quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Clipping



































Richie Ginther sob o olhar da mecânica da Honda.

1966.

Honda que não quer fazer feio em casa.

Unidade de Força...

A Sauber (em sua nova etapa de vida) decidiu utilizar motores Ferrari versão
2016 na próxima temporada.

Faz sentido?

Faz, pois facilita o trabalho.

As dimensões e todo resto da unidade italiana já são familiares.

Com este conhecimento fica mais rápido arrumar soluções na hora de construir
um Fórmula 1.

E Pilotos

Falando no time suíço.

Marcus Ericsson espera permanecer na Sauber.

Massa Espeta

"O problema de Hamilton me fez lembrar o que eu tive na Hungria em 2008.

Mas os problemas mecânicos fazem parte do esporte.

Isso é fácil de aceitar comparado ao que sofri em Cingapura (2008)."

Mistura

Para evitar novas surpresas, a Mercedes usará um combustível mais conservador
em Suzuka.

Iguais

A disponibilidade de motores para Nico Rosberg e Lewis Hamilton até o final
da temporada é a mesma.

Dramalhão Mexicano

Sergio Perez permanece na Force India e sonha com a Ferrari.

Quero Ser Grande

Carlos Sainz Jr. deu seu recado para a Red Bull.

Ou estará no time principal em 2018 ou vai caçar outra turma.

Kvyat deve permanecer também.

Por fim

Durante os treinos de Cingapura Kimi Raikkonen reclamou que havia algum
problema com seu bólido.

A falha foi detectada quando a Ferrari do finlandês chegou ao box.

Um mecânico deixou cair uma lanterna dentro do seu carro.

O objeto ficou bloqueando o pedal do acelerador.

Lembrei de outra história.

Kyalami, 1975.

Depois de largar na pole-position, um piloto brasileiro não conseguiu
o mesmo desempenho dos treinos com sua Brabham.

Tudo por causa de um chaveiro.

O troço havia caído dentro do cockpit e impediu que o acelerador
chegasse até o seu limite durante toda a prova...

13 comentários:

Danilo Silva disse...

Apesar dos constantes lamentos o Massa ainda passa uma imagem de menos amargurado do que o Barrichello (quando deixou a F1).

Ituano Voador disse...

Bem lembrada a história, Corradi. Mas o caso do chaveiro não aconteceu em Kyalami, mas em Long Beach, em 1976, e o mecânico responsável pela pataquada foi demitido.
Abs.

Jeferson Araújo Pereira disse...

Corradi:
Carlos Sainz Jr. deu seu recado para a Red Bull.
Ou estará no time principal em 2018 ou vai caçar outra turma.

Meu comentário:Precisa ver qual turma ele quer procurar.Ele não é um piloto que interessa a turma da Mercedes ou da Ferrari.Portanto, se não estiver na Red Bull em 2018, ele pode trocar 6 por meia dúzia.

Franklin Araujo disse...

Tambem houve um lance com o Kubica na Renault que deixarao um celular dentro do carro. Se nao me engano ha ate um video sobre isso.

Pedro Teixeira disse...

Kvyat fica? E o que vão fazer com o Gasly?

Anônimo disse...

Duas semanas atrás vc disse que a Sauber estava fechada. Fechada sem o Ericson então? Reabriu? Ou Monisha assinou novamente com meia dúzia de pilotos?

Cristiano Buratto

Marcos José disse...

A Sauber virando a "equipe C" da Ferrari em 2017...Renault tentando levar Hulkenberg de última hora e no "apagar das luzes"...James Key cotado para ser o sucessor de Pat Symonds na Williams pra 2018...Sainz Jr querendo no "grito" furar a vila pra ser titular na Red Bull em 2018!!

Diogo Draeger disse...

Hulkenberg na renault ou has, werlhein na force india.. meus palpites

Jeferson Araujo Pereira disse...

GP do Japão: os DOIS carros da Haas largarão na frente dos DOIS carros da Williams.O que dizer???

Humberto Corradi disse...

Cristiano Buratto

Só relatei a fala do piloto. Aí você vai juntando as peças.

Valeu

Danilo Silva disse...

Pós-GP do Japão: Nico Rosberg Campeão Mundial de 2016.

Anônimo disse...

Ituano Voador, essa história do Pace foi mesmo em Kyalami 75.

Paulo Alexandre Marques

Marcos José disse...

Uma correção : era para ter escrito "fila" ao invés de "vila" no meu comentário anterior sobre o "recado" do Carlos Sainz Jr para a Red Bull. Peço desculpas aos leitores do blog e ao Corradi; pelo erro a lá "Cebolinha" no meu comentário...