terça-feira, 25 de agosto de 2015

Rascunho de Articulações


















A vida da McLaren-Honda não tem sido fácil em 2015.

Andando sempre atrás, as câmeras de TV não acham atrativos para mostrar os
bólidos da equipe.

Se estamos reparando isso, imagine os patrocinadores.

Atualmente o grupo McLaren conta com 5.400 empregados.

Contra (ou a favor) os mais de 165.000 da Honda.

Apenas mostrando o tamanho das coisas.

E que a fornecedora de motor tem muito mais a perder.

Não devemos esquecer que os japoneses retornaram a Fórmula 1 para expor
sua marca e, por consequência, vender mais carros.

Quanto a próxima temporada, alguns apostam que Jenson Button continua.

Porém Vandoorne fala como se dançasse sobre uma certeza.

No lado da Ferrari existe um rumor que a substituição de Raikkonen ao final de
2016 por Carlos Sainz Jr. ajudaria na renovação do Santander.

De certo há a permanência de James Allison como projetista da Scuderia Italiana
por mais alguns anos.

Hulkenberg diz ter boas opções.

Hulkenberg poderia se mudar para o Endurance.

Hulkenberg sabe as condições da Hass.

Hulkenberg conversa para ficar mais duas temporadas na Force India, com a velha
cláusula de liberação no caso de ser chamado por uma grande escuderia.

Hulkenberg ouviu uma opção da Sauber (para o lugar de Ericsson).

Tudo isso, meus amigos, tudo isso...

Felipe Nasr anda falando grosso e reclamando do seu time.

Coisa de quem é dono do dinheiro e sabe disso.








É só errar um pneu que a turma não perdoa!

Falando sério, a Williams segue trabalhando em duas frentes.

A meta é equilibrar suas contas e se recuperar do caso Bottas.

(Tordo - "Button já estava acertado!!!")

Na primeira vai apertando os atuais parceiros (Petrobras e Martini) para que
desembolsem mais recursos dentro do formato atual.

Na segunda, ainda nas sombras, costura uma parceria maior e de longo prazo.

Por fim.

Difícil dizer como vai terminar a dança Mercedes - Renault - Red Bull.

O cenário?

Os alemães (hoje grandes parceiros comerciais da Renault) esperam um sinal
positivo dos franceses (e somente depois disso) para fechar com os austríacos.



















8 comentários:

Ricardo disse...

Não creio, tenho fé mesmo, de que os japoneses vão passar mais um vexame desses e voltar com o rabo no meio das pernas. Imagino o que os caras estão trabalhando para sanar os inúmeros problemas da unidade de "força". Uma equipe estruturada, um dos melhores pilotos do grid e a HONDA, que afinal é a HONDA. Não é possível que fiquem neste inferno por muito mais tempo.

Felipe disse...

Nenhuma menção a Justin Wilson? Sério??

zamborlini disse...

bacana voltar a ver o blog com postagens diárias.

Marcos José disse...

Acho que o alvo da Ferrari neste momento talvez nem seja mesmo o Sainz Jr mas sim o Max Verstappen (e parece que o Bottas já perdeu a sua oportunidade na visão da Ferrari mas eu posso está enganado) para 2017! Hulkenberg na F1 não terá muitas opções para 2016 : ou fica na Force India ou irá pra Haas!! Tem cheiro de "Aston Martin" chegando mais cedo é o que parece (a Daimler ajudaria a pagar 20% da multa por quebra de contrato dos taurinos). Manor fechando contrato com a Total (será??) e talvez com motores Mercedes para 2016 e contando com a cooperação e possível "ajuda" da Prodrive (quem diria?...e espera aí...a Prodrive não era aquela equipe que entraria na temporada de 2008 na F1??). O tal boato do Vandoorne na McLaren era mesmo verdade (mas a equipe nega) e a Honda pelo jeito não aprendeu nada mesmo! Na Williams tudo indica que ela manterá mesmo Bottas e Massa pra 2016 e talvez a tal injeção de dinheiro que ela precise neste momento chegue com a vinda do Lance Stroll como piloto de testes pra 2016 e possível piloto titular pra 2018 (como você escreveu num dos Rascunhos anteriores). Tudo indica também que a Renault (com o dinheiro da multa pago pela Red Bull no provável rompimento de contrato) compre mesmo a Lotus e quem sabe tendo como equipes-clientes também a Sauber e a Force India pra 2017. A situação na Haas só saberemos mesmo na pré-temporada de 2016, a Toro Rosso (no caso também de não ficar com Renault pra 2016) só terá duas opções de motores : voltar a usar Ferrari ou partir pra Honda (com Kevin Magnussen sendo uns dos seus pilotos e no lugar do Sainz Jr?? veremos...). E parece que a entrada da VW na F1 ficará mesmo pra 2018 (será?)...

cesar disse...

Hahaha, demorei uns 30s pra entender a piada das cores. Não sou daltônico, só LERDO msm... Kkkkk

Anônimo disse...

Desculpa aí Corradi, mas não vejo o "Nasser" com essa moral toda não!
Prá começar, grana por grana, o Ericsson também tem bala na agulha para bancar a brincadeira, e nem por isso vem reclamando do time.
Prá continuar, pro brasileiro poder "cantar de galo", primeiro é preciso mostrar serviço, coisa que absolutamente não tem acontecido, e não me venha com a desculpa de que "está 'aprendendo' os circuitos", até porque já conhecia vários de temporadas passadas de GP2 e mesmo assim levou ferro de 6ª à domingo várias vezes do sabidamente limitado sueco.
Prá terminar, cheira mais à jogo de cena (principalmente) para a imprensa brasileira.
Até agora tá mais para aquilo que li postado por outro leitor em algum lugar, só está (ainda) na frente da tabela de pontos em relação ao companheiro de equipe por obra daquele ponto fora da curva que foi o resultado da Austrália.
Abraço.
Zé Maria

Fabrizio Salina disse...

Vamos recordar um detalhe?
Os comentários de Barrichelo e Button quando a Honda abandonou a F1 e deu lugar à mítica Brawn GP: os motores Mercedes eram muito melhores que o Honda.

Portanto, em sua última passagem pela F1 a Honda produziu um motor mediano, num tempo em que a tecnologia dos aspirados era de domínio geral, com centralina unificada (da McLaren), e, mesmo assim o produto final não entregava a maior potência do grid. Tomara que esteja enganado, mas não conseguirão bater o motor alemão nem o ferrarista.

Eduardo Casola Filho disse...

Concordo com o Zé Maria. O Ericcson tem dado um vareio no Nasr nas últimas quatro corridas.

O problema é falar isso em qualquer parlatório recheado de pachecos...