terça-feira, 30 de maio de 2017

Clipping





























Estou gostando.

Felipe Massa vem fazendo um campeonato mais do que digno
nesta temporada.

Preciso dizer que o carro da Williams é bem limitado.

Padece nas curvas.

Mas o piloto brasileiro tem aproveitado cada oportunidade.

Apesar de ter tido problemas com seus freios em Mônaco, usou
sua experiência para arrancar pontos da adversidade.

Teve paciência para esperar.

E Monte Carlo recompensa os longânimos.

Não sei ao certo.

Mas fico com a impressão que seu trabalho não está passando
despercebido.

Ferradura

Massa notou em Mônaco que o bólido da Ferrari rodou colado
na pista.

De forma impressionante.

A forma como a máquina da Scuderia Italiana vem tratando os
pneus é o segredo.

Observadores atentos colocam parte do mérito em Sebastian Vettel.

Enquanto muitos pilotos (e até mesmo equipes) menosprezaram os
testes da Pirelli, Seb fez questão de estar sempre presente.

No final do ano passado, Stefan Johansson já alertava sobre a falta
de interesse de outros pilotos sobre o entendimento dos novos
compostos.

Uma oportunidade desperdiçada.

Ainda mais que cada palavra dos pilotos que participaram dos
experimentos foi colhida pela Pirelli.

Lembrando que estamos falando de uma categoria em que cada
detalhe faz toda a diferença.

Veja as palavras de Marco Tronchetti Provera (Pirelli).

"Vettel sempre vinha com humildade, pronto para testar quando
os outros não estavam disponíveis.

E os resultados que estamos vendo na Ferrari são fruto do muito
trabalho apaixonado de uma equipe totalmente focada em vencer."

Outra coisa que qualquer piloto poderia ter feito é ter buscado mais
conhecimento dentro da fábrica da Pirelli.

Entretanto apenas um deles fez várias visitas a casa que constrói os
pneus da Fórmula 1.

Consegue imaginar quem foi?

Estratégia

Muitos defendem a ideia de que a Ferrari favoreceu Vettel em Mônaco.

Inclusive Lewis Hamilton.

Toto Wolff duvida.

Até porque ninguém sabia como os compostos supermacios iriam
se comportar naquelas condições.

O que eu acho?

Se existiu realmente um plano elaborado pelos italianos foi o pior
do mundo.

Pois obrigar o seu maior candidato ao título forçar o carro ao máximo
(com pneus castigados após 40 voltas) numa pista que se passa a meio
centímetro do guard rail não é uma coisa muito inteligente, certo?

Rumo

A Mercedes quer acertar o novo contrato de Lewis Hamilton o mais
rápido possível.

Assim o compromisso que terminaria em 2018 deverá ser estendido.

Depois do caso Rosberg, os alemães não querem mais surpresas no
seu planejamento.

Perez Amarelo

Após parte da equipe estar dividida quanto a opção de lutar por
Fernando Alonso, a Renault passou a trabalhar para contar com
Sergio Perez.

Além de ser um time de fábrica, a Renault pode pagar um salário
bem mais alto do que a Force India.

E está usando tais atrativos para seduzir o mexicano e seus
patrocinadores a trocarem de lado.

Nico Hulkenberg segue seguro.

Kimi quer Mais

Interessante ver o adversário tentar plantar discórdia.

Nas próximas etapas veremos a postura de Raikkonen.

O objetivo é continuar onde está.

De qualquer maneira, o empresário Steve Robertson vem sondando
outras opções nos últimos meses.

E já foi visto conversando até atrás das linhas inimigas.

Porém Valtteri Bottas me parece muito seguro em sua posição.


















23 comentários:

Jefferson disse...

Errado! 'Il prediletto' não é o 'Vettel Zero'?
Logo não tava fazendo mais que a obrigação.
E eu corroboro com a opinião do 'seu' adversário.
Basta fazermos um exercício de imaginação.
Caso fosse o contrário os vermelhos manteriam Kimi na pista?! Duvido!

Felipe Giro disse...

Vettel já estava condenado a isso desde o início desde o início desta corrida. Qualquer jeito que ele tentasse ganhar seria cercado por essa polêmica desnecessária. O pior é ver pessoas se queixando de Ferrari não deixando seus pilotos correrem, quando na verdade é exatamente isso o que eles fizeram. Se fosse o Raikkonen quem ganhasse a corrida com a mesma estratégia, a maioria dos fãs não falariam nada.

Anônimo disse...

Corradi, com essa movimentação toda, especialmente Perez na Renault, vaga na Ferrari, aquele post seu acerca do Nasr começa a fazer mais sentido, ou o assunto esfriou no paddock? E Alonso? Abração
Glaucio L. Sganzerla.

Tiago Begnossi disse...

Bem, Perez de saída da FI, lembrei sobre o post do Nasr. Retorno improvável à vista Corradi?

Marques disse...

Se a Mercedes tivesse feito o que a Ferrari fez o mundo estaria caindo.
A Ferrari parou RAI e fez ele voltar atrás de dois retardatários, faz de conta que não tinham como ver isto... E se não quisessem que Vettel ganhasse teriam parado ele uma ou duas voltas depois onde ele com certeza voltaria atrás do finlandês. Vettel fez o trabalho dele e acelerou, mas a Ferrari deu a ele a melhor chance de vitória, ponto. Não sei pq essa necessidade de defender o queridinho que a imprensa tem (em geral), o único que vi falar ao contrário e apresentar números pra isso foi o Lívio.

Marques disse...

Quanto aos pneus, pode ser que a italiana Pirelli tenha dado uma mãozinha.
http://www.crash.net/f1/news/250982/1/is-wolffs-italian-mystery-line-a-dig-at-pirelli-ferrari.html
Apesar que essa notícia parece mais fofoca do que qualquer outra coisa.

Gabriel Pereira disse...

Deixando as circustâncias de lado.
A verdade é que a Mercedes tem Dois pilotos com poles e dois pilotos com vitórias.
A Ferrari tem dois pilotos com poles e apenas um com vitória.
Digam o que quiserem mas pode-se dizer que a Ferrari prioriza mais um piloto em detrimento do outro que a Mercedes..
Não sou contra nem a favor isso.
Mas já declarei minha torcida pela Mercedes esse ano.

Final do ano veremos uma disputa ferrenha entre Vettel e Hamilton e assim sim os 'segundos pilotos' terão que ser fieis escudeiros mais do que nunca.

E eu creio que a Mercedes ainda tem vantagens em classificação sobre a Ferrari.Sobretudo em circuitos de alta.
e reparem o traçado das próximas 4 corridas...
O que tem acontecido no decorrer das corridas realmente é outra história.
Mas largar na frente com dois pilotos desse nível pode representar uma grande diferença no campeonato.
Hamilton não está morto..ainda..
Veremos como ele chega até as férias.

Francisco disse...

Se isso aqui fosse um tribunal, os argumentos da defesa do Vettel cairiam por terra facilmente. De forma até risível

01) Pneus desgastados após 40 voltas? A Pirelli disse que seria possível ir até o final com o mesmo jogo de pneus.

02) O plano elaborado pelos italianos foi um dos melhores. Devolver o líder da prova atrás de 2 retardatários enquanto o 2º colocado teve 4 ou 5 voltas com pista livre e pneus ''desgastados'' que o permitiram fazer voltas muito rápidas em sequência.

Taí o vídeo com o Paul di Resta explicando e mostrando o Kimi preso após sair dos boxes, atrás de uma Mclaren e uma Sauber logo em seguida. Querer não ver algo assim é lamentável.

https://www.youtube.com/watch?v=SJd89cGtg8w

Marcos José disse...

Acho que o Sergio Perez está mais pra Ferrari do que a Renault (a "Scuderia" já tem a maioria dos patrocinadores "pessoais" do piloto mexicano)!! Minhas apostas seriam:
Mercedes : Hamilton & Bottas;
Ferrari : Vettel & Perez;
Red Bull : Ricciardo & Verstappen;
Force India : Wehrlein & Ocon;
Williams : Massa & Stroll;
Toro Rosso : Kvyat & Gasly;
Renault : Hulkenberg & Sainz;
McLaren : Alonso & Vandoorne;
Haas : Grosjean & Magnussen e
Sauber : Ericsson & Nobuharu Matsushita.
Detalhe...Felipe Nasr (na minha opinião) só iria pra Force India se Pascal Wehrlein fosse deslocado para o lugar do Felipe Massa (claro se ele realmente não quiser mais correr na F1) na Williams.

Humberto Corradi disse...

Sobre o Nasr. Acho que uma saída de Perez da Force India levaria o time indiano a buscar um piloto pagante no mercado. Aí precisamos ver qual seria o tamanho da bolsa.

Valeu

Humberto Corradi disse...

Sobre o Nasr. Acho que uma saída de Perez da Force India levaria o time indiano a buscar um piloto pagante no mercado. Aí precisamos ver qual seria o tamanho da bolsa.

Valeu

Danilo Silva disse...

Já li essa história de "Vettel aproveitando testes da Pirelli para conhecer os pneus" uns três ou quatro anos atrás se eu não me engano...

Anônimo disse...

Torço pelo Hamilton, mas acho que o Vettel leva esse ano. A Ferrari tem um carro mais acertado e a Mercedes vai levar algum tempo ainda pra entender o melhor funcionamento dos pneus. Hamilton já sugeriu que pode ter problemas nas 2 próximas corridas com o ultramacio. Quando a Mercedes resolver o problema poderá ser tarde para o Hamilton alcançar o alemão.

André Gustavo disse...

Só lembrando que a Ferrari já usou a cota de motores permitida. Se for utilizar novos motores vai haver perdas de posições na largada, o que pode ser um contrapeso para o campeonato.

Daniel Chagas disse...

Se Perez for para a Renault não vejo outra possibilidade para Alonso na F1 que não seja continuar na Mclaren. E Massa, quem estaria de olho? Só se for a própria Williams pois ficar dependendo do Stroll...enfim, eu me nego a comentar sobre esta aberração

Anônimo disse...

Blogger Alfredo Aguiar disse...

Olá corradi!

Pois então, fico lembrando que o Vettel colocava nomes nos carros, nomes femininos, namorava os bólidos e tinha uma relação de amor com eles (ou elas)

Na hora que ele sentar e passar fazer, novamente, parte do equipamento. Vai deixar metade do grid de cabelo em pé. E é a metade do meio pra frente.

Sempre existirão os secadores, para alguns não deve ser fácil ver o triunfo daquele que empurrou um certo espanhol fanfarrão, quatro anos seguidos para fora da disputa do campeonato.

Esse ano está ainda melhor. Vettel tem um cara motivado na equipe, na hora em que se acertar com o carro os alonsetes não terão mais uma desculpa chamada Webber.

O ultimo cara obstinado assim com sua profissão e que era piloto de F1 nós sabemos bem quem foi. O saudoso melhor de todos. Sempre!!!

23 de abril de 2014 21:32

Anônimo disse...

Anônimo Cleuber-Passos-MG disse...

Corradi, parabéns pela página, leio todos os dias...
Nesta foto ai em cima, o cara que está a direita do Vettel é o Ole Scheck, ele é meu amigo, mecânico da Red Bul da parte traseira e dianteira do carro... pois bem... o pai dele teve câncer de pâncreas, é terrível... sou oncologista, os resultados são pobres ainda... pois bem, lembra-se do grande premio de Barcelona, quando o Vettel saiu emburrado do carro?? pois na hora que o carro quebrou, ele falou pelo radio com o Ole... e seu pai? Ele contou que ele tinha acabado de morrer... ele saiu com a cara fechada e foi direto abraçar o amigo, nem se f... com o carro que fava quebrado... e o mundo inteiro chamou ele de mimado...2- outra: ele me contou que la na Sede, eles tapam o olho dele, e falam... circuito tal... ele faz de olho fechado no mesmo tempo de olho aberto??? Mentira?? Não, verdade, ele é muito sério, jurou...! Outra, antes das corridas o Alemãozinho ai dorme mais cedo que todo mundo, e é o primeiro a chegar nos boxes e realmente o ultimo a sair, e outra... sabe o nome de todos, todos os 164 funcionários que avo para as corridas, é amável com todos... Então se o povo pensa que ele é fraco, que só é bom com carro top... estão enganados.. o Alemãozinho aí é fera!! E garanto, assim como vc... na Espanha esse carro vai estar um jato...!!Grande abraço PS: Acho que estou torcendo mais pro Hamilton, fiquei com pena dele quando levou um pé na bunda kkk Outros precisam ganhar!

23 de abril de 2014 17:13

Anônimo disse...

"A coisa mais legal de Sebastian é o seu nível de maturidade com a idade que tem. Já vi muito o filme do piloto que deixa a fama subir à cabeça quando sai da escuridão ao estrelato", comenta.

Segundo o inglês, Vettel é bastante dedicado e pouco interessado em ser uma personalidade. "Ele é um homem muito reservado e não é muito chegado em fama. Ele pensa muito no que faz e raramente comete o mesmo erro duas vezes, além de ser trabalhador"

"Ele está sempre à noite no paddock, conversando com os seus engenheiros, analisando os dados e refletindo sobre o que fez dentro do carro. Acho que esta é a única coisa que todos os ótimos pilotos têm em comum", resume.

Newey também falou sobre sua própria vida e disse se sentir culpado quando fica uma hora sem fazer nada. “Está é a maior pressão. Normalmente, é um estresse constante, então é simplesmente o nível em que vivo.”
https://br.motorsport.com/f1/news/newey-destaca-alto-nivel-de-maturidade-de-vettel/

fabehr disse...

sua análise sobre a estratégia da Ferrari foi brilhante! Valeu Corradi!!!

Anônimo disse...

Olá Corradi!

Acha que Antonio Giovinazzi está nos planos da ferrari, no caso de uma saída do Kimi?

Daniel Souza

Humberto Corradi disse...

Daniel Souza

Giovinazzi (terceiro piloto da Ferrari)está sendo tratado como membro da equipe, inclusive na preparação.

Como Raikkonen ainda não fechou contrato para 2018, a Scuderia precisa deixar opções abertas para o caso de imprevistos.

Mas ainda acho que Romain Grosjean continua como a primeira opção.

Valeu

Daylson Elder disse...

Vettel é um piloto muito dedicado no que faz e sabe acertar o carro.Claro que a Ferrari beneficiou o alemão.

Massa vem dando um show.

E o Alonso Corradi?

Humberto Corradi disse...

Daylson Elder

Ainda vou escrever sobre o Alonso.

Valeu