariam as duas alternativas.

A primeira é Raikkonen aceitar, o que poderia ser péssimo para seu personagem.

A segunda, claro, é Kimi recusar e deixar a Scuderia.

Neste caso, Jules Bianchi entraria imediatamente no seu lugar, sem especulações.

O motorista da academia dos italianos estaria pronto para o cargo.

Amadurecido, poderia acumular pontos importantes e exercer fielmente o papel
de segundo piloto para Fernando Alonso.

E (um pensamento meu) a dupla Honda / McLaren, que procura um piloto, teria
em Raikkonen uma nova alternativa...

Um dos projetos que Adrian Newey poderia assumir fora da Fórmula 1 é o de
um superesportivo para as ruas.

O engenheiro inglês colocaria pra frente o conceito do Emerg-E, um protótipo
da Infiniti apresentado dois anos atrás no salão de Genebra.

7 comentários:

Anônimo disse...

Corradi, teu amigo tordo nunca levantou a hipótese do Finlândia tá fazendo corpo mole, ou não se esforçar muito, como uma forma de se vingar de 2009?

Anônimo disse...

Corradi,

parece que o engenheiro do Kimi R6aikkonen continua sendo o mesmo (Spagnolo, é esse mesmo o nome?)... a pedidos do finlandês ele não atua mais no pit wall durante as corridas... Kimi não estaria se entendendo - linguisticamente falando - com seu engenheiro na velocidade necessária a quem está pilotando à toda...

Redução de salário do finlandês? Nem se ele estivesse totalmente bêbado (o que é muito difícil)...


Quanto aos projetos de Adrian Newey fora da F1, há também a vontade dele de projetar barcos de competição para a America's Cup, por exemplo...



um abraço,
Renato Breder

Anônimo disse...

É uma pena Raikkonen tá levando essa sapecada do Alonso, torço pra que ainda ele faça um duelo mais igual com o espanhol. Alguma coisa aconteceu, mas não acho que seja corpo mole, seria pior para ele, pois isso fecha portas, como a Maclaren em 2015.

Ele precisa reagir, se quiser ser bicampeão ou mesmo ganhar uns trocados a mais. Em 2008, se ele tivesse se mantido estimulado teria sido campeão, pois começou muito bem o ano e naquele ritmo ganharia até com certa antecedência. A queda foi tão grande que deu pro Massa se recuperar e disputar o título (o brasileiro começou tão mal que a imprensa italiana queria a demissão dele.)

Acho que ano que vem o finlandês sai da Ferrari, seja pra fazer outra coisa seja aposentadoria seja ir para outra equipe. Ele não tem espaço suficiente ou que gostaria ter, mesmo dividindo com o Alonso, na equipe italiana. E a forma de ir pra Maclaren, é mostrando serviço e vontade. Seria muito bom ele se conquistasse um título com os ingleses como quase foi em 2003 e 2005. Porém, acho que Lewis volta em 2015, principalmente, se perder o título esse ano.

Em relação ao "personagem" Conrradi, você acha que é mais teatro do que sinceridade? Eu acho que o Kimi acho que dá uma exagerada no jeito de ser "homem de gelo cachaceiro nem aí", mas acho que no todo é esse modo de levar vida do cidadão.

Felipe Meneses

Emerson Fernando Pippi disse...

Bianchi está pronto. Assim como Ricciardo já estava.

Marco disse...

E porque é que a Ferari não dá um chuto no rabo do Alonso que sai ainda mais caro que Kimi? Por causa do Santander? Ou por causa dos magníficos 5 e 6 lugares que tem obtido? Por que qualquer classificação que ele tem desde que seja na frente do colega de equipa é sempre espantoso.

Anônimo disse...

Eu também torço pro Kimi conseguir 'renascer' na Ferrari, é um dos mais interessantes de se ver na pista sem dúvida.

Acho patético essa equipe estar cogitando dispensá-lo, se é que há verdade nisso.
É difícil saber, a imprensa nunca explica nada, mas o caraparece estar tendo o mesmo problema que Vettel , penando com a supressão do downforce como era antes, somado a alguma novidade nas borrachas dos pneus que também estariam estranhando.

Isso minha suposição, como disse, a imprensa sabe divulgar os rumores, dar sua maldita opinião ( vide J.Saward) mas incapaz de apurar/analisar as questões técnicas de pilotagem nesse esporte onde esse aspecto foi às alturas.
Fernando

Juliana Amaral disse...


Só a grana justifica a volta de Kimi a Scuderia.

Não deu e não está dando certo.

Não acho que ele seja um personagem, apenas carrega na "tinta". No geral, o comportamento dos finlandeses é igual ao dele.

Mas para se despedir ou conseguir uma vaga melhor para 2015, vai ter que ser o Kimi da largada de Mônaco ...

Mas o que me deixa mais curiosa é a permanência de Alonso na Ferrari ... não é só o fator "Santander"

Estranho ...