domingo, 22 de junho de 2014

Rascunho - Red Bull Ring


































Há um brilho que poucos conseguem notar...

Nico Hulkenberg se movimentou em conversas com a McLaren e com a Ferrari.

Não houve avanços.

Falando nisso, tanto o pessoal de Woking quanto o pessoal de Maranello se entregaram
às soluções aerodinâmicas da Williams (não deveria ser da Mercedes?).

Interessante isso.

Mostra que a impressão  que comentamos aqui (lá atrás, no início da temporada, lembra?)
sobre os limites do carro de Grove, ainda continuam desconhecidos.

A McLaren tenta sua cartada final de desenvolvimento em Silverstone e a Ferrari
colocou seu prazo final para Spa-Francorchamps.

Depois tudo será 2015 para ambas as casas.

Sobre a próxima temporada podemos afirmar que a Red Bull seguirá com a Renault.

Depois...

Bem, o plano de construir o próprio motor está traçado (parcerias definidas).

Cabe a equipe decidir se vai segui-lo.

E sobre a corrida?

Na largada deu pra perceber o cuidado de Rosberg (vale título!) na disputa com
Bottas nas primeiras curvas.

Bottas que superou o sábado de Massa com um pódio.

Alonso novamente venceu (no sentido de estraçalhou) novamente Kimi.

O salvador da pátria segundo o ácido espanhol.

Perez teve seus 15 minutos de fama e por fim Nico venceu com Hamilton em segundo.

Bela prova de Lewis!

No início de 2013, quando o piloto inglês se mudou para a Mercedes, escrevi um texto
sobre o que seria o embate dele com Nico Rosberg.

Clique aqui para lembrar.

Vale um pouquinho de sinceridade.

O filho de Keke é um miserável que precisa ser esmagado por seu companheiro.

Destruído.

Sem pena.

De forma tal que não consiga se levantar.

A menor chance o torna perigoso.

Na trinca de ferro dos melhores pilotos da atual Fórmula 1 vejo Fernando Alonso e
Sebastian Vettel capazes de realizar tal tarefa.

Alguém pode dizer:

"Alonso até entendo... mas Vettel? E Ricciardo?? "

Sebastian não precisa agir. A Red Bull não está disputando nada.

Se estivesse, a coisa seria bem diferente.

Acredite.

Lewis Hamilton?

Se o campeão de 2008 acha que chegará ao título nesse atual caminho está
redondamente enganado.

As vitórias estão ficando mais difíceis para a Mercedes.

E o time poderá ter que começar a fazer escolhas.

Rosberg é perigoso.

Um mal persistente, uma goteira.

E Lewis não pode ficar torcendo para não chover.

Falo isso, porém é uma situação delicadíssima para ser revertida.

Talvez sem esperança.

Pois tenho uma pergunta em minha cabeça.

Se nem a dupla Ross Brawn e Michael Schumacher conseguiram detê-lo,
quem o fará?

18 comentários:

João disse...

Confesso que adoro todas as histórias para enquadrar vettel e ricciardo. São um must :D

Ps: "Sebastian is a perfectionist; he needs to get the car really right and if it is not right he cannot make it like Daniel does.”

Dr. Helmut Marko

Traduzindo.. Vettel precisa de um carro perfeito...

Richard disse...

Corradi

Mas convenhamos que a vitória do Rosberg hoje foi decidida no pit stop do Hamilton que foi de 4s e o do Rosberg em 3.
Esse um segundo, nessa pista e naquele momento da prova foi crucial e tirou as chances por uma briga entre ambos.
Ou estou errado na leitura que fiz?

Anônimo disse...

Vettel não está disputando nada, se tivesse a história seria diferente. #perola!

FABRIZIO SALINA disse...

Kimi não está disputando nada, senão seria diferente!

Ron Groo disse...

o Hulk está se oferecendo? Na cara dura?

Anônimo disse...

Rosberg, por saber jogar mais com a inteligência, está em vantagem. Antes estava só "aproveitando as sobras" do Hamilton, agora está peitando-o de igual pra igual e vencendo-o na pista. Acho que o bicampeonato do Hamilton já era. Rosberguinho campeão é minha aposta, apesar de me simpatizar mais como Hamilton. Vejo o duelo de ambos mais ou menos como PiquetxMansell em 1987. Lembremos que o Hamilton é sim muito veloz e talentoso, mas o psicológico é seu ponto fraco e o Rosberguinho está sabendo se aproveitar disso.

Danilo Cintra

Anônimo disse...

O blogueiro está se perdendo entre o amor ao Vettel e o ódio ao Hamilton, é uma pena, pois gosto do blog!

Anônimo disse...

Hamilton e Massa, vocês são dois CHORÕES!!!!!

Mauro Santana
Curitiba-PR

Francisco disse...

''Ricciardo novamente venceu (no sentido de estraçalhou) novamente Vettel''. Kimi também não está disputando nada, senão a história seria diferente. Ai ai, fico imaginando o que seria desse Vettel não fosse uma clavícula quebrada de um certo Webber no final de 2010. E por que essa implicância ridícula do blogueiro com Kimi, Jenson e alguns outros e essa babação de ovo com o jovem piloto alemão. Corradi, cuidado: daqui a pouco jogarão pedras no saco do Vettel e acabarão por atingir as suas mãos, viu? Abraço.

Humberto Corradi disse...

Perguntinha:

Alguém por acaso viu como Vettel trata seus companheiros quando o carro tem condições de vencer o título?

Humberto Corradi disse...

Francisco

Eu tenho minhas opiniões. Reconheço o talento dos pilotos.

Não sou ridículo de colocar Kimi, Massa e Button (apesar de serem bons pilotos) no mesmo nível de Alonso, Lewis e Vettel.

No mais, guarde suas vulgaridades para seus amiguinhos.

Anônimo disse...

Qndo vc vai aposentar esses rascunhos e voltar a escrever o up to date?
vc tem capacidade e qualidade para escrever textos melhores e de mais qualidade Corradi.

Társio disse...

Texto muito bom como sempre, embora eu não concorde com todos os pontos.

A verdade é que o Rosberg no momento está imbatível, mas eu continuo na torcida pelo Lewis!

Mas que está divertido ver o "Calvário de Sebastian" está rsrsrsrs

Társio disse...

Ah, e mais importante que tudo: Que bom que a Red Bull trouxe o GP da Austria de volta. A pista é ótima, o Autodromo está espetacular, o ambiente, o publico.

Acho que fez muito bem a F1 este retorno.

E fica a pergunta: Será que finalmente a Globo aposentou o Luís Roberto nas narrações da F1? Sério, não aguento o cara!!

Rubens disse...

"Perguntinha:

Alguém por acaso viu como Vettel trata seus companheiros quando o carro tem condições de vencer o título?"

Corradi, pensei que tu era adepto do pensamento primordial de fã de F1 que diz que o piloto primeiro tem que vencer o companheiro, para depois pensar em outras coisas, como título. O Carro numa disputa interna é o que menos deveria contar, pois não?

Max Chilton tb não está disputando nada, se não a história seria diferente! rs

Bom acho que todo piloto está disputando alguma coisa, nem que seja a preferência pelo bandeco. Ou em outros casos, pontos para a equipe e o seu emprego.

Kimi está irreconhecível, sofre do mal de ser melindroso.

Anônimo disse...

Cambada, vamos respeitar o dono do Blog! Ninguém é obrigado a lê-lo, e se lê é por que gosta, não venham aqui desrespeitá-lo.

Quem acha que o blogueiro fala coisas absurdas, que abra o seu e diga o que acha que é correto.

Também não concordo com tudo o que o Corradi diz, mas acho o blog dele show! Parabéns Corradi!

Danilo Cintra

Anônimo disse...

Francisco M
Seus companheiros? Que eu me lembre Vettel só disputou o título quando teve Webber como companheiro. Que viagem...

Lucas disse...

Olá Corradi, tudo bem? Assisti ontem de noite a corrida pela tv alemã (tv torrent rsrs) e alguns pontos me chamaram a atenção:

-quando a câmera térmica mostrava a traseira da Mercedes de Hamilton, no apex e logo antes das saídas de curvas lentas, era visível que o escapamento funcionava, mesmo no final da corrida. Deu uma grande impressão de difusor soprado de forma disfarçada. Há algo sobre isso?

- as equipes entraram num consenso sobre a questão dos narizes de ornitorrinco para a próxima temporada. Será todo mundo no padrão Ferrari/Mercedes e o crash test foi mudado para permitir soluções mais ''tradicionais''. Casos como o da Lotus não serão mais possíveis. Seria bem mais fácil a FIA abaixar a altura mínima da suspensão e teríamos carros a la começo dos anos 90.

- Foi mostrado rádios do Raikkonen se queixando de desequilíbrio nos freios e falta de aderência crônica ao longo da prova.

- Ninguém entendia porque Felipe Massa encurtava demais as trocas de marcha nas saídas de curva. Ele subia as marchas muito rapidamente, perdendo toque e claro, tempo.

- Depois foi explicado que Felipe insiste em usar valores baixos de asa dianteira, muito abaixo de Bottas, e com isso, apesar de mais velocidade em reta, causa um imenso desgaste nos pneus e depois, há que se preocupar com isso e reduzir o ritmo, para poupar os pneus. Logo, trocas rápidas de marchas.

-Bottas tem atraído a atenção de muita gente. Mais graúda ainda do que o Toto Wolff.

- Sobre Alonso, o quanto ele faz mais que o equipamento permite, embora houvesse algumas alfinetadas sobre até hoje não ter conseguido desenvolver um carro campeão. Antes era aerodinâmica, reduziram essa parte e agora é motor. Ano que vem os motores se equivalerão. E se não mudarem os resultados?

-A Ferrari insiste em colocar administradores/engenheiros nas funções chaves da equipe de corridas. E é algo a ser mudado já, vide Red Bull e Mercedes, contam com gente das corridas para esses cargos, vide Horner e Wolff. Desde a saída de Jean Todt o time patina nesse aspecto. Todt, você sabe, veio do mundo dos rallys. Mattiaci é apenas um vendedor e não mudará muita coisa, segundo eles.

-Por fim, sobre as paradas de Hamilton. Foi mostrado que Rosberg entra mais limpo quando para, ele vem praticamente em linha reta e depois somente freia no ponto certo. Hamilton entra todo atravessado e ainda esterçando o bólido antes de parar totalmente. Acho que se procurar no youtube dá pra ver essa sutil diferença.

Abraço!