segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Rascunho Verde























Greenpeace!

Uma das certezas da Caterham é contar com Marcus Ericsson.

O piloto traz consigo um patrocínio de 15 milhões de Euros e o time verde nem
sonha em perder essa bolada.

Não é pouco.

É mais ou menos o dobro do que Sergio Perez leva na sua mochila.

Sei que a equipe (assim como a Force India) deverá usar as intalações da Toyota
para desenvolver o carro de 2015.

Pra se ter uma ideia, os japoneses cobram 100.000 euros por semana para acionar
seu túnel de vento.

Fora todo o custo operacional do time no processo.

Olhando o carro da Caterham (na foto acima feita recentemente em Cingapura)
todo verdinho e com quase nada escrito na carenagem, fica claro que, mesmo
com todas as mudanças sofridas, perder Ericsson nunca esteve nos planos da
escuderia.

Uma última notinha sobre o pessoal de Leafield.

Confirmado que a Red Bull iniciou tratativas para colocar Carlos Sainz Jr na
Caterham.

Mas as negociações não avançaram.
 
Olhando no calendário, descubro que 13 de outubro é o Dia da Vida.

Mesma data limite para um certo piloto espanhol estabeleça uma definição dentro
da Ferrari.

Na expectativa, a McLaren anunciará seus pilotos para a próxima temporada em
novembro.

Max Verstappen vai andar de Toro Rosso no primeiro treino em Suzuka.

O menino holandês está perto de obter sua superlicença.

Por fim.

Rubens Barrichello se ofereceu para ser piloto reserva da Mercedes?

9 comentários:

Renato Santos disse...

Corradi, muito obrigadi! Seus rascunhos fazem os sites de notºicias parecerem perdidos e sem assunto.

Hindenburg disse...

Barrichelo se ofereceu como reserva à Merecedes. Pelo que li, como uma brincadeira entre amigos - ele e Toto Wolf. A turma pega pesado com ele.

maxwellman disse...

100.000 euros por semana? O pessoal da Caterhan vai usar é um ventilador. Isso sim!

Felipe disse...

A cor do carro é linda. Pena q não anda.

Humberto Corradi disse...

Com a ajuda do Breder...

Valeu

Ron Groo disse...

Posso estar enganado, mas a Caterham não comerá castanhas no natal que vem não... Se é que me entende.

Anônimo disse...

Hindenburg, foi o que li e ouvi também. Barrichello caiu na armadilha da grande maioria dos brasileiros: quando faz algo sério, é ridicularizado. Quando brinca, é levado a sério para que possam ridicularizar. Triste isso.

jrgaboardi disse...

e ae corradi agora que o orkut termino posta no VK os links das tuas noticias...!!!

Hindenburg disse...

É triste. Mas ainda vamos ter orgulho da gente.