quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Rascunho SC


































"Acho que é melhor deixá-los ir."

Bernie Ecclestone sobre a situação da Caterham.

A fábrica em Leafield amanheceu com os portões fechados.

Quem acompanha o Blog não deve estar surpreendido.

Interessante é que Marcus Ericsson, com 15 milhões de Euros na mochila, estará
flutuando no mercado.

Podia ir para a Marussia?

Bem...

A Ferrari já não está passando dados da atualização de seu motor 2015 para a
sua afilhada russa.

E a imprensa divulga que a Red Bull já concordou com a história de três carros
por equipe.

O tempo de duração do contrato de Fernando Alonso com a McLaren ainda está
pegando.

O piloto parece realmente sonhar com a Mercedes em 2016.

Ao mesmo tempo a espanhola Movistar conversa com a turma de Woking.

Um caminhão de dinheiro de patrocínio.

Por fim.

Pela situação das pequenas escuderias, o Safety-Car deve ter sido acionado nos
bastidores da categoria máxima do automobilismo.

5 comentários:

Jefferson disse...

Entendo que se sr. Bernie deixasse de fazer os caprichos das grandes em detrimento das pequenas melhor estruturadas ou de dilapidar o patrimônio dos aventureiros, a categoria máxima teria um grid cheio, competitivo, agradável aos olhos e aos bolsos! É inquestionável sua capacidade de fazer fortuna. Mas compensa enterrar com isso a gloriosa história do esporte a motor?!

Ron Groo disse...

Eu não entendo o lance do Alonso...
Quem garante que a Mercedes será algo de bom em 2016?

Alfredo Aguiar disse...

Caro Ron

O problema aqui é a gente acreditar em tudo que lê na imprensa. Quem garante que é esse mesmo o dilema do fernandinho? Até onde eu pude ver, ainda que minha opinião seja altamente parcial, inegável, Mr. El Fodon foi defenestrado de Maranello. O papo de 7 décimos serviu como desculpa ao Luca por anos, mas não encantou o Marchionne, muito menos o Mattiacci. No meu ver o que espanhol está esperando é receber uma boa bolada da McLaren e ter garantido um contrato de 1o piloto, seja lá por quanto tempo. A grana O Dennis nem se importa muito, ele manda a fatura pro Japão e diz: -Esse aqui é da cota de vocês. Quanto ao contrato são outros quinhentos. O bichinho atrás da orelha do britânico sabe que a vingança pode vir de bandeja se ele fizer outro novato, Ok semi-novato dessa vez, dar outro couro no dito cujo, e ele sabe que o espanhol só trabalha bem com faster than you. Dessa vez a farsa do Marca de plantar o "mais completo" não deu muito certo e de repente o elemento está se vendo quase a pé no grid. Até porque nem a Caterham parece ser mais uma opção!!!

Jefferson disse...

Concordo com o Alfredo. Ele é inegavelmente muito bom, mas me parece que todos os demais 1ºs e alguns dos 2ºs (Ricciardo, Rosberg, Massa) em igualdade de condições o bateriam. Ele já não é mais tão rápido. Talvez coisa da idade. E exceto pelo caminhão de dinheiro, não sei qual seria pior ao vaidoso, ficar a pé ou tomar novo passeio de um menino ou de um 'velhinho' em 2015.

Abraço!

Anônimo disse...

Alonso, e bom... e mto bom... mas esqueceu a pista pra se concentrar nos bastidores, contratos, preferencias... esqueceu de pilotar, isso desde que saiu da McLaren e hoje colhe os "frutos" de suas escolhas... Prost era politico, mas sentava no carro e vencia... Alonso hoje senta no carro e naaaaaadaaaa... eu honestamente espero que ele fique a pe...

Abraço Corradi

David